Saguairu

Júlio Emílio Braz



Saguairu





´Na noite da Lua Melancólica, o uivo ecoou solitariamente. Angustiado, morreu na escuridão da floresta, em meio aos ruídos daquela multidão invisível que nos espreitava de seu esconderijo. Toda a floresta parecia esperar que eu matasse Saguairu. Esquivei-me do vento. Aquele diabo velho e matreiro já conhecia o meu cheiro, o cheiro de morte que eu trazia impregnado em meu corpo como uma praga, um mal recente e inevitável. Éramos inimigos há muito tempo.´
Um índio pareci e um lobo guará. Quem é a caça? Quem é o caçador? Dentro da mata selvagem, longe da devastação causada pelo progresso, Saguairu e Teongüera vivem uma aventura de fugas e reencontros, narrada de maneira emocionante e poética.

Edições (1) ver mais
Saguairu
Similares
Resenhas (1) ver mais
Saguairu
on 26/2/12


Personagens: Indio: Corajoso e caçador Saguairu: Lobo-guará e assustador Ambiente: Floresta virgem... leia mais
Estatísticas
Desejam
Informações não disponíveis
Trocam3
Avaliações 2.8 / 12
5
ranking 8
8%
4
ranking 8
8%
3
ranking 42
42%
2
ranking 33
33%
1
ranking 8
8%

31%

69%

Liby
cadastrou em:
06/08/2009 20:38:48


logo skoob
"É maravilhoso fazer amigos por meio dos livros, sejam eles Harry Potter, Zibia Gasparetto ou Cortázar."

JB Online