Faça seu login para ter acesso a todo conteúdo, participe também do sorteio de cortesias diárias. É rápido e gratuito! :) Entrar
Login
Livros | Autores | Editoras | Grupos | Trocas | Cortesias

Dom Casmurro

Machado de Assis
Resenhas
Recentes
531 encontrados | exibindo 1 a 5
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 |


Eduardo 15/08/2014

Meu livro nacional preferido
Como todos os personagens de Machado, nem mesmo o mocinho da história é totalmente bonzinho. Bentinho foi apressado em acusar Capitu de traição sem mesmo tomar conhecimentos mais profundos, e não apenas pela aparência de seu filho.
Entretanto, creio que Capitu foi sim uma traidora; não há melhor descrição do que seus "olhos de cigana oblíqua e dissimulada"! Tais palavras, mesmo que por opinião de Bentinho, refletem-se em todos os atos vividos pela personagem.
Mesmo sem confirmações, e deixando em destaque o que há de mais interessante no livro - a dúvida -, acredito que Capitu tenha traído seu amigo e marido.
O mais interessante do livro é a que ponto ele pode nos levar à imaginação de uma vida real mesmo; é impressionante como Machado consegue nos levar a pensamentos e mundos distintos (e em uma época que não é nossa) apenas com uma história que, por sinal, poderia se passar com qualquer pessoa!
É o meu livro nacional preferido de todos os tempos!
comentários(0)comente



Dayara 13/08/2014

Dom Casmurro
Dona gloria tinha um filho chamado bento que ele não tinha pai,eles morava com uns parentes em Matacavalos,sua mãe com a perda de um filho,fez uma promessa que bento iria ser padre,ao completar seus quinzes anos bento já podia ir pro seminário cumprir a promessa feita por sua mãe.
Bento tinha uma amiga que se chama Capitu,antes de ir pro seminário ele foi o visita-lo,eles eram amigos desde crianças dai começaram a se gostar como namorados e não queria se separar mais,queriam era casar depois de um tempo.
Bento foi pro seminário e conheceu um amigo chamado Escobar e contou que iria casar com Capitu,sempre no final de semana ele ia ver sua família e a namorada,depois de um tempo Escobar começou a ir também,logo se tornou a amigo de Capitu,um dia Bento resolveu sair do seminário e casar com Capitu,ele era formado em Direito e logo foram morar na Tiruca.
Escobar namorava com uma amiga de Capitu,Sancha,eles casaram e ficava indo jantar na casa um do outro,Escobar logo foi pai de uma menina,depois de um tempo Bento também foi pai de um menino,Ezequiel,Escobar morreu e sua esposa foi embora.
Os tempos se passando o menino de Bento e ficando parecido com Escobar ao perceber isso ele lembrou do velório de Escobar que Capitu tava meia estranha e começou a achar que tinha sido traindo,ate um dia eles se separaram,Bento angustiado com a traição queria se matar,ate um dia ele deixou isso de mão e foi embora pra Europa,logo Capitu morreu,mesmo sido traindo ele trata Ezequiel como filho e o presenteou com uma viagem pra Grécia,Egito e Palestina por ele gostar de Arqueologia ao ir essa viajem Ezequiel arrumou uma doença e veio a falecer.
comentários(0)comente



Débora 12/08/2014

Dom Otelo Casmurro
Apesar da conclusão final da obra ser a traição de Capitu. Eu vou a favor das mulheres, desde do início da obra Machado relata o ciúme oteliano de Bentinho, e somente ele tinha essa desconfiança. Sua crença é subjetiva e baseada em coincidências. Luto pelas minorias e acredito na lealdade de Escobar, e na fidelidade de Capitu.
comentários(0)comente



Dayane 10/08/2014

Dom Casmurro
Dom Casmurro
O livro conta a história de um romance pouco provável entre os jovens Bento ou “bentinho” e Capitolina ou “Capitu” os dois se apaixonam ainda na infância quando eram vizinhos, porem bentinho por conta de uma promessa da mãe teria de ser padre e logo seria mandado ao seminário, temendo que isso os separe bentinho e Capitu juram se casarem quando maiores. Bentinho acaba indo ao seminário onde conhece seu melhor amigo Escobar que passa a ter grande importância em sua vida, leva-o até sua casa para conhecer sua família e conhece também Capitu.
Mas como prometido bentinho desiste de tudo para fazer direito e poder casar com Capitu encontrando uma solução para a promessa da mãe.
Após as dificuldades que enfrentaram para viver o amor que sentiam bento e Capitu casam-se e acabam mantendo forte amizade com Escobar e sua então esposa.
Capitu depois de algumas tentativas finalmente engravida e até ai tudo está bem com o casamento, porem um misto de ciúme e desconfiança toma conta da figura romântica de bentinho, quando ele passa a ver em Ezequiel seu filho grande semelhança com Escobar seu melhor amigo.
Depois de um tempo sente sua desconfiança confirmada com a morte de Escobar quando nota tristeza diferente em Capitu, e cada vez maior a semelhança entre Ezequiel e Escobar.
Temendo não suportar a traição desse amor Bento decide se matar tomando café envenenado e é ai que Ezequiel aparece e ele decide matar a criança, porem desiste e acaba contando pra ele que não é seu pai, depois disso, inúmeras discussões acontecem entre o casal que decide se separar.
A separação é feita em uma viagem para o exterior, bentinho volta sozinho deixando os dois lá, muitos anos depois descobre que Capitu morreu e recebe a visita de Ezequiel mas não suporta a semelhança e o despreza novamente, o menino morre tragicamente e bentinho ou Dom Casmurro que recebe esse apelido justamente por ter se tornado um senhor infeliz e amargo.
A verdade é que essa é uma das obras mais complexas que já li, Machado de Assis tem o poder de envolver e enganar o leitor, nunca saberemos a verdade, Capitu traiu ou não bentinho?? Conhecemos uma única versão de toda a história a de Bentinho, que a contou como quis, a versão de um senhor que conviveu a vida inteira com o amor que sentia pela menina e depois mulher com “olhos de cigana obliqua de dissimulada”.

Dayane Maia
comentários(0)comente



Luana 08/08/2014

Dom Casmurro, livro do escritor brasileiro Machado de Assis, é uma obra que atrai o interesse de muitas pessoas, principalmente pelo grande enigma que esse autor incorporou no fim da história. Esse livro conta, em primeira pessoa, a história de amor de Capitu e Bentinho, que posteriormente é marca pela desconfiança e pelo ciúme de Bentinho.
Tudo começa quando os dois, Capitu e Bentinho, ainda quando crianças se apaixonam um pelo outro. Durante muito tempo, eles resolveram manter essa paixão em silêncio, pois desde que Bentinho nasceu, sua mãe fez uma promessa para que ele fosse padre. Com alguns anos desta paixão escondida, o agregado que trabalhava com a mãe de Bentinho, chamado José Dias, acabou notando uma certa diferencia nos comportamentos dos dois.
O agregado, ao saber dessa paixão de Bentinho e Capitu, resolveu ajudar, pois sempre teve um afeto muito grande pelo menino. Após o agregado tentar de todas as formas convencer a mãe de Bentinho a não deixar o menino ir para o tal seminário de padre, acabou que Bentinho foi, e por lá passou um tempo. No seminário, Bentinho conheceu Escobar, que com o passar do tempo se tornara seu melhor amigo. Durante o período em que Bentinho estava no seminário, José Dias, o agregado, conseguiu convencer a mãe do menino, que se chamava Glória, de que essa promessa que ela fizera tinha como ser modificada. Foi ai que José Dias, conseguiu tirar Bentinho do seminário.
Quando Bentinho saiu do seminário, ele conseguiu se casar com Capitu, seu grande amor, e com pouco tempo depois, ele ficou surpreso ao saber que Capitu estava grávida. O tempo vai passando e Bentinho começa a ter ciúmes de Capitu com qualquer pessoa, até com Escobar, seu melhor amigo.
comentários(0)comente



531 encontrados | exibindo 1 a 5
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 |



Publicidade


logo skoob beta
"Uma ferramenta como essa pode certamente ser usada por professores para incentivar a leitura."

Jornal do Brasil