Para querer bem

Para querer bem
3.78333 180



Para querer bem


Antologia poética de Manuel Bandeira




Para querer bem - A poesia de Manuel Bandeira encanta pela sua simplicidade. É uma poesia que não disfarça a ternura pelos lugares, objetos e seres que retrata. Uma poesia que, partindo de um olhar para as coisas pequenas e ínfimas, atinge uma profundidade rara.
Nas imagens de Manuel Bandeira, como Bartolomeu Campos de Queirós aponta muito bem em sua apresentação, podemos encontrar "muitos fragmentos de infância". É muitas vezes nas suas lembranças de menino, em meio a balões de papel colorido, porquinhos-da-índia, brincadeiras e festas de São João, que o autor vai encontrar imagens que falam de coisas difíceis e às vezes doloridas, como o amor, a doença, a morte. As suas palavras se encadeiam de forma delicada e lúdica, com um humor sutil que se faz presente mesmo nos momentos mais graves. Essa mistura inusitada, porém harmônica, de humor e melancolia, pega o leitor desprevenido, levando-o a transitar rapidamente do riso para o choro e do choro para o riso.

Edições (1)

ver mais
Para querer bem

Similares


Resenhas para Para querer bem (4)

ver mais
Lindo


Uma antologia linda, obviamente. Não há como se fazer uma antologia ruim do Bandeira que é meu poeta brasileiro preferido (desculpe, Oswald!). E é pela sua constância: só tem poemas excelentes, lindos, fantásticos! Prova disso é que mesmo o organizador (Bartolomeu) não tenha selecionado super-clássicos bandeirianos como "Vou-me embora pra Pasárgada" ou "Belo Belo", ou ainda "Poema do beco", o resultado foi uma antologia maravilhosa; não há a sensação de que faltou alguma coisa. Resumin...

Estatísticas

Desejam5
Trocam26
Avaliações 3.6 / 172
5
ranking 27
27%
4
ranking 22
22%
3
ranking 35
35%
2
ranking 13
13%
1
ranking 3
3%

20%

80%

Senhora D.
cadastrou em:
25/06/2010 23:52:20


logo skoob
"O encontro dos livros com a web"

Ministério da Cultura