Origens do Totalitarismo

Hannah Arendt



Origens do Totalitarismo


Anti-Semitismo, Imperialismo, Totalitarismo




Escrita em 1951, esta obra trouxe um contributo fundamental para a compreensão do totalitarismo, tanto no caso soviético com a luta de classes, como no nazismo com a luta de raças. Hannah Arendt apresenta um quadro completo da organização totalitária, a sua implantação, a propaganda, o modo como manipula as massas e se apropria do Estado com vista à dominação total. A sua crítica da razão governamental totalitária ainda hoje é pertinente, numa época onde vigoram regimes com estas características e, mais do que isso, num terreno onde a democracia liberal não afastou por completo os vestígios de uma ideologia de terror que torna o homem supérfluo. Com a sua lúcida análise, percebemos por que motivo o campo [de concentração] se encontra no âmago do totalitarismo.
No final Arendt deixa uma «profecia» desconcertante: «As soluções totalitárias podem muito bem sobreviver à queda dos regimes totalitários sob a forma de forte tentação que surgirá sempre que pareça impossível aliviar a miséria política, social ou económica de um modo digno do homem.»

Edições (2) ver mais
Origens do Totalitarismo
Origens do Totalitarismo
Similares
Resenhas (3) ver mais
on 12/2/13


"As Origens do Totalitarismo" é a obra-prima de Hannah Arendt. Lançado em 1951 (com edição nova na praça em 2013), é a suprema história do povo judeu, analisada século após século, com o desfecho do trágico destino deste povo sob o julgo do Nazismo. É um autêntico show de erudição. Ao mesmo tempo... leia mais
Estatísticas
Desejam141
Trocam1
Avaliações 4.6 / 124
5
ranking 65
65%
4
ranking 28
28%
3
ranking 6
6%
2
ranking 1
1%
1
ranking 0
0%

48%

52%

Helena
cadastrou em:
16/06/2009 09:50:36


logo skoob
"É maravilhoso fazer amigos por meio dos livros, sejam eles Harry Potter, Zibia Gasparetto ou Cortázar."

JB Online