Faça seu login para ter acesso a todo conteúdo, participe também do sorteio de cortesias diárias. É rápido e gratuito! :) Entrar
Login
Livros | Autores | Editoras | Grupos | Trocas | Cortesias

Olga

A vida de Olga Benário Prestes, judia comunista entregue a Hitler pelo governo Vargas

Fernando Morais
Resenhas
Recentes
75 encontrados | exibindo 1 a 5
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15


Diná 01/10/2014

Quero ler Olga
Quero ler esse livro, porque é um livro que conta um dos fatos que aconteceu na nossa história, pois o autor escreve minunciosamente a história dessa judia, trazendo assim muitos conhecimentos sobre o nazismo, incentivando nós leitores serem críticos e permitindo a viver uma vida extraordinária nessa aventura que o livro traz para gente, como podemos ver na opiniões de outros leitores.

site: #desafiodeprotagonismo
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Nathalia Almeid 30/04/2014

Mulher
Um livro muito massante no começo, chega a ser ate monótono, só não larguei o livro, pois eu não desisto de um livro mesmo eu não gostando, vou ate o final leve o tempo que for. O livro e muito extenso. Porem o final e emocionante, você se vê na historia, ate parece que se esta vivenciando tamanha a riqueza dos detalhes.
comentários(0)comente



BecaCPp 18/04/2014

18042014
20140418
comentários(0)comente



Fernando 07/04/2014

"A insânia não tinha limites"
*Não dá para definir e nem é justo definir esse livro em apenas 3 palavras frases, então farei uma exceção.

Definição do livro em 5 palavras/frases: Atemporal, Humano, Precisa de estômago forte, Emocionante e Um livro para se levar como lição e reflexão para toda vida.

A vida de Olga Benário Prestes é atemporal, impressionando, chocando e comovendo todos que possuem um pingo de humanidade e respeito ao outro no coração.
Fernando Morais não poupa o leitor ao descrever torturas que os comunistas foram submetidos em um mundo nazi-fascista governado por Vargas e conta a história de um romance que envolve o leitor e o torna parte do meio. Passei os 4 dias lendo Olga mudando, sem perceber, meus comportamentos de acordo com o que acontecia com o livro, quando alguma injustiça ocorria ficava indignado e estressado porém, ao ver a força com que alguns continuavam lutando, ficava alegre e pensava certos finais mesmo sabendo qual era o verdadeiro.
A única ressalva que faço mesmo sabendo que foi necessário para o esclarecimento da história, foi a de o livro girar em torno de Olga, mas capítulos e capítulos serem sobre amigos e outros comunistas importantes para a história, deixando a leitura um pouco cansativa. Entretanto, o trabalho maravilhoso de Fernando em pesquisar com afinco sobre a verdadeira revolução comunista de 1935, não sendo nenhuma hora parcial nas narrações, relatando apenas fatos em uma linguagem literária, me levanto e aplaudo-o por essa obra que faz refletir e torna quem lê mais humano.
Se alguém espera que um livro de 1985 tenha um linguagem igual aos dos livros YA atuais, que esse livro especificamente com tantos detalhes históricos dê para ler com pequena atenção, desista. E aqueles que não tem estômago forte, preparem os sacos de regurgitação.
comentários(0)comente



75 encontrados | exibindo 1 a 5
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15



Publicidade


logo skoob beta
"O contato direto com outros leitores incentiva a ler e adquirir livros que nem imaginávamos existir."

Revista Época