Faça seu login para ter acesso a todo conteúdo, participe também do sorteio de cortesias diárias. É rápido e gratuito! :) Entrar
Login
Livros | Autores | Editoras | Grupos | Trocas | Cortesias

O Mistério da Casa Verde

Moacyr Scliar
Resenhas
Recentes
24 encontrados | exibindo 1 a 5
1 | 2 | 3 | 4 | 5


Keh 07/07/2013

Releitura de O Alquimista
Eu sempre gostei de ler, porém nunca tive paciência para ler os clássicos da literatura, sempre achei um tédio.
Quem é como eu, pode ler esta releitura do livro O Alquimista, afinal é beeem mais emocionante!
comentários(0)comente



Maciel 15/06/2013

Spoiler - O Mistério da Casa Verde – Moacyr Scliar

O livro conta a estória de um grupo de garotos que estão a procura de um lugar para fazer seu “clube”, eles morram na pequena e antiga cidade de Itaguaí, a mesma cidade onde Machado de Assis narra o clássico da literatura brasileira “O Alienista”, os quatro personagens principais chamem-se Arturzinho (Xereta) que é considerado o líder do grupo, André Catavento , Pedro Bola e Leo. Certa noite Arturzinho convoca uma reunião com os amigos para dar a noticia de que já sabe onde fazer o clube, a ideia é considerada maluca pelos amigos, pois Artuzinho sugere a Casa Verde a qual tem fama de casa mal assombrada pela população da cidade, pois ali funcionou há muitos anos um hospício, onde O Alienista tratava de seus doentes mentais, a casa foi inutilizada há muito tempo pelo prefeito da cidade que mandou murar todas as portas e janelas da casa.
Após certa relutância os amigos concordam em explorar a misteriosa casa e abrem um buraco em uma das paredes, ao entrarem ficam impressionados com as salas antigas, enormes e perfeitamente limpas, vencendo o medo os garotos avançam pela casa até entrar em uma sala denominada diretoria, ao abrir a porta os meninos tem uma grande e inesperada surpresa, um homem encontra-se sentado em uma cadeira ao lado de uma mesa, o homem vestido a caráter de séculos passados não faz o menor movimento, mas, o grupo sai em disparada tomados pelo medo. Já do lado de fora conversam e procuram colocar as coisas no lugar, onde André e Pedro estão aterrorizados imaginando que o homem trata-se de um fantasma, mas Leo e Arturzinho discordam, depois de certa discussão decidem voltar no outro dia para tentar conversar com o homem misterioso.
No dia seguinte apenas Arturzinho e Leo tem coragem de entrar, encontram o homem, mas ele fala coisas sem sentido e com um vocabulário esquisito para o entendimento de Arturzinho e novamente o homem faz os amigos correr. Intrigados, resolvem ficar de plantão nas redondezas para ver quem entra na casa para levar os mantimentos ao homem, eis que pela manhã, surge uma linda menina, com um vestido muito antigo, entra no matagal e Arturzinho escondido consegue ver ela entrando por um túnel, mais tarde volta e Arturzinho segue-a até sua casa.
Ao retornar Arturzinho encontra Leo e lhe conta o acontecido e se impressiona e diz que também tem surpresas, carrega consigo uma edição do Alienista, mais tarde os quatro amigos encontram-se com uma professora e ela conta-lhes com detalhes a historia do Livro e do Autor, deixando os amigos cada vez mais curiosos na relação do homem com O Alienista.
Arturzinho passa a vigiar a garota e a segue até o lugar onde ela faz as comprar, procura se aproximar e consegue puxar assunto com ela, seu nome é Lucia, mais tarde a convida para um cinema que ela topa, o filme é sobre uma casa e a garota fica meio transtornada e quer ir pra casa, Arturzinho resolve lhe contar que a seguiu e sabe da existência do homem, ao qual Lucia admite ser seu pai que é descendente do Alienista, segundo ela ele encontra-se com problemas mentais, leu tanto o livro que acredita ser o próprio Alienista.
Depois de alguns dias um repórter da cidade que apresenta um programa sobre fofocas também descobre o túnel e certo dia se encontra em frente à Casa Verde com toda a imprensa, policia e o prefeito pedindo para que sejam abertas a portas da velha Casa e esclarecido o mistério, mas Arturzinho e seus amigos procuram convencer o prefeito com a ajuda de um psiquiatra amigo de seu pai, ambos argumentam que há um homem lá dentro e deve ser mantida sua integridade.
Para espanto de todos o homem surge em uma das janelas, aparentemente fora de perigo e em sã consciência, conversa com o repórter, o psiquiatra e vai para casa com sua filha e sua esposa, o psiquiatra passa a acompanha-lo, e sua saúde progride, a casa é novamente aberta, onde passa a ser utilizada pela sociedade em forma de museu, no qual Jorge, o pai de Lucia mantém uma peça de teatro contando historias sobre e Alienista, em outra parte a casa vira a sede do grupo de jovens da cidade, Arturzinho e Lucia passam a namorar.
O livro é bom, para melhor entendimento o leitor deve ter lido a obra de Machado de Assis, em contra partida acho que o autor poderia ter criado uma expectativa maior sobre o mistério da casa verde, causando um impacto maior em quem esta lendo. O livro apresenta pouca emoção pois desde a capa e o título são muito sugestivos.


Maciel 15/06/2013
comentários(0)comente



Naat Fanti 02/01/2013

Legal :)
Eu ganhei esse livro em um sorteio na minha classe, da professora Meire, português. Como se pode imaginar, um clássico, mas esse livro é a releitura do livro O Alienista. Serio, para quem não consegue ler livros clássicos como os do Machado de Assis , releituras são ótimas. Eu não conhecia esse livro do machado, mas eu entendi completamente a história e amei.

Ninguém tinha reparado. Todos se lembravam da feroz expressão do desconhecido, mas nas roupas não tinham atentado.
- Ele estava vestido- Continuou Leo

O autor conseguiu criar uma história em cima de outra, primeira vez que eu li algo assim. Os personagens são muito bem construídos, na minha opinião o leo é o melhor. A escrita do autor é muito boa, então com certeza esse é um livro de ler em um dia. Como não tem continuação, agora eu quero muito ler o livro O alienista, pois pelo que eu entendi nesse livro se trata muito a questão da loucura, é legal isso pois cada pessoa vê a loucura de um jeito, nessa releitura já deu para ver um pouco disso.

- Ora - Disse Artuzinho. - Na pior das hipóteses, vamos ter que correr de novo.

O pequeno romance que se forma no livro, achei fofo, mas também achei que o autor podia ter dado mais valor a isso, ele deixou esse assunto meio no ar. A amizade de André, Arturzinho, Pedro e Leo é meio questionável mas gostei bastante deles juntos. O final é bem previsível, mas eu não me incomodei, gostei bastante.
comentários(0)comente



Laura B. 20/10/2012

O Mistério da Casa Verde - Moacyr Scliar
Começo dizendo que nunca li o "O Alienista", e digo que depois de ler O Mistério da Casa Verde, você irá querer ler "O Alienista".
O livro gira em torno da Casa Verde, onde Arturzinho e seus amigos querem fazer um clube para jovens, já que a casa está abandonada, ou melhor eles pensam que estão. Depois que entram na casa eles descobrem que há um morador um tanto esquisito e procuram saber mais dobre a Casa Verde e sua história.
O livro é legal, interessante e não é chato ou cansativo. A história possui mistério na dose certa e por ser um livro curto dá para ler em um dia, que foi o meu caso. Indico a todos e também, mesmo não tendo lido o Alienista também indico, pois pareceu-me muito bom. Eu vou lê-lo e descobrir mais sobre a Casa Verde.
comentários(0)comente



Matheus 20/09/2012

Mistério da Casa Verde
O Mistério da Casa Verde é um bom livro e ainda envolvendo um clássico de Machado de Assis, O Alienista que irei comprar na semana que vem para conhecer melhor a história de Simão Bacamarte. A única coisa que não me agradou foi que para um título como esse, podia haver mais aventuras e suspense porque em algumas páginas relatam muitas conversas e mais conversas, então para colocarem essas conversas achei que ele poderia ser ótimo se tivesse um maior número de páginas para interessar o leitor com aventuras e mais suspense.
comentários(0)comente



24 encontrados | exibindo 1 a 5
1 | 2 | 3 | 4 | 5



Publicidade


logo skoob beta
"Diferentemente das redes de relacionamento pessoal, o que importa no site não são as fotos dos usuários ou para que time eles torcem, e sim o que merece ou não ser lido."

Estadão