Éramos Seis

Maria José Dupré



Resenhas - Éramos Seis


75 encontrados | exibindo 46 a 61
1 | 2 | 3 | 4 | 5


Matheus Valei 22/06/2014

Uma lutadora
Impossível não se emocionar com a saga dessa mulher tao doce,tao forte,tao empenhada em proteger sua família.Suas alegrias,suas dores,seus sofrimentos,seus problemas comovem a qualquer um e parece que a conhecemos de algum lugar,podendo ser uma parente,uma vizinha,uma amiga nossa.Como ela sofre! E adorei a adaptação que o SBT fez em 1994 da obra,todo o elenco e produção fizeram uma novela brilhante e ficou igualzinha a sinopse original.Irene Ravache conseguiu transmitir ao público toda a emoção da personagem!Merecia uma reprise!Parabéns Dupré,Parabéns Silvio de Abreu,Parabéns SBT!Amo muito!
comentários(0)comente



27/04/2012

Um livro de drama que possivelmente lhe arrancará lágrimas. Leitura que vale a pena.
comentários(0)comente



Filipe 02/11/2010

Excelente Livro
Muito boa a História desse livro.

Representando a São Paulo do início do século passado conta a história de uma família e todos os percausos que ela pode passar!!!

Narrado por D. Lola ela vai contando a história da criação dos seus filhos até cada um deles estarem "prontos para a vida".

Um dos primeiros livros que li e não há como não ver sua propria familia em algumas situações dessa história...

Merece a leitura!
comentários(0)comente

bruna 02/02/2011minha estante
nossa coleção vagalume foi minha infância! muitas boas lembranças.




Katia 22/12/2010

Li esse maravilhoso livrinho na adolescência, meu Deus, como chorei!! meu peito doía de tanta comoção,como me sensibilizei com essa mãe, com suas dores e perdas, é muito triste, mas muito bonito, o título já conta o livro, com certeza esse livrinho é um dos meus inesquecíveis!!
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Rozy 14/11/2014

ÉRAMOS SEIS
Esta obra da Maria José, me capturou para sempre para o mundo da leitura; foi meu primeiro contato com os livros; o li, vibrei, chorei, e nunca mais me esqueci da historia daquela família que de alguma forma parecia um pouco com a minha; me identifiquei com as dificuldades deles, as alegrias, os problemas e desde então o meu mundo ficou povoado de livros. Posso dizer que eu ainda era muito criança, mas fui arrebatada para esse magnífico universo da leitura. Obrigada, Maria José!!!
comentários(0)comente



Sonia Soares 23/06/2010

Filhos são realmente nossos
Me apaixonei por essa família ,não tem como não se envolver com os problemas deles são problemas do nosso dia a dia que fica mais facíl de se indentificar quando estamos do lado de fora.Sofremos juntos com essa mãe que luta para manter a família unida e nos emocionamos quando um por um vai se distanciando
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Guga 28/08/2010

Muito bom!
Comecei a ler sem vontade, meu pai havia recomendado. Disse que aos 14 anos tinha lido e gostou muito. E realmente, o livro é maravilhoso.
Emocionante! Recomendo à todos.
comentários(0)comente



Sudan 30/05/2009

Éramos Seis
Coragem, perseverança e união. Serão esses os segredos que permitem aquela família enfrentar todos os desafios que a vida lhe impõe ? Éramos Seis, é um livro clássico, que tem emocionado muitas gerações.
comentários(0)comente



Re 17/11/2012

Próximo a realidade ...
Pra quem é criança, jovem ou adulto não deixem de conhecer a história de D. Lola, a mulher e mãe batalhadora que mora na Av. Angélica, em São Paulo, e cria com amor e carinho seus quatro filhos: Carlos, Alfredo, Julinho e Isabel.Conheci este livro quando tinha 12 anos de idade,o 1º livro q eu comprei. Na hora pensei:"Um livro? E ainda grosso assim? Ah não!" Mas foi a partir daí que tomei gosto pela leitura. Me emocionei até às lágrimas lendo a história dessa família, tão próxima da minha....se você gosta de história,o livro também agrada: em uma de suas passagens temos como pano de fundo a Revolução Constitucionalista de 1932, em São Paulo. Sem contar, o fato de conhecermos também o interior de São Paulo, especialmente a cidade de Itapetininga, onde moram as irmãs de D. Lola, Olga e Clotilde.
Em 1994, foi feita a novela Éramos Seis, exibidas pelo SBT. Pra quem leu o livro, há algumas diferenças sensíveis na novela, como por exemplo, o desfecho do personagem Carlos. Mas, mesmo com alguns pontos diferentes, a trama foi bem dirigida e tornou-se um dos grandes sucessos...
comentários(0)comente



Leilinha 30/05/2014

Lembranças
Conheci esta história primeiro pela TV. Lembro-me que era criança quando passou uma novela com este título. Quando li o livro, percebi que tinha muitas coisas diferentes (o livro é melhor, claro). Para falar a verdade, fiquei meio triste e pensativa depois de ler o livro, pois você acaba se envolvendo com cada personagem e sofre com cada perda que é relatada. Mas vale a pena ler.
comentários(0)comente



Léia Viana 16/11/2013

Comovente.
“Quanto mais velha eu ia ficando, mais forte me sentia contra as vicissitudes e as tormentas à minha volta; com o tempo, vamos aprendendo melhor os conflitos da vida; a própria vida vai nos ensinando a viver melhor e a se sentir melhor. É a sabedoria da idade.”

A história de dona Lola, mãe, esposa, sem estudo nenhum, contava apenas com a sabedoria da idade para auxilia-la a viver a vida e a educar e criar seus quatro filhos, é emocionante e triste. Muito triste. É impossível ler essa estória e não deixar as lágrimas rolarem soltas pela face.

Acompanhar a luta dessa senhora para sustentar a si e aos filhos, a entendê-los dentro de suas diferenças e ensiná-los o caminho do bem e perdoando-os pelos tropeços que dão é sofrível e muito bonito, é algo que, creio eu, só as mães são capazes de fazer. “Éramos Seis” é um livro que comove e nos faz perceber o quanto a vida é dura e difícil para aqueles que nasceram desprotegidos e com falta de oportunidades.

Este livro além de trazer uma história de luta e perseverança para fugir da pobreza, faz um passeio lindo por uma São Paulo antiga, e alguns fatos históricos, como as Revoluções Paulistas de 1924 e 1932, e um pouco da Segunda Guerra Mundial no Brasil.

A narrativa é cativante e bem detalhista, é fácil ir construindo cenários conforme a leitura segue.

"Éramos seis, e agora estou só...”

Leitura recomendada!


site: http://caminhodasborboletas74.arteblog.com.br
comentários(0)comente



Bit 10/03/2011

A história de Dona Lola e sua família, uma bondosa e batalhadora mulher que faz de tudo pela felicidade do marido, Júlio, e dos quatro filhos: Carlos, Alfredo, Julinho e Maria Isabel. A vida de Dona Lola é narrada desde a infância das crianças, quando Júlio trabalha para pagar as prestações da casa onde moram, passando pela chegada dos filhos à fase adulta e de Dona Lola à velhice. Conforme os anos passam, vão se modificando as coisas na vida de Dona Lola: a morte de Júlio; o sumiço de Alfredo pelo mundo; a união de Isabel com Felício, um homem separado; a ascensão de Julinho, que se casa com uma moça de família rica. O título do livro vem da situação de Dona Lola ao fim da vida, sozinha num asilo: eram seis, agora só resta ela. Também são expostos no livro outras personagens, como os familiares de Lola: na cidade de Itapetininga, interior paulista, moram a mãe, Dona Maria; a tia Candoca; as irmãs Clotilde, solteira, e Olga, casada com Zeca, seu cunhado; na cidade, vive a rica tia Emília, irmã de seu pai; e a filha dela, Justina
comentários(0)comente



Juci 16/01/2013

Faz alguns anos que eu li esse livro. E, apesar do tempo, nunca vou me esquecer da doçura dessa bela história, da luta dessa família e de como, o amor, edificou esse lar.
comentários(0)comente



75 encontrados | exibindo 46 a 61
1 | 2 | 3 | 4 | 5



logo skoob
"o Skoob oferece um espaço com comentários e críticas que lhe servirá de amparo antes de qualquer leitura."

Outro Lado