Cura dos Órgãos Respiratórios com as Plantas Medicinais

Cura dos Órgãos Respiratórios com as Plantas Medicinais Jaap Huibers
0 0



Cura dos Órgãos Respiratórios com as Plantas Medicinais


Resfriado, gripe, tosse, dor de garganta, rouquidão, asma, laringite, faringite, bronquite e alergia...




Cura dos Órgãos Respiratórios com as Plantas Medicinais - As afecções e distúrbios do aparelho respiratório ocorrem originalmente em consequência de resfriados e mudanças bruscas de temperatura devidas ao clima e estações do ano. A essas causas "naturais" soma-se a poluição atmosférica que se observa atualmente em zonas altamente industrializadas e grandes cidades e que contribui decisivamente para a incidência desses males. Também representa papel fundamental o ritmo estressante da vida moderna, que atua de forma psicossomática originando problemas de insuficiência respiratória.
A respiração correta e sadia não só é fundamental à manutenção da vida mas também representa, na verdade, um ato de absorção e transformação inconsciente da própria energia cósmica.
Resulta daí a necessidade de se manter o aparelho respiratório sempre em perfeito funcionamento, a fim de gozar de plena saúde. Os melhores resultados podem ser obtidos, obviamente, através do uso de remédios naturais isentos de quaisquer contra-indicações ou efeitos negativos: estes constituem-se principalmente de plantas e ervas medicinais, além dos remédios homeopáticos e de uma dieta adequada.

Edições (1)

ver mais
Cura dos Órgãos Respiratórios com as Plantas Medicinais

Similares


publicidade

Estatísticas para Cura dos Órgãos Respiratórios com as Plantas Medicinais

Desejam
Informações não disponíveis
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 2.5 / 2
5
ranking 0
0%
4
ranking 0
0%
3
ranking 50
50%
2
ranking 50
50%
1
ranking 0
0%

67%

33%

Dover
cadastrou em:
18/05/2012 21:10:24


logo skoob
"Diferentemente das redes de relacionamento pessoal, o que importa no site não são as fotos dos usuários ou para que time eles torcem, e sim o que merece ou não ser lido."

Estadão