Produção Textual, Análise de Gêneros e Compreensão

Luiz Antônio Marcuschi



Produção Textual, Análise de Gêneros e Compreensão





A leitura de Produção textual, análise de gênero e compreensão fornece a professores e estudantes de língua portuguesa (ou de línguas, de um modo geral) uma fundamentação para organizar a prática de ensino em torno da produção de textos, da análise de gêneros e da leitura. Lançada em 2008 pela editora Parábola, a obra é de autoria de Luiz Antônio Marcuschi, renomado pesquisador na área de Linguística. Marcuschi é professor titular da Universidade Federal de Pernambuco e possui variados trabalhos publicados, como Da Fala para a Escrita: Atividades de Retextualização (Cortez) e Análise da Conversação (Ática). Os seus principais temas de pesquisa envolvem áreas como a filosofia da linguagem, a epistemologia, a lingüística e sua relação com a cognição e a sociedade. Suas principais linhas de investigação tomam como objeto as relações entre oralidade e escrita, a conversação, o ensino de língua e a análise de gêneros textuais, entre outros.

A obra está dividida em três partes interligadas. A primeira se volta, predominantemente, para o processo de produção de textos, por meio da atividade lingüística. Com base numa ampla revisão de estudos lingüísticos, Luiz Antônio Marcuschi busca construir um ponto de vista – de modo alicerçar o estudo e o ensino da linguagem verbal – sobre o objeto do ensino da língua materna e sobre a pesquisa que toma a produção textual ou a “textualização” como objeto de análise. O autor leva o leitor a uma reflexão sobre o fato de a língua não ser “fixa”, “pré-determinada”, mas sim, um sistema variável, heterogêneo, vinculado a um contexto. O autor adota uma perspectiva sociointerativa e cognitiva ao abordar o fenômeno linguístico. A segunda parte da obra examina o conceito de gênero textual, assim como as propostas, feitas por pesquisadores genebrinos, como Bernard Schneuwly, Joaquim Dolz e Jean-Paul Bronkart para um ensino de língua materna baseado na análise de gêneros textuais. Nessa parte, Marcuschi delineia o percurso dos estudos sobre gêneros, analisa como os PCN abordam o conceito e finaliza com uma análise de propostas que o tomam como o objeto de ensino da língua materna. A terceira e última se volta para a leitura e a compreensão de textos. A produção da compreensão é vista como um processo desenvolvido coletivamente, no ambiente em que o indivíduo se insere. Sempre considerando o caráter heterogêneo da língua, o autor ressalta a condição do texto como “evento comunicativo” e discorre, também, sobre as noções de inferência, sentido literal e sobre a abordagem da compreensão de textos em livros didáticos.

Este livro, enfim, possui extrema relevância para a formação, pesquisa de professores ou estudantes de línguas, visto que o autor, através de uma perspectiva sociointerativa, aborda, de maneira profunda, os conceitos de língua e de texto, relacionando-os e propondo um ensino de língua com base na produção textual, na análise de gêneros e na leitura.

(Raquel Rossini Martins Cardoso / UFMG)


Edições (1) ver mais
Produção Textual, Análise de Gêneros e Compreensão
Similares
Estatísticas
Desejam14
Trocam1
Avaliações 4.3 / 48
5
ranking 50
50%
4
ranking 35
35%
3
ranking 10
10%
2
ranking 2
2%
1
ranking 2
2%

29%

71%


cadastrou em:
28/12/2009 16:09:51


logo skoob
"Diferentemente das redes de relacionamento pessoal, o que importa no site não são as fotos dos usuários ou para que time eles torcem, e sim o que merece ou não ser lido."

Estadão