Quem Mexeu no Meu Queijo?

Quem Mexeu no Meu Queijo?
3.34557 14107



Resenhas - Quem Mexeu no Meu Queijo?


100 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7


Gabriel.Araripe 05/04/2016

Honestamente...
A primeira coisa que falo é: Eu livro este livro quando era uma criança.
Não tô dizendo que me tornei adulto quando li ele, só que li ele quando era uma criança, lá com seus 9 anos.
Como criança leitora: Gostei. Não reli desde então.
Lembro-me como eu acabei de ler ele sem dificuldades, num período de poucas horas de uma noite qualquer. Gostei bastante dele nessa hora, fiquei entusiasmado, achei divertido. No fim das contas foi o que importou pra mim.
Se lesse atualmente com certeza já olharia o livro sobre uma visão diferente e poderia dizer, quem sabe, que ele é simplista, raso, superficial, etc. Sei que como criança gostei bastante de lê-lo.

As pessoas tacam o pau nos livros de auto-ajuda, motivacionais e coisa do tipo. Mas o fato é que existem pessoas que precisam da leitura destes tipos de livros para poderem se desenvolver melhor, seguirem em frente. Existem coisas que mesmo na nossa cara, e sendo bem óbvias, não conseguimos enxergar, isso vai de pessoa pra pessoa. É bem razoavel dizer que se você não gosta de livros desse tipo simplesmente fique longe de livros desse tipo e procure na internet antes de comprar um livro se você acha que ele pode ser interessante e ser uma armadilha, mas n ormalmente livros desse tipo são quase sempre bem estampados nas suas capas ou em suas estantes que são o que são.

Enfim, acho que é só isso mesmo. É uma leitura rápida, e pode ser bom ou não para você dependendo do tipo de pessoa que você for. :)
comentários(0)comente



Claudiomar.Filho 02/04/2016

Não perca seu tempo
Forma mais fácil de ficar rico:
1 - Escreva uma coisa bem idiota
2 - Convença um bando de idiotas para comprar.

Esse livro é o melhor exemplo disso. Raso, sem conteúdo, sem graça, baseado em senso comum e sem nada a acrescentar. Bobinho demais. Parece que foi o Chorão do Charles Brown Jr. que escreveu...
comentários(0)comente



Tainá Rodrigues 16/03/2016

"O que você faria se não tivesse medo?"
Nesse belo dia chuvoso em Natal, deixei minha atual leitura em casa para não correr o risco de danificá-la. Graças ao projeto "Casa das Palavras", que tem uma de suas mini-bibliotecas móveis na empresa em que trabalho, não fiquei entediada nas horas vagas.

"Quem mexeu no meu queijo?" é aquele típico clássico que todos ouviram falar, mas a maioria ignora por achar que é infantil demais ou que já conheceu toda a história assistindo a TV Cultura, como eu. Se não fosse pelo acaso do dia, talvez eu nunca tivesse lido esse livro. O que é bem vergonhoso, pois, ultrapassando o preconceito com a capa e nome, é uma excelente obra literária, no sentido de transmitir uma mensagem.

O livro é cheio de frases de efeito que, sem dúvidas, você se reconhecerá: "Quando você vence o seu medo, sente-se livre", "notar cedo as pequenas mudanças ajuda-o a adaptar-se às maiores que ocorrerão". E é exatamente sobre isso que a mensagem vem passar: mudanças. É impossível ler a publicação e não lembrar de todas as situações que você sabia que estava ruim, mas não mudou apenas por comodismo ou medo. Seja uma situação profissional, familiar, pessoal etc.

Talvez, alguns vejam a obra um pouco como inocente. Em alguns momentos, também vi. Assim como me deixou bastante incomodada a primeira parte do livro, que já dar spoilers suficientes sobre toda a história do labirinto-queijos-ratos-e-duendes. Já interpreta a metáfora por você. Além disso, não sou muito chegada a literatura de "auto-ajuda", "auto-conhecimento" e coisas do gênero. Mas considerei essa leitura como uma exceção. Pois, são reais ensinamentos que tentarei levar para o resto da minha vida, sempre me preparando para possíveis mudanças e agarrando as oportunidades.

site: https://www.instagram.com/cafedecabeceira/
comentários(0)comente



Amanda 15/02/2016

"Quem mexeu no meu queijo?" é uma leitura rápida e bem leve. Cabe em praticamente qualquer situação das nossas vidas, apontando aquilo que muitas vezes nos recusamos a ver. Leitura fluida vale a pena o tempo gasto - que não é muito. É com certeza inspirador.
comentários(0)comente



Sula 23/01/2016

Construtivo...
Esse título nos ensina a vivenciar, aprender e não ter medo. A grande curiosidade é ler e entender o que realmente deve ser absorvido. Acho que o caso desse livro é nos ensinar a viver de uma maneira boa e construtiva.
comentários(0)comente



Antonio Volnei 18/01/2016

Quem mexeu no meu queijo
Este é sem duvida um livro de auto ajuda que literalmente nos dá m safanão para passemos a agir mais e reclamar menos. Ele nos conta a história de dois ratos e dois homens que moram em um labirinto e todos os dias se dirigem a um determinado ponto onde encontram alimento em abundancia. Certo dia esse alimento deixa de ser encontrado no mesmo lugar e eles tem que sair em busca deste alimento .

site: http://toninhofotografopedagogo.blogspot.com.br/ https://twitter.com/volneicampos
comentários(0)comente



Laís 10/12/2015

Uma grande lição de forma simples!
Eu li quando iniciei a adolescência depois de tanto minha mãe insistir, o que tinha a ser aprendido aprendi facilmente já que usa palavras tão fáceis de uma forma suave. Esse livro se tornou um precursor de um grande ensinamento que desde então aplico na minha vida e o qual vejo muita gente jovem, adulta e velha se enroscando em maus hábitos de vida o qual aborda o tema :D Ele é maravilhoso e indico se você não se acha o espertão demais para essas simples palavras sábias...aconselho a ler e refletir :D Tanta coisa tão "óbvia" que deixamos passar batido
comentários(0)comente



Suelen.Dias 17/10/2015

Ótimo
Esse livro te impulsiona a sempre buscar o melhor.
comentários(0)comente



Dayane.Siqueira 10/09/2015

Desafios
Uma ilustração de desafios.
Elaine.Pink 18/09/2015minha estante
como faco para ler não estou conseguindo abrir os livros




Edson 04/09/2015

Ótimo livro
O livro mostra que devemos ficar atento ao que acontece ao nosso redor, sempre observar o que temos e procurar novas fontes (no caso do livro o queijo) mesmo por caminhos que não conhecemos.
comentários(0)comente



Rosalba Moreira 23/07/2015

A proposta do livro é muito interessante. Pretende mostrar como as pessoas devem encarar as mudanças que ocorrem constantemente em sua vida, seja um novo emprego, um novo lar, um novo relacionamento, etc. A maneira como a história foi contada também é interessante e criativa. No entanto, na minha opinião, a linguagem utilizada no livro é muito infanto-juvenil, quase para crianças, na verdade. Além da linguagem já ser fácil, o autor ainda explica toda a proposta do livro. Ou seja: ele não deixa o leitor pensar e descobrir por si só a essência do livro. Ele já oferece tudo "bem mastigado", como se diz. Por isso dei apenas três estrelas.
comentários(0)comente



Alcinéia 14/06/2015

Este livro nos faz refletir sobre as mudanças que ocorrem em nossas vidas e como nos posicionamos frente a elas. Geralmente não respondemos ao que mudou, porque estagnamos em nossa mente o passado e não admitimos as mudanças que possam dar fim a esta ilusão, não nos dando conta de que o passado só se encontra lá... no passado. Mas se olharmos de outra forma e tivermos a coragem de buscar algo novo, veremos que o medo crescente em nossa mente pode ser mais assustador que a luta por caminhos diferentes, onde poderemos encontrar a real felicidade. Com a leitura deste livro percebemos que o maior obstáculo à mudança esta dentro de nos e tudo depende daquilo em que escolhemos acreditar.
comentários(0)comente



Lourena 08/06/2015

''É Mais Seguro Procurar no Labirinto do que Permanecer Sem Queijo.''
Um livro que ensina a lidar com as mudanças no decorrer da vida e a sair da zona de conforto, para poder encontrar um ‘’novo queijo.’’
comentários(0)comente



Well 04/06/2015

Um Aprendizado diferente a cada página.
Em “Quem mexeu no meu queijo?” O autor usa uma metáfora pra mostrar os desafios que 4 personagens enfrentam em um labirinto. Ao começar a ler esse livro, eu puder refletir sobre cada página e pensar na minha vida como um todo. Spencer, Pega como ponto chave cada personagem como sendo uma personalidade específica. Dois eram ratos, chamados Sniff e Scurry, e dois homenzinhos – seres tão pequenos quanto os ratos, mas que se pareciam muito com as pessoas de hoje, e agem como elas. Seus nomes eram Hem e Haw. No começo do livro, o autor deixa bem claro que Às vezes podemos agir como Sniff, que percebe a mudança logo, ou Scurry que sai correndo em atividade, ou Hem que rejeita a mudança, resistindo-lhe, assim como teme que ela leve a algo pior, ou Haw que aprende a se adaptar a tempo, quando percebe que a mudança leva a alguma coisa melhor!
comentários(0)comente



Valessa Monteiro 02/05/2015

Não tenha medo de mudar
O livro "Quem mexeu no meu queijo" relata a rotina de quatro personagens, sendo dois ratinhos e dois duendes, que todos os dias percorrem um labirinto em busca de queijo, que está em um determinado posto.
Os dois ratinhos sempre acordam cedo e correm em busca do queijo, já os duendes a cada dia se preocupam menos e confiam mais na certeza de que tudo continuará igual. Em nossas vidas quase sempre é assim, corremos atrás de nossos objetivos e agimos como Sniff e Scurry (os ratinhos) mas muitas vezes somos como Hem e Haw (os duendes) e nos acomodamos.
Confiamos que nada vai mudar e que “nosso queijo” nunca vai acabar. O bom mesmo é quando num ato de coragem saímos da nossa zona de conforto e começamos a percorrer um novo caminho, sem medo de dar novos passos pelo desconhecido.
O livro “Quem mexeu no meu queijo?” é uma boa leitura para as pessoas que têm dificuldades em entender e aceitar as mudanças. Através das quatro personagens presas a um labirinto, a parábola desenrola-se de uma forma simples, mas, trazendo lições a cada atitude.
A principal lição é que em tempos de mudanças é preciso se adaptar, o queijo é uma metáfora do que queremos ter na vida, encontrar o queijo significa alcançar nossos objetivos, o labirinto é o caminho que vamos percorrer para atingi-los.
comentários(0)comente



100 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7