História Eclesiástica

História Eclesiástica
0 0



História Eclesiástica


Os primeiros quatro séculos da Igreja Cristã




História Eclesiástica - OS PRIMEIROS QUATRO SÉCULOS DA IGREJA CRISTÃ
A História Eclesiástica de Eusébio é uma surpreendente síntese dos três séculos que se seguiram à era apostólica. Procurou o autor, através de copiosa e idônea documentação, reconstituir a história da Igreja desde o ministério terreno de Nosso Senhor Jesus Cristo até ao Concílio de Nicéia em 325 d.C.
É o mais importante relato da Igreja Cristã depois de Atos dos Apóstolos. Sem a História Eclesiástica de Eusébio seria praticamente impossível reconstituir os três primeiros séculos da Igreja Cristã. É o maior clássico da história da Igreja!
O Autor.
Pouca coisa se sabe acerca de Eusébio de Cesaréia. Acredita-se tenha ele recebido esta alcunha por haver sido bispo dessa cidade de Israel. O que sabemos, porém, é que ele viveu entre 263 e 340 d.C. Além da História Eclesiástica, escreveu ele uma enciclopédia bíblica - Onomasticon -, por isso o seu outro epíteto: Pai das enciclopédias e dicionários bíblicos.

Edições (2)

ver mais
História Eclesiástica
História Eclesiástica

Similares


publicidade

Resenhas para História Eclesiástica (1)

ver mais
Documento


Esse livro é um verdadeiro documento sobre o pensamento cristão ortodoxo no século IV da era cristã. O autor se empenhou por registrar as histórias, mitos, nomes, tradições, acontecimentos recentes e antigos da igreja, seus primeiros padres importantes, os primeiros hereges. Grande parte das tradições sobre os primeiros anos da igreja estão contidos nesse livro, como a história de Pedro ter sido crucificado de cabeça pra baixo, a ida do apóstolo João de Patmos para Éfeso, o destino d...

Estatísticas para História Eclesiástica

Desejam9
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 4.2 / 27
5
ranking 52
52%
4
ranking 19
19%
3
ranking 26
26%
2
ranking 4
4%
1
ranking 0
0%

81%

19%

Adilson
cadastrou em:
07/08/2009 23:35:55


logo skoob
"Faltava uma rede social voltada apenas para os amantes de livros... Bem, não mais."

IG Tecnologia