Faça seu login para ter acesso a todo conteúdo, participe também do sorteio de cortesias diárias. É rápido e gratuito! :) Entrar
Login
Livros | Autores | Editoras | Grupos | Trocas | Cortesias

O Menino que Quase Morreu Afogado no Lixo

Ruth Rocha
Resenhas
Mais Gostaram
6 encontrados | exibindo 1 a 5
1 | 2


Maria Eduarda 18/05/2012

O menino que quase morreu afogado no lixo
Ronaldinho era um garoto comum, mas com uma característica muito forte: não gostava de arrumação, de limpeza, de jogar lixo fora... Um dia, os pais do Ronaldinho foram viajar e o menino ficou sozinho em casa. Como ele não gostava de casa arrumada, a sujeira foi acumulando, acumulando e... Você nem pode imaginar o que aconteceu...
Auany 25/09/2014minha estante
Já imaginei ele quase morreu afogado no lixo e depois ele nunca mais deichou seu quarto sujo e colocou um lixeiro para cada tipo de lixo




Ana Carolina 22/05/2012

O menino que quase morreu afogado no lixo
Esse livro fala sobre um menino que fazia festas e comia muita porcaria em seu quarto e não o limpava, mesmo recebendo broncas da empregada.

Um dia aconteceu um terrível acidente. Com isso esse menino descobriu uma forma saudável de se viver.

O livro é interessante pois passa a mensagem que devemos manter nosso quarto limpo e organizado.
comentários(0)comente



Terezinha 29/04/2013

Esse livro é um livro muito educativo que além de você ler ,você está aprendendo muitas coisas importantes,quando se ler esse livro você está entrando em um mundo de aventuras e diversões.Ele ensina que não podemos deixar o nosso quarto sujo e nem desarrumado.
comentários(0)comente



kath 11/02/2014

li com a minha irmã para ajuda-la a fazer a prova da escola, é meio bobo, mas dá uma lição legal
comentários(0)comente



Mário H. 30/06/2011

dei três estrelas porque a idea que se queria passar foi atingida.
Bem contada, afinal, é Ruth Rocha.

Só não tem mais estrelas porque é infantil, somente por isso
comentários(0)comente



6 encontrados | exibindo 1 a 5
1 | 2



Publicidade


logo skoob beta
"O contato direto com outros leitores incentiva a ler e adquirir livros que nem imaginávamos existir."

Revista Época