Faça seu login para ter acesso a todo conteúdo, participe também do sorteio de cortesias diárias. É rápido e gratuito! :) Entrar
Login
Livros | Autores | Editoras | Grupos | Trocas | Cortesias

Uma trufa e... 1000 lojas depois!

A inspiradora receita de sucesso da maior rede de lojas de chocolates finos do mundo

Alexandre Tadeu da Costa
Resenhas
Mais Gostaram
8 encontrados | exibindo 1 a 5
1 | 2


deniseayres 24/02/2011

O livro conta a trajetória de sucesso de Alexandre Tadeu Costa.
Aos 17 anos ele começou a vender bombons inspirado em sua mãe que vendia produtos para as donas de casa do bairro que moravam em Sampa City.
Nesse livro, ele conta os erros, os acertos e os grandes encontros que a empresa te proporcionou.
Histórias dos bastidores...

O livro é muito bom,uma lição de vida.

destaco um quote super!

"... aquela altura a vida já tinha me ensinado que sonhar grande e sonhar pequeno dá o mesmo trabalho. Se é assim, por que não sonhar grande?" pag 10
comentários(0)comente



Jéssica R. 20/10/2011

Inspirador
Desejei esse livro no momento em que lí a sinopse e não me arrependi.

Esse livro é ótimo, muito bem escrito e de fácil compreensão, fiquei encantada pelo amor que Alexandre tem pelo seu trabalho e impressionada com sua idade.
Faço faculdade de Administração e tenho esse livro como exemplo para o que desejo para o meu futuro.
O livro conta como foi a criação da Cacau Show, que foi inesperado, mas muito bem aproveitado.

Indico esse livro não só para administradores e empreendedores, mas sim para todos, pois o livro não mostra apenas a história da criação de uma empresa, mas também o início e evolução de um sonho que virou realidade.

É um exemplo de perseverança, persistência e disciplina.

O livro está dividido em 7 capítulos que são as 7 estrelas do símbolo da Cacau Show, sim cada uma daquelas estrelas tem um significado, eles são os 7 credos que regem a empresa.
O livro possui fotos, o que nos deixa mais próximos e ligados na história.
Também possui reflexões do professor José Luiz Tejon, que eu adianto "são ótimas".

"A paixão é, definitivamente aquilo que nos move."
Alexandre Tadeu da Costa
comentários(0)comente



Silvio Almeida 27/11/2013

Um livro para quem gosta de chocolate e é apaixonado pelo que faz
Este livro conta a trajetória de sucesso do empresário Alexandre Tadeu da Costa, fundador e proprietário da Cacau Show, que é a maior rede de lojas de chocolates finos do mundo.

Não espere por um livro de negócios ou por uma biografia, muito menos por uma obra com dicas quentes! de auto-ajuda, esta obra é na verdade quase um relato de um verso de amor de seu criador por sua obra.

Cada capítulo tem um significado prático, mas ao mesmo tempo inspirador na forma como é contado pelo autor e pelo professor José Luiz Tejón que ao final tece reflexões por vezes poéticas de cada elemento que compõe a base de valores da Cacau Show.

Há maior lição deste livro é que temos que nos voltar a essência, ao mais simples daquilo que somos e fazemos, pois o restante de certa forma é consequência daquilo que plantamos e semeamos durante a nossa jornada.

comentários(0)comente



Moitta 10/03/2014

Alexandre Tadeu Costa fala sobre sonhar grande, nunca desistir, superar obstáculos e definir e alcançar metas.
Diz que é necessário disciplina, nunca se conformar com um não, saber que errar faz parte do jogo e que é importante lutar até o fim, que em geral a sorte se apresenta pra quem esta preparado.

Fala da importância dele ter tido pés no chão, de reinvestir na fábrica comprando equipamentos quando outros compravam carros pessoais. Fala muito da atenção ao detalhe. Ele, como fez tudo desde o começo, encontrou formas de cortar custos (como unhas, corte-os sempre). Leu muito sobre negócios, sempre teve facilidade para números. Fala bastante de gratidão, da paixão ser o ingrediente fundamental para o sucesso da Cacau Show.

Há um capítulo sobre inovação, sabendo que as grandes decisões precisam ser tomadas, que ninguém vive de história, de passado. Quando tinha um cliente responsável por mais de 50% de suas vendas, fez uma meta de ter no máximo um cliente com 10%, e em 2 anos quando esse cliente faliu eles não sofreram como outros fornecedores.
Tem um mix variados de produtos, com mais de 230. E há um processo de 'seleção natural' onde sobrevivem os produtos que mantêm melhor desempenho. Há agora profissionais especializados monitorando os lançamentos mais importantes do setor, coisa que antes era basicamente função do Alexandre. De cada viagem ele trazia ideias. Sempre trabalhando, achando um jeito de visitar uma fábrica e coisas do gênero.

Diz que valorizar as pessoas é importante, e pra isso basta tratá-las como pessoas. Mas, apesar de ter lido o "Virando a própria mesa" do Ricardo Semler, o máximo que aplicou ao que me pareceu foi uma biblioteca na empresa onde se conta com a honestidade de cada um pra devolver sem ter registros. E no refeitório não há diferenciação pelo cargo.

Mostra que gosta de números redondos, coincidências (especialmente numéricas) e rituais. Um dia viu a última caixa da páscoa saindo e resolveu que era um simbolo que precisava ser comemorado. Faz o almoço pós páscoa pro pessoal e vai nas festas de aniversariantes do mês, onde há muita descontração e apresentações artísticas de quem quiser.
Boa parte do crescimento veio no final. Tudo começou em 88, mas a 1a franquia foi aberta em 2002. Em 2005 tinham umas 200 franquias. Ai decidiu a meta de 1000 e conseguiram, trabalhando duro conforme diz.
Aprendeu no caminho muitas coisas, e está na transição de empreendedor pra empresário.
O mercado da marca é o de qualidade artesanal e produção industrial. Pessoas que estão cansadas do sonho de valsa mas não tem dinheiro pra um Konpenhagen. As embalagens são muito importantes, mas mais do que tudo parece ter sido o crescimento "lento" da empresa, que lhe permitiu ir aprendendo e testando. Ele sempre optou pela segurança, desde que sentiu o aperto aos 17 de ter que fazer 2000 ovos em 3 dias, decidiu que queria empreender mas não sentir aquilo de novo (diferente de muitos empreendedores mais atraidos pelo perigo, pela adrenalina dos riscos). Nunca pediu um empréstimo, e deixou gastos pessoais para reinvestir na empresa conforme relata, outro ponto onde ir "devagar" foi fundamental.

Há no fim de cada capítulo reflexões de um professor amigo dele, e muitas fotos pelo livro.
comentários(0)comente



Aline 18/02/2014

Uma bela surpresa!
Se eu fosse a uma livraria, com certeza "Uma trufa e... 1000 lojas depois" seria uma das minhas últimas opções. Sei lá, não faz meu estilo, prefiro ler um bom romance...Maaaas, como foi um presente de Natal, resolvi dar uma chance. Aliás, o amigo que me presenteou é administrador e achei legal da parte dele me inserir no mundo dele dessa forma. Me fez sentir parte!

Depois que li esse livro, vejo a Cacau Show com outros olhos. Aliás, qualquer grande empreendimento. Pois sei que tudo foi fruto de muito esforço, dedicação e paixão!

Alexandre nos conta toda a sua trajetória para tornar a Cacau Show na grande marca que ela é hoje, desde a sua primeira trufa até a milésima loja. E fiquei impressionada com a maturidade e ambição que ele tinha desde os 17 anos. A Cacau Show nada mais era que só mais uma opção dentro do catálogo de variedades da Mavil's - empresa da mãe de Alexandre. E os chocolates nem eram caseiros! Eram fornecidos por outras empresas. Por uma felicidade, quero dizer, infelicidade do destino, a venda de chocolates não deu muito certo na Mavil's. Foi aí que Alexandre viu a sua grande oportunidade.

Foi muito sacrifício, dedicação, horas de trabalho, estudo, persistência, humildade, e principalmente amor pelo que faz!
Neste livro, encontrei lições preciosíssimas, não só pra quem quer montar "O" negócio da sua vida, mas pra quem acredita no seu sonho e deseja realizá-lo! É preciso persistir, se dedicar inteiramente, ter humildade pra reconhecer que nem sempre se sabe tudo, procurar aprender com os próprios erros, ser gentil, e acima de tudo, ser apaixonado pelo seu trabalho, pelo seu curso, pela sua família, seja o que for...
Quando fazemos algo com amor, mesmo com a trabalheira toda que dá, a sensação de felicidade e satisfação consigo mesmo é indescritível!

Pude sentir o carinho e o amor dispensados em cada trufa de chocolate e isso me fez sentir muito especial! Só sei que este chocolateiro apaixonante ganhou minha admiração como líder e como pessoa!

Só tenho a agradecer ao meu amigo que me surpreendeu com o livro! Pensei que seria uma leitura chatérrima! Pelo contrário, foi muito proveitosa!

Leitura recomendada!
comentários(0)comente



8 encontrados | exibindo 1 a 5
1 | 2



Publicidade


logo skoob beta
"o site é uma ótima ferramenta para estimular a leitura nas escolas e universidades."

Conexão Professor