Branca como o leite, vermelha como o sangue

Alessandro D'Avenia



Branca como o leite, vermelha como o sangue





Chega ao Brasil Branca como o leite, vermelha como o sangue, de Alessandro D’Avenia, o romance sobre o ano mais intenso na vida de um jovem, em que ele aprende a lidar com os próprios sentimentos e, consequentemente, com seu amadurecimento. Leo é um garoto de dezesseis anos como tantos: adora o papo com os amigos, o futebol, as corridas de motoneta, e vive em perfeita simbiose com seu iPod. As horas passadas na escola são uma tortura, e os professores, “uma espécie protegida que você espera ver definitivamente extinta”. Apesar de toda a rebeldia, ele tem um sonho que se chama Beatriz. E, quando descobre que ela está terrivelmente doente, Leo deverá escavar profundamente dentro de si, sangrar e renascer para a vida adulta que o espera. Um traço interessante na narrativa de D’Avenia é a técnica de utilizar cores para descrever os sentimentos e as sensações do menino Leo; por exemplo, o branco, sinônimo de solidão e silêncio: “O silêncio é branco. Na verdade, o branco é uma cor que não suporto: não tem limites. (...) Ou melhor, o branco não é sequer uma cor. Não é nada, é como o silêncio.” (p. 10) O leitor perceberá a transformação de um garoto com todas as características da juventude – rebelde, egoísta, egocêntrico – numa pessoa madura e responsável. Essa mudança começa a ser percebida quando Leo deixa de jogar o jogo decisivo do campeonato de futebol para cuidar de sua amiga doente. A convivência despertará nele o sentimento de cumplicidade e do verdadeiro amor, promoverá o debate do que é realmente o sonho e mostrará que, no crescimento emocional, é importante a presença de um orientador, um mentor.Branca como o leite, vermelha como o sangue não é apenas um romance de formação ou uma narrativa de um ano de escola: é um texto corajoso que, por meio do monólogo de Leo – ora descontraído e divertido, ora mais íntimo e atormentado –, conta o que acontece no momento em que, na vida de um adolescente, irrompem o sofrimento e o pesar, e o mundo dos adultos parece não ter nada a dizer.

Edições (2)

ver mais
Branca como o leite, vermelha como o sangue
Branca como o leite, Vermelha como o sangue

Similares

(3) ver mais
Um Amor para Recordar
A Culpa é das Estrelas
Uma vida para sempre

Resenhas para Branca como o leite, vermelha como o sangue (35)

ver mais
Minha Vida por um Livro | www.minhavidaporumlivro.com.br
on 7/7/11


Antes de começar a resenha gostaria de compartilhar uma sensação, um feeling que tive enquanto lia este livro. Quem me conhece pessoalmente (aqui no blog ainda não explorei essa faceta) sabe que sou apaixonada por Vinicius de Moraes, seus textos e poesias. Como grande fã e conhecedora de seu trabal... leia mais

Vídeos Branca como o leite, vermelha como o sangue (1)

ver mais

aViviu #3 - Branca Como o Leite, Vermelha Como o S


Estatísticas para Branca como o leite, vermelha como o sangue

Desejam642
Trocam5
Avaliações 4.4 / 528
5
ranking 57
57%
4
ranking 29
29%
3
ranking 11
11%
2
ranking 3
3%
1
ranking 1
1%

10%

90%

Nana
cadastrou em:
31/05/2011 23:21:23


logo skoob
"A rede social é perfeita para amantes da leitura"

Blog do Curioso - IG