Vidas Secas

Graciliano Ramos



Vidas Secas





O que impulsiona os personagens é a seca, áspera e cruel, e paradoxalmente a ligação telúrica, afetiva, que expõe naqueles seres em retirada, à procura de meios de sobrevivência e um futuro. Apesar desse sentimento de transbordante solidariedade e compaixão com que a narrativa acompanha a miúda saga do vaqueiro Fabiano e sua gente, o autor contou: "Procurei auscultar a alma do ser rude e quase primitivo que mora na zona mais recuada do sertão... os meus personagens são quase selvagens... pesquisa que os escritores regionalistas não fazem e nem mesmo podem fazer ...porque comumente não são familiares com o ambiente que descrevem...Fiz o livrinho sem paisagens, sem diálogos. E sem amor. A minha gente, quase muda, vive numa casa velha de fazenda. As pessoas adultas, preocupadas com o estômago, não tem tempo de abraçar-se. Até a cachorra [Baleia] é uma criatura decente, porque na vizinhança não existem galãs caninos". VIDAS SECAS é o livro em que Graciliano, visto como antipoético e anti-sonhador por excelência, consegue atingir, com o rigor do texto que tanto prezava, um estado maior de poesia.

Edições (26) ver mais
Vidas Secas
Vidas Secas
Vidas Secas
Vidas Secas
Similares (7) ver mais
Morte e Vida Severina
O Quinze
A Moratória
Essa terra
Resenhas (273) ver mais
Fome
on 19/1/09


Tão impressionante quanto conseguir fazer da Baleia a cachorrinha que todos perdemos, foi a capacidade de decifrar tudo o que estava contido no silêncio do protagonista, nos passando a angústia de quem teve a ignorância alimentada pela fome. Alguma dúvida de que Graciliano é um mestre?... leia mais
Estatísticas
Desejam720
Trocam244
Avaliações 3.8 / 19.456
5
ranking 32
32%
4
ranking 29
29%
3
ranking 25
25%
2
ranking 9
9%
1
ranking 4
4%

28%

72%

Rodrigo D'Urso
cadastrou em:
17/02/2012 18:02:15


logo skoob
"Skoob faz sucesso e dobra em número de usuários e obras cadastradas todos os dias"

IG Tecnologia