Faça seu login para ter acesso a todo conteúdo, participe também do sorteio de cortesias diárias. É rápido e gratuito! :) Entrar
Login
Livros | Autores | Editoras | Grupos | Trocas | Cortesias

A Batalha do Apocalipse

Da Queda dos Anjos ao Crepúsculo do Mundo

Eduardo Spohr
Resenhas
Recentes
609 encontrados | exibindo 1 a 5
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 |


Luh 11/09/2014

Meu livro favorito <3
Esse foi o primeiro livro que eu li,na verdade primeiro,primeiro não foi...mas foi o primeiro que eu me interessei a ler,tirando os livros de escola que eu tinha lido até então.

Quando eu vi o tamanho do livro me deu uma preguiça tão grande que só conseguir ler um ano depois,mas quando comecei a ler não conseguir parar mais...

O que eu mais gostei foi pq em nenhum momento o livro foi chato.Porque o livro geralmente é assim : o começo é chato e o meio p/ o fim é legal ou o começo é legal ,o meio é chato e o fim é bom,etc..Mas esse livro não,o começo foi bom,o meio e a parte final mais ainda ,tanto que eu não via a hora de ler e ler mais para saber o que iria ocorrer a seguir .

Na minha humilde opinião o livro foi muito bem escrito e em nenhum momento sentir tédio ao lê-lo ,por isso que eu considero como o meu favorito
comentários(0)comente



Gaby 08/09/2014

A Batalha do Apocalipse
A milhares de anos atrás, em um plano diferente do nosso, houve uma guerra entre os anjos onde eles se dividiram, e cada um seguiu sua crença. Lúcifer foi expulso, assim com Ablon e tantos outros.
Lúcifer, a estrela da manhã, fundou seu próprio reino, o Inferno. Miguel e Gabriel são irmãos, mas como o arcanjo Gabriel não concorda com as idéias de seu irmão , eles entram em conflito e cada um segue o seu rumo em um plano etéreo diferente.
Os anjos foram expulsos do céu, e seguiram suas vida na Haled, fugindo e se escondendo. Foram perseguidos e muitos deles foram mortos pelos anjos que permaneciam ainda no plano etéreo. Onde os que foram expulso ficaram sendo inimigos mortais.
A história desenrola em cima do anjo renegado Ablon, Conta todas as suas aventuras, perseguições e sua paixão pela feiticeira de En-Dor, a Shamira.
Ablon passa milhares de anos no plano físico adquirindo experiência para o tão esperado Armagedon.
Nos dias atuais as trombetas começam a tocar e os céus e o inferno começam a se preparar para o sétimo dia, o dia do juízo final.
Este é um livro que fica longe de ser um dos meus favoritos, até porque não me fez prender totalmente a leitura. Sim existe partes no enredo do autor que você não para de ler, até chegar ao final da aventura, mas o início do livro foi muito complicado de entender. Adorei sim a parte que Ablon e Shamira se aventuram juntos, e o final do livro me deixou muito curiosa. Pena que foi muito difícil me fixar no livro. Achei muito cansativo a leitura.

site: www.moradadolivro.blogspot.com
comentários(0)comente



Ana Sousa 08/09/2014

Diário de Leitura | A Batalha do Apocalipse
Não é bem uma resenha, mas sim minha visão sobre o livro.

site: http://www.garotadegravata.com.br/2014/08/diario-de-leitura-a-batalha-do-apocalipse.html
comentários(0)comente



Samilar 03/09/2014

Esse livro é maravilhoso, fantástico. É uma história surpreendente, que te faz viajar e imaginar toda a história, é bem escrita, bastante elaborada, com riqueza de detalhes. O autor te leva a outro mundo, te faz esquecer tudo ao redor, te prende até o fim.
Esse com certeza foi um livro que me surpreendeu. Super recomendo.
comentários(0)comente



Geslei 01/09/2014

Mistura de várias Religiões.
A história é contada através dos anos, com várias ideologias de religiões diferentes, A Batalha do Apocalipse consegue ser um extraordinário livro de ficção de um autor brasileiro, com certeza um sucesso, com a continuação em Filhos do Eden, este livro consegue ser atrativo apesar da leitura muito longa e cansativa...
comentários(0)comente



609 encontrados | exibindo 1 a 5
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 |



Publicidade


logo skoob beta
"É sem dúvida um sinal de liberdade, uma mostra de que é a própria leitura que está pedindo seu espaço, independentemente de campanhas de incentivo."

JB Online