Faça seu login para ter acesso a todo conteúdo, participe também do sorteio de cortesias diárias. É rápido e gratuito! :) Entrar
Login
Livros | Autores | Editoras | Grupos | Trocas | Cortesias

Cidade do Fogo Celestial

Os Instrumentos Mortais - Vol. 6

Cassandra Clare
Resenhas
Recentes
56 encontrados | exibindo 1 a 5
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12


Clara 20/09/2014

Resenha Cidade do Fogo Celestial
Cidade do Fogo Celestial é o gran finale da saga Instrumentos Mortais da Cassandra Clare, mas não ficaremos órfãos por muito tempo. Sinceramente acho que eu leria até a lista de compras da Cassandra Clare. Hahahaha Enfim

Eu estava muito curiosa para saber como seria o final dessa saga, ela tinha a faca e queijo na mão, ou podia sair um final incrível ou ser uma porcaria e devo dizer que me surpreendi positivamente. Essa moça sabe fazer finais. Apesar de que nada se compara ao final de Princesa Mecânica (chorei demais).

Suas tramas são bem pensadas e construídas, mas o mais interesse é a forma com que ela mistura as historias e interliga os personagens. Há muitas referencias do Peças Infernais, algumas sutis, mas outras interferem diretamente na historia atual e na que está por vir. Pra quem não leu super recomendo.

Já no prólogo temos o gancho para a nova serie de livros The Dark Artifices (tradução livre: Os Artifícios das Trevas), pois conhecemos os personagens Emma Carstairs e Julian Blacktorn a família Blacktorn e o instituto de Los Angeles e já temos até um ponto de partida em relação aos conflitos, romances etc. Não foi algo jogado sem pé nem cabeça apenas para aguçar o interesse dos fãs, foi de uma forma coerente, eles acabaram se tornando regulares na narrativa do cidade do fogo celestial.

Começamos o livro já com muita ação, pois Sebastian quer de qualquer forma acabar com o mundo dos caçadores das sombras e não medirá esforços para ser bem sucedido. Ele passa a invadir todos os institutos do mundo obrigando aos caçadores a beberem do Cálice Infernal e os transforma em Crepusculares. Ideia genial, pois é muito mais difícil de lutar contra quem se gosta fora que a transformação é imposta a pessoa. Então numa situação de guerra você sempre vai ponderar em ferir a pessoa, pois ela não tem consciência dos seus próprios atos e você tem. E veja bem, ele tinha um foco muito grande em seu objetivo e não permitiria que ninguém se opusesse a isso. Então ou estava com ele ou estava contra ele e sofreria as consequências.

Sebastian é algo a parte. É um bom vilão, sim é, sua crueldade beira à insanidade, mas a sua sensibilidade e a fragilidade são os pontos altos. É difícil não ter pena, porque vemos que a única coisa que ele queria era ser amado e dentro de toda a loucura realmente acreditava que a Clary e o Jace seriam aqueles dos quais ele poderia contar. O final do personagem foi esperado, pois ele precisava de uma redenção independente de qual fosse, era necessário. Muito do que ele se tornou foi culpa das escolhas e atitudes dos pais dele. Já falei que se tivessem colocado o menino psicólogo muita coisa teria sido evitada. Hahahahhaa.

Para mim o final mais irado foi do Simon, a Cassie conseguiu me pegar de surpresa, o que foi incrível, só que ela pecou por não ter seguido até o fim com a ideia, ter criado certos subterfúgios para não desagradar ao publico e tudo mais.

É uma narrativa deliciosa de acompanhar e durante o livro aconteceram muitas coisas, amadurecimento de alguns personagens, a morte de outros e o mais importante é que mesmo sendo o final de um ciclo, ao mesmo tempo em que ele fecha, ele abre novas portas para os personagens. Deu aquela impressão de que não era realmente o fim, mas um até breve.

Ave atque vale.

site: http://nomeumundo.com/2014/09/18/resenha-cidade-do-fogo-celestial/
comentários(0)comente



Rodrigo 07/09/2014

Sangue e Estrelas
Cidade do Fogo Celestial é o sexto e último volume da saga de fantasia escrita por Cassandra Clare.

Mais perigoso do que nunca, Sebastian reuniu um exército e está pronto para acabar com Idris e com a Clave. Temendo o pior, Clary, Jace, Alec, Izzy, Simon e Magnus acabaram sendo peças importantes na luta do bem contra o mal, onde apenas um lado será vencedor. O apocalipse está prestes a sucumbir ao universo dos caçadores de sombras.

É com esta premissa que começamos Cidade do Fogo Celestial. Acho que todos ficaram meio apreensivos após ler a última palavra de Cidade das Almas Perdidas, e é com a tensão que terminamos o penúltimo volume que começamos o último volume. O prólogo já começa mostrando como Sebastian está poderoso, e eu achei isso uma sacada de mestre porque ao mesmo tempo em que ela ia mostrando em que ponto a situação estava, também ia introduzindo os personagens novos. Tais personagens serão os protagonistas de Os Artifícios das Trevas, a nova série da autora que também é ambientada no universo dos caçadores de sombras.

Quando a onda de horror de Sebastian e seu exército começa a se tornar realmente uma causa perdida, os caçadores de sombras começam a se juntar e formar um exército para deter o filho de Valentim. Mas devido às leis da Clave, o processo de combate contra o mal que atormenta os caçadores e ai que entra a equipe do Instituto de Nova York. Eles vão caçar Sebastian custe o que custar.

Totalmente diferente dos outros cinco primeiros volumes, esse traz um tom totalmente diferente à história. É perceptível notar a evolução na escrita da Cassandra. Ela nos traz uma visão de um quase apocalipse no mundo em que ela criou, mas não é só isso, junto com essa visão apocalíptica vem o tom sombrio que deixou a trama bem mais densa e complexa. Clare tinha vários artifícios e soube utiliza-los muito bem na história. O drama, o medo e a melancolia predominaram na maior parte do livro.

Os personagens evoluíram de uma maneira assombrosa. Clary que até o quinto volume não tinha conseguido me conquistar me conquistou neste. Com uma postura totalmente diferente, mostrou para o que veio e que se tornou uma mulher, uma guerreira.

O final é totalmente impressionante e impactante, de deixar o leitor mais boquiaberto com a capacidade de Clare para orquestrar finais majestosos.

Cidade do Fogo Celestial encerra com chave de ouro essa série que arrebatou milhões de fãs e leitores. O livro não trata só de concluir a trama, mas trata sobre valores inestimáveis como família e amigos. Ave atque vale Instrumentos Mortais. Vai deixar saudades.

site: arfortaleza.com
comentários(0)comente



Felipe 03/09/2014

FINALMENTE A CONCLUSÃO
Finalmente temos a conclusão da serie Instrumentos Mortais, escrito por Cassandra Clare.

Neste livro veremos a tão esperada batalha final contra Sebastian Morgenstern, que tem se tornado um pesadelo na vida de Clary e de toda a Clave.

A primeira coisa que notamos neste livro é a inclusão de novos personagens na história: Emma Cartairs e Julian Blackthorn (protagonistas da próxima série de Cassandra Clare: The Dark Artifices). Esses novos personagens são vítimas dos ataques de Sebastian, que transforma o pai de Julian em Crepuscular (Caçadores de Sombras que tomam do Cálice Infernal, criado por Sebastian), e tenta capturar todos os irmãos Blackthorn, que são transportados para Idris a tempo.

Os Blackthorn terão uma séria importância em Cidade do Fogo Celestial, sendo que em diversos capítulos do livro, a história se passa em torno deles.

A escrita da Cassandra Clare teve uma séria melhora, sendo mais detalhada, empolgante e construtiva.

Em relação a Clary, vemos uma aproximação entre ela e sua família, tendo diversas cenas durante o livro em que percebemos que apesar de todo ódio por Sebastian, ela ainda tem certa hesitação causada pelo sua vontade conhecer e amar seu irmão, e vemos a mesma coisa com Sebastian, que apesar de detestar a mãe e o pai, faz o possível para criar uma espécie de amor forçado entre ele e sua irmã.

Percebemos também uma evolução em Simon, que mostra ser muito mais que o mundano, ou o simples vampiro que todos pensaram. Simon terá uma grande importância na trajetória de Clary por este livro, desafiando a Clave e o mundo para conseguir o que pensa estar certo.

Conhecemos um pouco mais sobre o passado de Magnus, que faz jus a frase Para conhecermos o futuro, é necessário entendermos o passado.

O final é surpreendente, superando todas as minhas expectativas para o final da série. Cenas fortemente estruturadas, e emocionantes acontecem, e não deixa nada a desejar.

O único problema do final é que a autora acrescenta no livro um novo detalhe a um personagem que deixa todos esperando por uma continuação tendo este personagem como protagonista e o livro acaba. Realmente espero que esse personagem tenha grandes aparições com essas novas características em The Dark Artifices.

Dica: Antes de lerem Cidade do Fogo Celestial, leiam As Peças Infernais. O livro contém VÁRIOS spoilers, e deixa a leitura de As Peças Infernais um pouco previsível.

Recomendo a leitura de toda a série Os Intrumentos Mortais, e todas as outras obras de Cassandra Clare.
comentários(0)comente



Resenhoteca 02/09/2014

É chegado o fim de uma saga!
É enfim chegado o esperado final da saga Os instrumentos Mortais da Cassandra Clare. Porém, se você ainda não leu os cinco livros anteriores, esta resenha pode conter SPOILERS indesejados, por isso aconselho não ler. Para quem já leu, vamos ao que interessa.

Nesse ultimo livro Cassandra finalmente põe um fim na guerra que Sebastian declarou ao Mundo dos Caçadores de Sombras e das criaturas do Submundo de maneira óbvia, confesso, porém com particularidades surpreendentes.

A Guerra agora é entre Caçadores de Sombras e Caçadores de Sombras Crepusculares, que já conhecemos. Que são Caçadores que beberam do Cálice Infernal de Sebastian e agora tem total obediência à ele. A guerra se mistura a muito medo e terror pelos Nephilim além de muitas mortes e traições. Isto é, tudo que uma guerra pode ter.

Com um medo disfarçado, todos os Caçadores de Sombras são forçados a irem para Idris, se defenderem dos ataques de Sebastian ao mundo deles dentro das barreiras mágicas da cidade. Porém, como já era de se esperar, nossos principais personagens: Clary, Jace, Izzy, Simon e Alec decidem tentar resolver, como sempre, o problema do mundo dos Nephilim sozinhos e acabam se aventurando em uma perigosa aventura contra Sebastian. E dessa vez o livro não roda apenas em volta de Clary FairChild e os Lightwood mas a autora introduz para nós logo no inicio do livro Emma Carstairs e a família Blackthron, dos instituto de Los Angeles. Familias já conhecidas da saga As peças Infernais.

Para os fãs da saga paralela As Peças Infernais, também de Cassandra Clare, podemos ver mais para o final do livro personagens dessa trilogia já acabada pela autora. (Vejas as resenhas da Saga Aqui). Porém, se você ainda não leu a trilogia, como eu não tinha lido, sugiro ler eles antes de começar o sexto livro. A autora, com o intuito de juntar e concluir as duas sagas juntas nesse livro junta as histórias dando possíveis continuações depois do final da saga As Peças Infernais, e dando um pouco de Spoiler da trilogia paralela dela. O que, no meu caso, não foi muito legal de ler por não ter lido os outros livros. Mas tenho certeza que deixará quem leu ainda mais animado com o final.

Porém, deixando isso de lado, posso dizer que Cassandra Clare soube encerrar sua saga de maneira excelente. Em seu final a autora deixou algumas histórias em aberto. Será que veremos algumas continuações paralelas ou ela apenas deixou para a nossa imaginação responder?

site: http://www.resenhoteca.com/2014/09/resenha-cidade-do-fogo-celestial.html
comentários(0)comente



Caverna 02/09/2014

Sendo sincera, embora o sexto volume seja um dos maiores da saga inteira, ele não conta muita coisa de novo. Clary e seus amigos continuam na batalha contra Sebastian, que agora tem uma arma maior: Os próprios Nefilims. Ele passa a invadir todos os Institutos existentes, e força os habitantes a tomar do Cálice Infernal, transformando-os assim em Crepusculares, ou seja, eles ainda são caçadores de sombras, com todas suas habilidades e treinamento pra combate, mas perderam sua alma, sua essência, que os fazem ser quem são de verdade, e então só obedecem às ordens de Sebastian, sem remorso algum pelo mal que causam. Por outro lado, Jace é uma das únicas armas possíveis para matar Sebastian, já que ele carrega o fogo celestial, mas como alcançar Sebastian, se Jace nem consegue controlar o fogo que corre em suas veias?

Dentre todas as guerras que ocorrem no decorrer do livro, há duas mortes que realmente me marcaram, porque não estava esperando nem um pouco por aquilo, e eu realmente gostava dos personagens. Mas calma, podem voltar a respirar, que não é nenhum dos principais. E eu sei que isso já se torna um spoiler, mas é uma tarefa bem difícil fazer resenha do ~último livro de uma série sem soltar spoiler. Basicamente tudo pode ser um spoiler, haha. Mas retornando, entendo que essas mortes de certa forma foram até necessárias, mas podia ser outro alguém, tipo... a Maia! Não consigo engolir ela, argh.

E do Sebastian, já nem sei direito o que falar. Todas as estratégias dele são muito bem planejadas, até mesmo o motivo de ele conseguir se transportar pra Idris (onde todos os caçadores de sombras ficam alojados, já que os Institutos foram invadidos, e Idris é o local considerado mais seguro para eles, tendo milhões de defesas contra demônios e qualquer força que tente atacá-los, embora nem isso seja suficiente para deter Sebastian), e de ninguém conseguir rastreá-lo em qualquer lugar. E entendo também a obsessão que ele tem em garantir a presença de Clary ao seu lado, em desejar ser amado, embora não admita isso, só que... É muito exagerado. Às vezes parece que ele a ama como uma paixonite, e não como uma irmã, e isso chega a dar nos nervos. Ele é um personagem muito bem construído (aliás, TODA a história é, com seus fatos e detalhes se encaixando sempre perfeitamente), mas só não destrói o mundo inteiro porque tá sendo controlado por mãos muito bondosas, que no caso é da Cassandra. Se não, honestamente ele não teria motivos para evitar todo o desastre.

site: http://caverna-literaria.blogspot.com.br/2014/09/cidade-do-fogo-celestial.html
comentários(0)comente



56 encontrados | exibindo 1 a 5
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12



Publicidade


logo skoob beta
"o site é uma ótima ferramenta para estimular a leitura nas escolas e universidades."

Conexão Professor