A Arte de Ter Razão

A Arte de Ter Razão Arthur Schopenhauer
3.55 80



A Arte de Ter Razão


38 Estratégias para Vencer Qualquer Debate




A forma como nos comportamos socialmente não mudou muito desde Aristóteles. Partindo dos escritos do pensador grego, Schopenhauer desenvolve em sua Dialética Erística, 38 estratégias sobre a arte de vencer um oponente num debate não importando os meios. E, para isso, mostra os ardis da maior ferramenta que todos possuímos, a palavra. Usar argumentos e estratégias certas numa conversa é uma arma poderosa em qualquer momento. E tanto vale para quem quer reforçar um talento, evitar ciladas dialéticas, ou simplesmente estar bem preparado para negociações ou qualquer outra ocasião que exija argumentação... o que acontece em todos os momentos da vida. Essas estratégias não foram inventadas por Schopenhauer. Seu trabalho foi identifica-las, reuni-las de modo coerente, mostrando como são utilizadas, em quais momentos elas surgem em meio a uma discussão, de modo que você possa utilizar-se deste livro até mesmo para desmascarar o uso das estratégias. Em discussões, o objetivo de todos é persuadir. No entanto, o melhor resultado é obtido pela pessoa mais hábil em manter a sua posição. Esta obra cataloga os truques utilizados por profissionais de todas as áreas. Pode ser que você esteja com a razão, mas, uma vez que você entre num debate, estar certo não é o suficiente. Você precisa conhecer os movimentos dessa arte para ter força no jogo. Este livro ensinará tudo o que você precisa saber.

Filosofia

Edições (1)

ver mais
A Arte de Ter Razão

Similares

(2) ver mais
Como Vencer um Debate sem Precisar Ter Razão
Como Mentir com a Estatística

Resenhas para A Arte de Ter Razão (2)

ver mais


O livro é interessante, entretanto o titulo é um pouco chamativo eu diria que existem bom meios expressos para travar uma espécie de argumentação eficaz, dado que muito do que é base do livro é retirado da lógica de Aristóteles, devemos tomar cuidado hoje porque é bem diferente da época a qual foi escrito, a população dita "letrada" era bem menor e por isso facilitava bem o que é proposto no livro. De fato Schopenhauer fez uma espécie de "Blitzkrieg" literária pegou os pontos mais...

Estatísticas

Desejam17
Trocam3
Avaliações 3.6 / 80
5
ranking 20
20%
4
ranking 26
26%
3
ranking 44
44%
2
ranking 9
9%
1
ranking 1
1%

63%

37%

Diego
cadastrou em:
30/01/2014 09:24:00
Gabriel Castro
editou em:
18/08/2015 17:00:23