Tudo aquilo que nunca foi dito

Tudo aquilo que nunca foi dito
3.94507 1074



Resenhas - Tudo aquilo que nunca foi dito


74 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5


Anna 16/11/2015

Inesperado.
Não esperava muito deste livro, e fui surpreendida. Uma história surreal, que promove reencontro entre pai e filha, perdão e momentos muito engraçados. Pra matar o tempo...
comentários(0)comente



Lorena 24/09/2015

Me fez rir, me fez chorar...
Eu realmente não esperava muito desse livro, eu o ganhei e tinha que lê-lo, comecei a ler já pensando em outro que eu queria ler mais, mas que por ser mais longo optei por ler esse mais curtinho, mas que feliz engano o meu, tão bom quando um livro acaba sendo muito mais do que você esperava, tão boa essa sensação de ter descoberto um tesouro inesperado e a gratidão que fica.
Uma bela história sobre reencontro, perdão e amor... amor verdadeiro, amor de pai, amor de mãe, amor de filha, amor de amigo, amor à primeira vista, amor além da morte.
Nunca é tarde demais enquanto as coisas não forem definitivas!
comentários(0)comente



Jessica 04/09/2015

Comprei esse livro por recomendação da garota it (Pam Gonçalves) e o livro tem uma temática incrível, o tema me lembrou ps: eu te amo, porém é abordado de uma maneira que eu não gostei pq não era real, não aconteceria comigo, mas o desenvolvimento da personagem principal é marcante, recomendo, mas leia com a mente aberta.
comentários(0)comente



eestreelaa 19/12/2014

No começo do livro não fiquei muito empolgada como aqueles livros que da vontade de terminar de ler no mesmo dia, mas a história em si me chamou a atenção e por isso segui em frente.
Um livro que da tristeza quando acaba, é como posso resumi-lo, lindo, lindo, lindo, uma lição e quem sabe para muitos como foi para mim uma forma de lembrar que deixamos muitas coisas essenciais para depois ou pra lá, sendo tarde para viver histórias e momentos incríveis.
Super recomendo.!!
comentários(0)comente



Karina 07/12/2014

Resenha: Tudo Aquilo que Nunca foi Dito
Autor: Marc Levy
Editora: Suma de Letras
Páginas: 244

Sinopse
Com mais de 23 milhões de livros vendidos e traduzidos em 42 línguas, o autor francês mais lido no mundo, Marc Levy, volta a cativar os leitores em seu oitavo livro. Em Tudo Aquilo Que Nunca Foi Dito, Marc Levy aborda a relação conflituosa entre um pai e uma filha. Poucos dias antes do seu casamento, Julia recebe um telefonema do secretário de seu pai. Como ela já tinha previsto, Anthony Walsh - empresário brilhante, mas pai distante - não poderá comparecer à cerimônia. A ausência de seu pai em momentos importantes de sua vida da filha não é novidade para Julia. Mas pela primeira vez, a personagem tem que reconhecer que ele tem uma boa desculpa: Anthony Walsh morreu. A ironia amarga da situação, com Julia forçada a adiar o casamento para enterrar o pai, faz aquela parecer mais uma das peças pregadas pelo destino na difícil relação entre os dois. Mas, no dia seguinte ao funeral, ela descobre, na forma de um enorme pacote deixado na porta de sua casa, que aquela não tinha sido a última surpresa de seu pai - e parte na viagem mais extraordinária de sua vida, uma oportunidade para que os dois digam um ao outro, enfim, tudo aquilo que nunca foi dito.

OPINIÃO DELA:

O pai de Julia Walsh sempre foi muito ausente da vida de sua filha, Julia Walsh. Além disso, costumava ser um pai controlador quando conseguia se infiltrar na vida da filha... Então, na primeira oportunidade, Julia decidiu sair de casa e viver sua vida longe do seu pai. Passaram quase vinte anos e os dois não tinham trocado nem um telefonema, mas Julia iria se casar e resolveu enviar um convite ao pai, sem esperanças de que ele fosse aparecer. Quando o secretário do seu pai liga para justificar a ausência do pai Julia espera qualquer coisa, menos a verdade: seu pai morreu e o enterro seria no mesmo dia do seu casamento. Julia teve que adiar o casamento porque é a única parente mais próxima e também porque, gostando ou não, aquele homem que morrera era seu pai. Julia só não imaginava o que estava por vir... O que seu pai tinha preparado. Um caixote de madeira com a promessa de que eles teriam a oportunidade de dizer tudo aquilo que nunca foi dito um ao outro.


A verdade é que eu esperava uma relação mais realista e mais profunda e dramática entre pai e filha, mas não. Não teve tanto drama em relação ao pai, mas sim em relação a algumas coisas do passado mal resolvidas. E uma incrível história de amor mal resolvido rouba a cena familiar, mesmo que para a resolução dessa história a ajuda que o pai ainda poderia oferecer seria imprescindível.

O que posso dizer é que excluindo a maneira como o pai consegue ajudar a filha mesmo depois de morto, eu gostei muito do enredo e das coisas que eu jamais imaginaria que Julia tinha deixado para trás. Todos os sentimentos que ela guardara... Tudo isso foi uma surpresa para mim e foi nesse momento de descoberta que o livro me prendeu. E a partir daí as páginas foram passando cada vez mais rápido, mas ainda assim demorou até a escrita do autor me prendesse de vez. Digamos que a imaginação de Marc Levy superou até demais as minhas expectativas, rs!

Teve uma coisa que me irritou o tempo todo! PÁGINAS BRANCAS! Eu não sabia que isso me irritava tanto até ler dois livros seguidos com letras pequenas e páginas brancas. Poxa, isso me decepcionou um pouco, mas tudo bem... A capa compensa um pouco, porque foi de muito bom gosto. Mas eu realmente não esperava muitas coisas que foram surgindo no decorrer da história e, na verdade, foram essas coisas que fizeram o livro me conquistar.

O motivo das 4 estrelas foram as últimas páginas! Quando você acha que o pai de Julia estava sendo totalmente sincero e tudo o mais, cai uma “bomba” bem no final do livro muito difícil de digerir. E quem leu sabe do que estou falando. Mas vale a pena conferir... Principalmente aos que adoram histórias de amor quase impossíveis! QUASE...

site: http://livrofagia.blogspot.com.br/2014/12/resenha-tudo-aquilo-que-nunca-foi-dito.html
comentários(0)comente



Ellie 04/07/2014

E se você tivesse mais uma chance?
Imagine se você pudesse voltar ao passado de seu pai, e tivesse a chance de compreender todos os seus erros e compreender a sua ausência.
Julia era uma mulher que se casaria daqui a alguns dias, sua vida era boa, com seu melhor amigo gay Stanley e seu noivo Adam. Mas a vida decide por ela que ela não se casaria em dias, seu pai Anthony Walsh morreu e o enterro será exatamente no dia de seu casamento. Anthony nunca foi um pai presente, afinal seu trabalho fazia com que ele não tivesse tempo para nada, nem mesmo para ver sua própria filha crescer, ou para comparecer em seus aniversários.

Levada pelos acontecimentos, Julia se vê obrigada a cancelar o casamento para comparecer ao enterro do pai. Dias se passam e Julia recebe uma caixa endereçada a ela, o que ela jamais esperava é que fosse de seu pai, uma oportunidade única de ouvir e presenciar Tudo Aquilo Que Nunca Foi Dito.
Julia reluta bastante ao pensar em voltar ao passado e compreender o que realmente aconteceu. Mas ela só tem 6 dias para mudar sua vida, tirar ‘’férias’’ do seu trabalho e viajar para conhecer as raízes de seu pai, e pela primeira vez participar da vida dele.

‘’ - Querida até crianças que nunca conheceram os pais de verdade cedo ou tarde sentem necessidade de buscar suas raízes... Então, se for preciso não sei qual périplo que te leve a descobrir, enfim, quem era o seu pai e reconcilie o seu passado e o dele, não deixe de fazer isso’’

O que você faria se a vida te desse a oportunidade de passar mais seis dias com um ente querido? Mas e se ele fosse o seu pai que não estava presente? Deixar de lado o passado foi o que Julia fez, participar da vida de seu pai e ver que nem sempre as coisas são realmente o que pensamos.

Me apaixonei pelo livro, acho que foi o melhor livro de relação pai e filha que eu já li. Recomendo, se apaixone você também. Quem sabe esse livro não faz você pensar diferente? Ele me fez pensar diferente.

site: http://fazendominhaestante.blogspot.com.br/2012/10/resenha-de-tudo-aquilo-que-nunca-foi.html
comentários(0)comente



Magaly 16/06/2014

Apaixonante
acredito eu que toda e qualquer mulher se balance com uma história de amor, não digo romances melosos e sem fundamento não, digo aquelas historias corriqueiras que estão ali do lado da gente e acontecem todos os dias sem que agente encontre na lista dos mais vendidos ou na tv. essas historias tem um poder infinito de encantamento, pois se tratam de pessoas reais com seus erros e acertos...
Marc Levy com uma leveza infinita resolveu problemas de famílias proveu reencontros, confrontou dilemas que são debatidos desde sempre. me encantou!
sabe aquele livro que quando vai chegando as ultimas páginas você com uma curiosidade imensa mas, vai reduzindo o rítimo da leitura pra que aquela historia dure mais um tempinho, esse é assim. você fecha a ultima pagina e da vontade de correr pro inicio e começar tudo de novo.
Julia, Anthony, Stanley, e Thomas protagonizaram na minha opinião um dos mais belos livros de romance da atualidade, não faltou suspense, drama e uma pitada de aventura e comédia!!
comentários(0)comente



Andressa 09/05/2014

Tudo aquilo que nunca foi dito - Marc Levy
Julia Walsh nunca teve um bom relacionamento com o pai. Sempre muito ausente e autoritário, Anthony Walsh conseguiu afastar sua filha, de forma que na primeira oportunidade ela saiu de casa e foi viver a sua vida. Depois de tantos anos de afastamento, Julia manda um convite de seu casamento ao pai, mas já esperando que ele vá arrumar uma desculpa para não estar presente – como sempre faz. Mas ao receber um telefonema do secretário de seu pai, ela não espera que a sua justificativa para se ausentar seja tão plausível: ele morreu! Para piorar as coisas, o corpo estará chegando ao país no mesmo dia de seu casamento. Julia não vê outra alternativa a não ser adiar seu casamento e cuidar do enterro, já que além de ser a única parente próxima, ele –apesar de tudo – é o seu pai. Mas seu pai não poderia partir sem lhe preparar uma última surpresa, no dia seguinte ao enterro, uma enorme caixa é deixada em seu apartamento, e junto dela a promessa de que ela e seu pai pudessem dizer um ao outro tudo aquilo que nunca foi dito.

Não se engane pela sinopse, o livro fala sobre muito mais do que uma relação entre pai e filha. Ele trata de resolver o seu passado para ter um bom futuro! Fala de relacionamentos de forma geral, de família sim, mas principalmente de amor! Eu fiquei realmente encantada a cada pagina virada e muito, muito surpresa com as coisas que iam surgindo! Quem leu minha resenha de E se fosse verdade... sabe que eu não me encantei muito com a escrita do Marc, mas minha concepção mudou totalmente nessa nova experiência. Ainda não foi aquele livro que eu não consegui parar até chegar ao final, mas a leitura foi muito mais fluida e interessante. Uma coisa fica inegável, Marc Levy sabe contar uma boa história!

A diagramação é bem simples, e as letras ligeiramente menores que o normal. A capa é super fofa, e combina totalmente com a sinopse. Mas ambos te levam a crer em uma trama que não corresponde a totalidade do livro, mas assim é bom, porque você tem algumas boas surpresas durante a leitura! Eu recomendo muito o livro! E só não dou 5 estrelas porque em alguns momentos ele me deu um soooono! rsrs E também por algumas linhas do final, que apesar de surpreendente, me deixaram com a sensação de que tudo que foi desenvolvido durante a trama foi falso. Mas para quem curte um bom drama, e uma boa história de amor, esse livro não pode ser ignorado!

site: http://www.maisquelivros.com/2013/10/resenha-tudo-aquilo-que-nunca-foi-dito.html
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Japa 06/02/2014

Estou revoltada, a história inteira foi intensa, por causa da morte do pai de Júlia no dia do seu casamento, depois o robô que aparece dizendo que é uma experiencia nova e tal, eles viajam e em busca de Tomas, meu deus o final poderia ser melhor '-'
comentários(0)comente



Jhu 31/01/2014

Emocionante do começo ao fim.
foi o livro mais bem escrito que já li pois prende você do começo ao final e ainda faz com que você se emocione junto!
comentários(0)comente



cheledrum 15/12/2013

Comentário
Nao é uma resenha... apenas um comentário.
Quando comecei a ler este livro pensei "Este Marc Levy perdeu alguem na vida, pq só sabe falar de morte" mas no decorrer achei um pouco mais fofo do que pensei rs... apesar de que eu tinha imaginado o final desde o meio do livro.
Mas vale a leitura... faz pensar um pouco e cumpre a missão de divertir
comentários(0)comente



Michele 28/11/2013

Julia e Anthony (filha e pai) tem uma relação difícil que já se arrasta por anos. Poucos dias antes de seu casamento Julia descobre que - como esperava - o pai não vira a cerimonia, mas a surpresa: ele morreu!
Assim começa a pequena aventura de Julia com seu pai, que lhe deixou um robô de si mesmo para que finalmente tenham a oportunidade de dizer aquilo que nunca foi dito!
Eu simplesmente amei o livro, se tornou um dos meus preferidos, além de também no meio de tudo isso reunir um humor muito bem equilibrado. Muito bem escrito,faz com que a leitura se torne um vicio que não deixa você parar de ler até o FIM!!
comentários(0)comente



Naná 06/11/2013

Romance fofo, até criativo na abordagem, mas rola uma viagem no meio. Não sei, achei meio sem noção. Entretanto como uma romântica inveterada que sou, torci pela mocinha e fiquei feliz com o final.
comentários(0)comente



ThaisMiassu 20/10/2013

Surpreendente e encantador!!
Tenho este livro desde o ano passado, quando eu comecei a ler e acabei parando... e não é que agora ele está na minha lista de favoritos??
Dei uma segunda chance e fiquei encantada, em pouco tempo eu terminei.

A história é construída a partir de uma narrativa muito bem escrita e recheada de diálogos sarcásticos. Foi ficando melhor a cada página que eu virava...

O livro não trata apenas dos desentendimentos e do amor fraternal entre o pai e a filha, ele alcança o amor romântico e os dois mesclados conseguiram me tocar e emocionar de uma forma nova. A partir de situações já conhecidas em romances, como uma carta extraviada que mudaria tudo, o autor surpreende com uma sensibilidade que conseguiu singularizar a história.

Posso dizer que pra mim essa leitura valeu muito a pena, eu gosto quando um livro me toca e me acrescenta reflexões. Adorei o modo como foi escrito e os diálogos inteligentes porque isso me divertiu muito.

Cinco estrelinhas, super recomendo!
comentários(0)comente



74 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5