Faça seu login para ter acesso a todo conteúdo, participe também do sorteio de cortesias diárias. É rápido e gratuito! :) Entrar
Login
Livros | Autores | Editoras | Grupos | Trocas | Cortesias

O Julgamento de Gabriel

Livro 2

Sylvain Reynard
Resenhas
Recentes
85 encontrados | exibindo 1 a 5
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 |


Loren 20/08/2014

Aguenta coração!
O livro tem um enredo muito drástico no sentido de revelações bombásticas e com muitos mal entendidos.
Mostra a maldade do ser humano neste mundo que no qual tudo é "possível".
Fiquei muito nervosa com o decorrer da história e que me senti angustiada por Julianne, muita coisa que ela passou poderia ter sido esclarecido e confesso que odiei Gabriel por um bom tempo.
No final tudo começou a se encaixar e tirei muitas lições para a minha vida.
Um amor só é possível quando deixamos ele ir, para se curar dos mal vividos no passado. Pois viver sendo um rascunho do que você é não vale a pena.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Três Leitoras 22/07/2014

Resenha: Trilogia
Oi Leitores... Aqui está uma trilogia que me deixou encantada, inicialmente achei que não ia gostar, mas aos poucos fui conquistada pelo enredo, personagens e escrita.

Quando pegamos o primeiro livro da trilogia já temos a promessa abaixo e no fim acredito que o autor atingiu o seu objetivo.

A salvação de um homem. O despertar da sexualidade de uma mulher.


A trilogia é sobre a história de Gabriel Emerson e Julia Mitchell. Ele um famoso especialista em Dante, rigoroso professor universitário, mas que também se envolve em noites e mais noites de prazer sem limites. Ela uma jovem doce e inocente, que acredita no bem acima de tudo.

Ele carrega consigo feridas do passado, culpa-se pelos erros cometidos e não acredita que poderia ser absolvido de seus pecados. Ela tenta superar seus traumas de infância e de um péssimo relacionamento.

Continue lendo no link...

site: http://tresleitoras.blogspot.com.br/2014/03/resenha-trilogia-gabriel.html
comentários(0)comente



Sabrine Borges 22/07/2014

O Céu sorriu para nós
PODE CONTER SPOILER DO LIVRO O JULGAMENTO DE GABRIEL

Por que o nome do primeiro livro era O Inferno de Gabriel? Seria algum livro religioso? Me perguntei isso a primeira vez que vi o livro, mas estava totalmente enganada. Depois que olhei direito a capa e li a sinopse comecei a entender o motivo. O inferno faz uma metáfora ao passado de Gabriel, ao que ele deixou para trás.
No primeiro livro, Gabriel é um professor universitário reprimido por seu passado, um homem frio e distante, que tratava as mulheres como objetos sexuais. Beatriz é uma estudante de mestrado meiga e fofa, as vezes até meio bobinha e ainda virgem.
Beatriz é apaixonada por seu professor desde se encontraram no pomar, há muitos anos atrás. Mas ele por conta de seus problemas nem lembrava dela. No começo ele se mostra distante, mas depois Beatriz o conquista. Ela também tem segredos que só revela para ele.
Mesmo sendo um romance proibido pois ele é seu professor, é inegável a atração dos dois, mas eles resolvem somente transar depois de Beatriz sair de seu mestrado. Mesmo ainda se encontrando as vezes, eles fizeram esse voto de abstinência.


O segundo livro mostra um Gabriel totalmente diferente. Um homem que tenta fazer o bem apesar de todos os problemas. Muito carinhoso e compreensivo. Os dois estão juntos e felizes, mas não por muito tempo. O departamento descobre seu relacionamento, e acusa os dois, pois é explicitamente proibido romance entre aluno e professor. Então, Gabriel faz o que se esperava de uma pessoa boa: se afasta de Juliane. Não por muito tempo, só até a poeira abaixar. Ele sabe que isso pode prejudicar seus estudos e que ela quer um futuro melhor e tem seus sonhos. Por isso ela abdica de seu emprego por ama-la demais. São várias pessoas que querem a infelicidade do casal, tem o Paul que gosta de Juliane, tem Paulina que é uma ex namorada de Gabriel, entre outras.
Mas no fim tudo acaba bem e eles finalmente se casam e podem curtir sua vida juntos para todo o sempre. Juliane está muito ocupada com seus estudos, o que não a impede de casar. Por isso o título da resenha foi "O céu sorriu para nós", porque no fim o bem sempre vence e o amor dura o tanto para se tornar inesquecível.

comentários(0)comente



Cris 06/07/2014

Apaixonada por este professor...
Apenas um breve resumo de O inferno de Gabriel:

Julianne Mitchell amava Gabriel Emerson desde os 17 anos, quando inocentemente haviam passado uma noite juntos num pomar, mas, ao acordar na manhã seguinte, ele tinha desaparecido. Como estava bêbado e drogado, Gabriel se não lembrava de nada.
Julianne só voltou a vê-lo depois de seis longos anos em um curso que ele mesmo ministrava na pós-graduação da Universidade de Toronto, a primeiro momento, ele lhe pareceu atraente porém frio, ela achava impossível que o professor temperamental e arrogante correspondesse o seu afeto. Com o decorrer das páginas houve a lembrança e mesmo correndo o risco de assumir essa paixão proibida, ambos decidiram ficar juntos e lutar para curar as feridas do passado. Seria o amor suficiente para pôr fim no inferno de Gabriel e fazer com que Julianne alcançasse a felicidade que sempre sonhou?...

Em O julgamento de Gabriel, nossos protagonistas viajam à Itália, e lá finalmente desfrutam de tudo que o amor pode lhes oferecer, a entrega dos dois acontece de uma forma arrebatadora e sublime. E após longas semanas de descobertas e passeios românticos, eles retornam à Toronto e encontram um futuro ameaçado por algumas denúncias a respeito da proibição do relacionamento amoroso entre professor e aluno. Se todas as acusações forem comprovadas, a carreira acadêmica de Gabriel e o doutorado em Harvard de Julianne estarão comprometidos e arruinados definitivamente.
Pensando na proteção de sua amada, Gabriel decide tomar uma decisão e surpreende a todos, inclusive Julianne.
Os capítulos seguintes serão doídos e ao mesmo tempo inquietantes, uma vez que você consegue sentir o sofrimento de ambos.
Qual desfecho podemos esperar para este livro? Será que as decisões bem-intencionadas de fato valem quando o amor está em jogo?

Dizem que Sylvain Reynard é especialista em arte, e com base nisso, não por acaso, temos uma aula de cultura, posso afirmar que os pontos altos do seu livro, são as suas citações, poemas, pinturas, etc. Fiquei muito curiosa para conhecer tudo. Principalmente sua inspiração que é Dante Alighieri.
A narrativa do até então desconhecido autor, nos traz tanta riqueza cultural que é impossível não se apaixonar pela história; com base na obra literária de Dante Alighieri e Beatriz Portinari, os capítulos são construídos minuciosamente. Por ser detalhado demais, o livro pode sofrer algumas conotações como: “ele é maçante e chato”. Mas, mesmo aqueles que não gostaram, não podem alegar que a história é ruim. Até porque, isso seria um pecado rs!

Gabriel, é o perfeito superprotetor e amante ideal com um passado perverso e obscuro. Juliane é a famosa mocinha ingênua que vai amadurecendo aos poucos e criando uma autoconfiança que jamais existiu.
Leitura mais que recomendada para quem gosta de um romance sensual sem esperar nada do erótico. E claro, se você é fã de um livro com conteúdo vai amar que nem eu.
Só um aviso: leitores que nutrem um ódio fácil por mocinhas sonsas, tomem cuidado!! Julianne Mitchell pode causar irritação rs! - não é o meu caso, como já disse, sou imune a todas...

Estou lendo A redenção de Gabriel, último livro da trilogia. Estou amando, e espero finalizar da mesma forma que terminei o segundo.
E lá vamos nós!

Beijos e até mais!

Crísney Oliveira.
comentários(0)comente



85 encontrados | exibindo 1 a 5
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 |



Publicidade


logo skoob beta
"Skoob é uma rede colaborativa brasuca que eu acabei de conhecer e estou fascinada"

Blog - Sedentário & Hiperativo