Vai comprar? Encontramos 7 ofertas de R$ 16,70 até R$ 29,90 Ver ofertas
Dormindo com o Bilionário

Dormindo com o Bilionário Ruth Cardello
3.99367 158



Dormindo com o Bilionário


Bedding The Billionaire




Dormindo com o Bilionário - A vida de Lil Dartley está de cabeça para baixo. Sua estável e previsível irmã, vai se casar com um influente bilionário e precisa de sua ajuda para planejar o casamento do século, em menos de um mês. Mas anos de rebelião de classe média não a prepararam para lidar com diplomatas ou paparazzi. | Jake Walton conhece um desastre assim que vê um. Lil foi um problema desde o primeiro dia em que a conheceu, mas já que sua irmã vai se casar com seu melhor amigo, ele não tem escolha a não ser ajudá-la, ou este casamento vai virar noticiário por todas as razões erradas. Ensinar Lil como se encaixar na alta sociedade seria muito mais fácil se ela não o deixasse louco, dentro e fora do quarto.

Ficção / Literatura Estrangeira / Romance

Edições (1)

ver mais
Dormindo com o Bilionário

Similares

(4) ver mais
Coração de Bilionário
Amor Por Interesse

Resenhas para Dormindo com o Bilionário (7)

ver mais
Resenha Dormindo com o Bilionário.


Lil é conhecida por agir impulsivamente, mas agora ela decide não fazer mais isso (ao menos tentar não fazer), já que tem uma filha, a Colby. Jake já é famoso por ser um bilionário e além disso muito lindo (ninguém quer um desses né? rsrs). Ele não tem o costume de namorar e sim de ter relacionamentos rápidos. Os dois acabam se conhecendo porque a irmã de Lil está noiva do sócio de Jake, e este manda Jake para arrumar a bagunça de uma entrevista que Lil deu por engano para uma emisso...

Estatísticas

Desejam185
Trocam14
Avaliações 3.6 / 158
5
ranking 18
18%
4
ranking 42
42%
3
ranking 26
26%
2
ranking 12
12%
1
ranking 1
1%

1%

99%

Camille
cadastrou em:
19/08/2013 01:05:07
Cleide
editou em:
06/08/2015 13:04:26


logo skoob
"Diferentemente das redes de relacionamento pessoal, o que importa no site não são as fotos dos usuários ou para que time eles torcem, e sim o que merece ou não ser lido."

Estadão