O Mundo de Sofia

O Mundo de Sofia

4.06938 27284



Resenhas - O Mundo de Sofia


100 encontrados | exibindo 31 a 46
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7


rafaa 21/11/2015

Maravilhoso!
Esse livro é simplesmente sensacional!! Ele nos dá um embasamento básico sobre a filosofia! E além disso tudo nos mantém presos ao enredo do início ao fim... Recomendo para todos que se interessem por filosofia ou não..
comentários(0)comente



Sandrinha 05/11/2015

O livro é Excelente! Nunca foi tão fácil aprender filosofia. Romance misteriosa e envolvente.
Às vésperas de seu aniversário de quinze anos, Sofia Amundsen começa a receber bilhetes e cartões-postais bastante estranhos. Os bilhetes são anônimos e perguntam a Sofia quem é ela e de onde vem o mundo. Os postais são enviados do Líbano, por um major desconhecido, para uma certa Hilde Moller Knag, garota a quem Sofia também não conhece.Esse é o ponto de partida do romance.
De capítulo em capítulo, de “lição” em “lição”, o leitor é convidado a percorrer toda a história da filosofia ocidental, ao mesmo tempo que se vê envolvido por um thriller que toma um rumo surpreendente.
comentários(0)comente



Gabrielle 16/10/2015

O Mundo de Sofia é um livro para ser relido diversas vezes. Não apenas trás a questão filosófica aflorada em cada página, nos conduz a criação de uma própria tese. Jostein Gaarder teve como objetivo quando iniciou sua obra trazer um termo didático sobre a filosofia, já que era professor, buscando uma forma de levar o conhecimento amplo a jovens e crianças. O livro pode ser considerado complexo e muito bem estruturado, digamos que até um livro "adulto" por questões de um raciocínio melhor adequado, mas seu propósito voltou-se aos ensinamentos da filosofia numa faixa etária menor. A obra abrange desde os filósofos da natureza até os do século XX, teorias conhecidas como as de Darwin e Freud se fazem presentes, trás uma base da história e filosofia de Sócrates, Platão, Aristóteles e muito mais. Só que o livro não é baseado apenas nos ensinamentos principiantes da filosofia, há muito mais escondido. Muito mais a ser percebido em cada página dessa grande obra.
"Um sonho é uma pequena obra de arte, e criamos um por noite."
O livro ganhou sua segunda edição a pouco tempo, antes sua capa era azul e com algumas ilustrações na frente. Agora, a capa segue em cor laranja e um título usado como própria arte. Achei as duas capas bonitas, mas a primeira ainda é a melhor. O livro é um pouco grosso, afinal são 566 páginas, dá aquela vontade de desistir na metade. Mas assim que o olhar se volta para o texto novamente, o pensamento se perde, as horas correm e o querer saber o final permanece. Confesso, pensei em desistir muitas vezes, pois é muita teoria, é um livro onde temos que parar para pensar, raciocinar e até mesmo voltar e ler novamente para entendermos. Mas é uma obra que vale a pena. Não foi ao final da obra que percebi e sim, no início: cada página é uma forma de desafio com a mente do leitor, digamos assim, o autor brinca com a questão da filosofia, ensina e de alguma forma nesse meio termo faz com que o leitor se aproxime do conhecimento e crie sua teoria sobre o assunto.
"Somos como atores num palco, mas entramos em cena sem que tivéssemos oportunidade de decorar nosso papel, sem um roteiro definido e sem alguém para nos soprar nossas falas. Nós próprios devemos escolher como queremos viver."
Mas porque o Romance da História da Filosofia? O livro não trata de termos didáticos apenas, como disse logo acima, o autor achou um jeito de trazer a matéria para os seus alunos e jovens do mundo inteiro através de um romance. E foi aí que ele criou a história de Sofia Amundsen e de seu professor de filosofia Alberto Knox. Quando Sofia estava prestes a completar seus 15 anos começou a receber cartas de aniversário para a filha de um major da ONU que estava no Líbano, todas datadas de 15 de junho (data do seu aniversário também) com destinatário "Hilde Moller Knag a/c Sofia Amundsen". A garota deveria entregar essas cartas a esta tal de Hilde, porém não a conhecia e não sabia nem como encontrá-la. As cartas eram enviadas pelo pai da própria Hilde, mas porque ele enviaria para Sofia e não para a própria filha? Era o que Sofia queria saber. Além dessas cartas, ela começou a receber outras anônimas com perguntas como "Quem é você?" e "De onde vem o mundo?" e isso a levou a Alberto Knox com uma aula de filosofia gratuita e o direito a uma amizade que duraria para toda a eternidade. Sofia e Alberto descobriram coisas que jamais imaginaram e podemos dizer que eles inclusive brincaram com o próprio criador do mundo da Sofia. Se pararmos para pensar ao fim do último capítulo, veremos que o ciclo criado pelo autor remete a nós mesmos e eterniza. As mesmas perguntas feitas no início permanecem sem uma resposta, mas a visão de um mundo totalmente diferente, ironizado e cheio de porquês surge, e aquelas crianças que fomos um dia querendo descobrir o mundo em seu todo ressurgem numa nova era e com os mesmos propósitos. Afinal, quem sou eu?

site: http://www.meiahoraemparis.com.br/2013/11/resenha-o-mundo-de-sofia-jostein-gaarder.html
comentários(0)comente



Patrício Araújo FFXV 12/10/2015

a leitura do apaixonado por filosofia
Nossa q leitura \0/

O q falar dele aqui... bem vamos resenhar um pouco
Livro q me impulsionou mais na estória da filósofa, em por muito me deu vontade de fazer um curso... Estória envolvente, cheio de enigmas que por outro ora deixa vc intrigado... Temos q ler com pausadamente para entender cada função da filosofia. Enfim, história de uma garota chamada Hilde que irá completar 15, e nesse meio termo recebe um fichario do seu pai, nesse fichário ela ira passar por toda a estoria da filosofia e seus pensamentos. e nele ela irá desfrutar o quem tem de bom na filosofia...
#amolerlivros
comentários(0)comente



Tauan 23/09/2015

Tecnicolor
Fraco. É o adjetivo que me vem à cabeça para definir este aclamado sucesso de vendas dos anos 90.
Às vésperas de seu aniversário de quinze anos, Sofia Amundsen começa a receber bilhetes e cartões postais bastante estranhos. Os bilhetes são anônimos e perguntam a Sofia quem é ela e de onde vem o mundo em que vivemos. Os postais foram mandados do Líbano, por um major desconhecido, para alguém chamada Hilde Knag, jovem que Sofia igualmente desconhece.
O mistério dos bilhetes e dos postais é o ponto de partida do romance. De capítulo em capítulo, de "lição" em "lição", o leitor vai trilhando a história da filosofia ocidental - dos pré-socráticos aos pós-modernos.
Vale ressaltar que o livro é mais um guia básico de filosofia do que um romance.
Sua proposta é ser um divertido passeio pela filosofia permeado com o cotidiano de uma jovem, com um que de mistério; mas na realidade ele é denso no que diz respeito à filosofia, insosso no tocante aos dilemas adolescentes e forçado no que é relativo ao mistério.
O mais estranho é a peremptória reviravolta que acontece no meio do livro, de repente, o que era uma coisa certa, deixa de existir, e novos elementos são adicionados em um ponto em que a história já parecia encaminhada...
Mas é, sem dúvidas, uma aula de filosofia e tanto, para aqueles que se interessam pelo assunto...

site: http://pausaparaaleitura.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Bárbara 22/09/2015

Leitura muito interessante
O mundo de Sofia começa com a história da própria Sofia, que seguia sua vida normalmente, até começar a receber cartas de um misterioso Alberto. Assim, essas correspondências vão ficando mais frequentes e a história toma o seu rumo de uma forma muito interessante.

Junto com o enredo de Sofia é contada também a história da filosofia, de uma forma muito agradável, clara e simples. Jostein Gaarder soube apontar temas da filosofia de uma forma muito acessível e inteligente, empregando uma linguagem bem leve. Dessa forma, é possível se aprender muito.

Além de Sofia, aparece uma garotinha muito especial na história, a Hilde. A dúvida de quem é ela se estende além da perspectiva de Sofia e nos atinge, como leitores. Mas, de uma forma surpreendente esse enigma é solucionado. Temos como um estalo na consciência quando quem Hilde representa passa a fazer sentido para nós.

É uma obra fantástica, que vale muito a pena ser lida. Em vários momentos somos questionados e levados a refletirmos sobre a nossa própria existência. É uma leitura muito rica e interessante, bastante pertinente e que nos mostra uma nova ótica, um novo olhar sobre a realidade e a rotina a que muitas vezes estamos presos e pouco nos questionamos ou refletimos.



comentários(0)comente



Aninha Martins 20/09/2015

Interessante.... gostei
eu adorei ate onde li, só que não consegui terminar por ser em pdf , ler pelo tablet é muito ruim, mais ainda vou achar o livro e ler novamente.
comentários(0)comente



Cati 14/09/2015

Um livro para refletir
"O Mundo de Sofia" é aquele livro que faz com que seus leitores reflitam sobre as suas vidas e sua existência aqui na Terra. A obra proporciona uma incrível viagem através da Filosofia e sobre quão enigmática pode ser o simples fato de existir. Além disso, induz os leitores a se questionarem sobre as suas vidas e o modo como eles as vivem.
comentários(0)comente



Luubs ? 14/09/2015

Excelente
Iniciei a leitura de um capítulo para fazer um trabalho da escola, e acabei gostando da história então resolvi ler a história inteira
comentários(0)comente



Gustavo Catulé 13/09/2015

Minha esposa leu este livro com 12 anos, quando começamos a namorar ela me pediu pra ler porque queria colocar o nome da nossa filha de sofia, livro maravilhoso.
comentários(0)comente



Rafaela.Monteiro 12/09/2015

O melhor
Por ser um livro que conta a história da filosofia, torna-se bom por tratar-se do assunto de forma leve e não cansativa. O devolver da história também não deixa a desejar. É uma ótima escolha para pessoas que quiserem iniciar seus estudos sobre filosofia.
comentários(0)comente



OlAvia.Carvalho 12/09/2015

Filosofia
Esse livro é encantador. Diria até que foi o melhor livro que já li em todos os meus anos de experiência no mundo da leitura.
comentários(0)comente



iviegas 12/09/2015

Sofia
Apesar de fazer um tempinho que li, ainda recordo seu doce desenrolar.... leve e gostoso! Lembrei agora que tinha lido ele.
comentários(0)comente



EGO PATRONUS 10/09/2015

INTERESSANTÍSSIMO PORÉM CANSATIVO
O Mundo de Sofia, sem dúvida, é um excelente livro. Ele nos apresenta uma síntese das principais correntes filosóficas e filósofos desde os primórdios da humanidade. Ao mesmo tempo também trabalha na estranha relação entre Sofia, o Major e a tão misteriosa Hilde Moller Knag.
Como o título da resenha sugere, é de fato um livro bastante enriquecedor no âmbito cultural, histórico, político e filosófico (AH VÁ!), porém acaba sendo um pouco cansativo pela grande exposição de acontecimentos e nomes. Para um maior aproveitamento da história, eu sugiro lê-lo com um caderno de anotações por perto, onde seja possível organizar a cronologia dos acontecimentos e apresentar suas ideias próprias - de outra forma o leitor pode acabar se perdendo em algumas partes. De qualquer forma, o tempo investido na leitura é bastante proveitoso. Se me perguntarem se leria de novo: sim! Definitivamente!
comentários(0)comente



100 encontrados | exibindo 31 a 46
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7