Faça seu login para ter acesso a todo conteúdo, participe também do sorteio de cortesias diárias. É rápido e gratuito! :) Entrar
Login
Livros | Autores | Editoras | Grupos | Trocas | Cortesias

30 dias com Camila

Silvia Fernanda
Resenhas
Mais Gostaram
25 encontrados | exibindo 1 a 5
1 | 2 | 3 | 4 | 5


Lily 18/02/2013

30 dias com Camila é o livro de estréia da autora Silvia Fernanda que se destacou virtualmente escrevendo fanfictions, especialmente fanfics da saga Crepúsculo da escritora americana Stephenie Meyer. Geralmente, logo após o lançamento de 50 tons de cinza que também foi inspirado na saga de vampiros houve muito preconceito relacionado com livros baseados em fanfictions de Crepúsculo. Para quem ainda está com o pé atrás em ler 30 dias digo-lhe que o livro foge totalmente desse estereótipo preconceituoso e em nenhum momento enquanto eu lia vi qualquer semelhança com os personagens de Meyer, pelo contrário o livro tem uma característica própria com uma história inovadora e cativante.

Camila é uma mulher com uma vida complicada, muito diferente de algumas protagonistas que vivem na mais pura perfeição até conhecer o homem de seus sonhos e isso foi o que mais me chamou atenção no livro. Ela acabou de completar 30 anos de idade, perdeu a mãe há um ano e está afastada de sua melhor amiga. Sua vida está tão dificil e problemática que chega um momento que ela decide chutar o pau da barraca e fazer uma loucura das grandes: Sequestrar o filho de seu chefe - o homem por quem é apaixonada - para fins prontamente sexuais.

A vítima da insanidade de Camila é Edgar Bolivatto, um arquiteto filho de Carlos Bolivatto, dono da empresa onde Camila trabalha como secretária. Edgar assim como a protagonista têm enfrentado muitos problemas ao longo da vida e é um homem atormentado por um fantasma do passado. Apesar de estar noivo de Dulce que é bonita e sensual o rapaz sente um desejo avassalador por outra mulher que lhe domina os pensamentos desde a adolescência causando-lhe danos terríveis na vida amorosa. Um dia a consequência desse desejo incumbido se torna grave demais e Edgar de repente têm seu mundinho aparentemente perfeito virado de cabeça para baixo. Primeiro sua noiva o abandona e foge com outro cara e no dia seguinte ao acordar descobre que está vendado e algemado numa cama.

“A cabeça latejava. Seus braços e pernas estavam pesados, imóveis [...] Preso a uma cama. Algemado. Nu. A consciência o assaltou.”


A partir daí Edgar descobre que foi sequestrado por Camila Torres que parece estar completamente maluca, pois além de fazer loucuras com seu corpo indefeso ainda lhe faz uma proposta indecorosa de 30 dias de sexo, sem regras e sem compromissos. No primeiro momento Edgar se nega veemente a ceder a essa insanidade, mas Camila não está disposta a negociar e sabe muito bem o que faz, não tarda muito e o rapaz se vê concordando com a proposta, afinal que homem não gostaria de transar por um mês inteiro sem nenhuma responsabilidade?

“Ela a princípio, não entendeu o que ele queria dizer. Mas logo o rapaz tratou de esclarecer. – Seus 30 dias eu aceito.”


A partir daí começa uma parceria envolvente e sensual. Numa cabana no meio do nada Camila e Edgar passam a viver momentos intensos de paixão e luxúria, sem nenhuma regra, com o único objetivo de se satisfazerem, entregues um ao outro de corpo e alma.

“O rosto da mulher foi prensado contra a parede a cada impulso o corpo masculino dentro de si. Sobre si. Mais isso não o tornou mais delicado. Pegando-a pelos cabelos para um beijo devastador, impregnado de desejo. Continuou bombeando em seus quadris até que o orgasmo veio”


E aos poucos foram percebendo que mesmo com todos aqueles anos de convivência eles de fato nunca conhecerem um ao outro. Então Edgar é tragado para o sombrio mundo de Camila, envolvendo-se com seus medos, incertezas e inseguranças até despertar em si um desejo avassalador de salvá-la, protegê-la. Camila também se torna um bálsamo para as feridas de Edgar e juntos percebem que o que antes era apenas sexo tornou-se muito mais.

“...Quando alcançaram o pico do prazer se olhavam nos olhos. Os de Camila estavam marejados. E os dele também. Era perfeito demais aquele momento [...] Após o clímax não se afastaram. O beijo que se seguiu foi intenso. Edgar fechou os olhos com força.”


Entretanto poderia um casal com tantos fantasmas atormentando-os dar certo? Esse é um dos charmes do livro, a incerteza de saber se no final tudo vai ficar bem ou se os empecilhos atrapalharão o futuro do casal, e isso nos faz ficar na torcida pela felicidade de ambos.

30 dias com Camila proporciona uma montanha russa de emoções. Em alguns momentos suspiramos com a evolução do sentimento entre o casal, damos risada dos momentos cômicos e principalmente ficamos ofegantes nas cenas quentes e sensuais.

A Silvia conseguiu criar uma narrativa que flui tão naturalmente que quando nos damos conta já estamos quase acabando de ler o livro. O enredo é bastante criativo, uma história totalmente inusitada, os personagens são bem desenvolvidos, a linguagem é simples tornando a leitura mais fluente e compreensível e de uma maneira única ela conseguiu tornar o erótico algo meio que subliminar e assim o texto não ficou nem um pouco vulgar.

Indico o livro para as pessoas de mente aberta, dispostas a encarar um novo tipo de enredo que está ganhando espaço no meio social. 30 dias vai muito além do romance tradicional e dramático, mostra o quanto a vida pode ser generosa com aqueles que não tem medo de lutar pelo que quer, ensina o poder do amor no sexo e o valor do respeito e da confiança. Nos inspiramos na coragem de Camila, admiramos o caráter de Edgar, nos simpatizamos com Carlos, Raquel, Beth e damos muita risada com o Marcelo. 30 dias com Camila é um livro cativante e viciante e mesmo após um final emocionante você descobre que depois de 303 páginas ainda quer muito mais de Camila e Edgar. Recomendo a leitura, vocês não vão se arrepender!
Silvia 25/02/2013minha estante
OBRIGADA LINDONA!!




Fernanda 26/05/2014

Fraco
A escrita da autora é até legal,mas encontrei muitosssss erros de revisão,não sei se o erro foi da editora,ou da autora.
Mas enfim, a historia me pareceu repetitiva, e um tanto vulgar.De pouco enredo.Infelizmente na sua maioria,esse tema erotico é pouco explorado e de pouca trama exceto pelas intimidades do casal há quatro paredes.Mas claro, existem aqueles que gostem do genero, eu até gosto.No entanto esse não me cativou,exceto pelo Edgar que é um tesouro.
comentários(0)comente



kekell 13/02/2013

Não faço a menor ideia de como se escreve uma resenha e nem tenho a menor pretensão de escrever uma crítica literária. Mas resolvi fazer um texto dizendo o quanto fiquei feliz pela conquista da autora Silvia Fernanda.
Sou suspeita para falar deste texto especificamente, pois conheço ele há pelo menos 4 anos. Claro que foram feitas algumas modificações, mas posso dizer que me sinto uma pessoa muito sortuda por possuir tanto o texto original como o livro lançado. Este texto é muito especial pois me ajudar a passar por um momento muito turbulento em minha vida.
O livro é ótimo e de uma leitura muito fácil. O leitor ri, sofre, se emociona e torce por seus personagens o tempo todo.
O que mais gostei no livro é que a mocinha não é nem um pouquinho parecida com as mocinhas que se vê por aí. Pelo contrário, ela é completamente maluca e cheia de defeitos, e é exatamente por isso que me apaixonei por ela.
A leitura é tão gostosa que levei exatas 32 horas para concluir as 303 páginas do livro... e confesso que gostaria de uma continuação, afinal o Edgar menciona um certo "Caderninho" que ainda daria muita história.
Em resumo, achei o livro perfeito e espero sinceramente que a Silvia possa ter outras oportunidades de publicar seus outros textos. Ela tem muito talento.
Silvia 25/02/2013minha estante
adorei seu esforço... é isso o que conta, a boa intensão!!


kekell 25/02/2013minha estante
Vc viu? Não foi igual a da Carol ou da Lily, mas foi de coração.


Silvia 25/02/2013minha estante
NOSSA VC CONSEGUIU ESCREVER ALGO!!




Ana 26/02/2013

Resenha de 30 Dias com Camila, por Sílvia Fernanda
No mesmo dia que recebi o livro, comecei a leitura. Estava curiosa sobre as mudanças anunciadas tanto pela autora quanto por quem já tinha lido a obra (que, como algumas outras, veio de uma fanfic). Mesmo não tendo concluído a leitura quando a obra estava disponível na internet, em forma de fanfic, fiquei curiosa em conhecer e finalmente saber o desfecho do livro que lançou Silvia Fernanda no mercado editorial.

Serei sincera ao dizer que me decepcionei um pouco. Achei interessante a diagramação do livro, onde os capítulos tinham o nome de uma música nacional e, antes do início do capítulo em si, um trecho da citada música. E sempre combinando com o assunto do capítulo, claro.

Mas a história não me convenceu. A um primeiro olhar, a ideia me interessou; um sequestro de 30 dias para fins puramente sexuais é algo que chama a atenção de qualquer um, não é mesmo? Ainda mais quando fica evidente que há sentimentos não resolvidos entre ambos. Aí então você já pensa: Isso não sairá como a Camila prevê...

Eu li as cenas quentes quando a história estava nas redes sociais e posso dizer que houve alguns cortes e/ou adaptações. Não me senti lendo um romance erótico, de fato. Claro que este não é um romance para adolescentes, pois a linguagem é um tanto quanto adulta, mas as cenas... bem. A autora passou bem por alto nas partes mais quentes.

Assim como soube também de fonte confiável, a autora teve que fazer alguns cortes para que a história não se prolongasse demais. Assim sendo, o leitor terá a impressão de que as coisas estão acontecendo rápido demais. Pelo menos, eu tive essa sensação.

Eu gostaria sim de um maior aprofundamento nos sentimentos dos personagens (ainda mais lá no final, quando as coisas começam a acontecer tão depressa que tudo te pega de surpresa), mas isso sou eu falando. Não tomo minhas palavras como voz do povo; da mesma forma como esse ponto não me agradou, poderá agradar muitas outras pessoas.

Algo que me incomodou realmente foram os erros ortográficos que escaparam à revisão. Não sou uma expert em Língua Portuguesa, mas existem alguns erros que me incomodam de verdade. Se fosse um ou outro, não me importaria, mas os mesmos erros se repetem por vezes seguidas. O revisor, nesse caso, deveria ter prestado maior atenção à esse detalhe.

Bem, eu sei que, como sou amiga da autora, as pessoas esperavam uma resenha diferente. Mas é por ser amiga da autora que tomei a liberdade de expor o que realmente penso sobre o que li; sendo seu romance de estreia, é mais do que natural que encontremos erros ou pontos dos quais não gostemos.

Pois é errando que se aprende, não é mesmo? Ninguém nasce sabendo tudo.
Fernanda 28/05/2014minha estante
ah!Qual é?
Não se pode gostar ou não?Manifestar ou não,a sua opinião?
Ridiculo.
Eu li o livro e não gostei,achei fraco e com muitos erros.
Só por isso um perfil fake pode alfinetar?
Sei lá viu,isso não me parece muito humilde se é incapaz de aceitar criticas construtivas.


Ana 08/04/2013minha estante
Oh, Carla, obrigada! Mesmo! =D

Vim ler seu comentário até com certo receio, já que não fui muito elogiada com minha resenha... mas, enfim, me surpreendi. É muito bom saber que ainda existem pessoas com bom senso que saibam diferenciar uma coisa de outra.

Verdade é que perdi uma amiga com essa resenha, já que a autora ignorou-a completamente e até me fez guerra via facebook; uma infantilidade sem limites. Não obstante, pediu ou permitiu que um de seus bravos soldados viesse aqui tentar me ofender.

Pena que eu sei quem é a pessoa em questão e não me deixei atingir. =) Essa pessoa não gosta nada de mim, já que ela me pediu pra que eu lesse algo dela e desse minha opinião. Bom, por minha resenha, você já deve imaginar como foi a calorosa recepção de minha humilde opinião.

Mas bem, águas passadas não movem moinhos. Perto de mim, permanecem apenas os amigos de verdade; aqueles que não se ofendem quando eu falo sobre o trabalho deles, mesmo que em público. =)

Obrigada por seu comentário. ;)


Carla 08/04/2013minha estante
Ana, vc tem todo o direito de dar sua opinião. Eu mesma andei lendo livros de autores brasileiros que infelizmente pecam na ortografia e revisão. Culpa deles? Não sei... Talvez a editora pudesse dar mais atenção a isto. Enfim! Isto não vem ao caso! O lance que é se vc não gostou do livro tem total liberdade de expressar aqui. Cansei de ver livros serem super elogiados por blogueiros e depois, decepção total! É importante ver os dois lados da moeda. Pois livro maravilhoso, que todo mundo coloca 5 estrelas... Hummm, desconfio!
Agora que "isso" aí é perfil falso de mulher, ah é! Está na cara!!!!!!! Por maior que seja a minha vontade, não vou me rebaixar ao nível dela comentando sobre suas atitudes!
Parabéns, Ana, por ter coragem de expressar o que realmente pensa na sua resenha.


Ana 04/03/2013minha estante
=)


moco 04/03/2013minha estante
O que a foto tem a ver com a resenha? Quanto aos 1.000 beijos, melhor você dar todos os 2.000 pessoalmente na sua amiga porque eu não a conheço e sou muito bem casado. Boa leitura para vocês!


Ana 04/03/2013minha estante
E desculpe mesmo por ter te confundido com uma mulher. Sabe como é, né... nem tudo que parece é. Às vezes, me esqueço disso. =)

Mais mil beijos. E pode dar metade pra Sílvia. =)


Ana 04/03/2013minha estante
Só uma resposta eu tenho pra lhe dar: mostre seu rosto e então conversaremos. =)

Mil beijos. :*


moco 04/03/2013minha estante
"Eu sei bem por que você comentou"... Sério?! você nunca me viu na tua vida e eu nunca te vi. Nem se fosse vidente! Nem assim, você saberia, lol

"E quanto à inveja... querida"... QUERIDA?!! HUASHUASHUAHUSHUA Eu sou é Homem, pô. Estou procurando uma boa literatura para minha esposa e eu (lógico que antes de passar qualquer coisa para as mãos dela, ou de qualquer pessoa, gosto de ver/ler/testar).

"além de ela ser minha amiga (ainda lembrando: na época)"... explica tudo. Nem vou comentar mais nada. Vocês (algumas mulheres) são muito complicadas!

Cai na real! Comentei sobre a sua "resenha" (ou ausência de uma), que prejudica o bom andamento/entendimento de quem busca conhecer a obra. Quer se destacar? escreva corretamente, nos canais apropriados.

"criar perfis falsos"... como eu disse, você não me conhece, então, nem vou comentar essa também... fica aí imaginando, muahahahahaha

Entendo que sua resposta, criando uma amiga imaginária para descontar sua raiva, tenha perdido o fundamento. Como eu tenho mais o que fazer e imagino que tal resposta tenha sido consequência de sua pouca idade (vi no seu perfil), vamos começar de novo...

Aprenda a resenhar no espaço de resenhas e comentar no espaço de comentários. A comunidade de leitores skoob agradece :D

Vou continuar minha busca por boa literatura. Já vi o que tinha que ver, então, não pretendo voltar a este espaço, então, nem adianta tentar me responder aqui. Para esta troca de ideias existe espaço apropriado que não prejudique esta comunidade.


Ana 04/03/2013minha estante
Bom, pelo que sei, você está livre para comprar ou não o livro assim como está livre para gostar ou não da obra. Eu comprei e não gostei; o fato de a autora ser minha amiga (na época) não me obriga a automaticamente gostar da leitura.

Eu sei bem por que você comentou, mas não falemos sobre isso. Falemos sobre o fato de eu, como amiga da autora (lembrando: na época) não comentei sobre pontos da narrativa justamente por esse motivo. Não queria magoar a Sílvia, mas, apesar de meus esforços em parecer imparcial em minha narrativa, ainda assim isso aconteceu.

Me arrependo de ter feito essa resenha? Claro que não. Não mesmo. Aqui, não há nada do que eu deveria me envergonhar. Essa é minha opinião; aceitá-la ou não é um direito seu.

E quanto à inveja... querida... me poupe. Sério. Nunca em minha vida fui alguém invejosa. Conheci diversas pessoas dignas de inveja e ainda assim esse sentimento negativo não me acometeu.

Então por que eu teria inveja da Sílvia? Sério... além de ela ser minha amiga (ainda lembrando: na época), eu não encontrei nenhum real motivo para tanto.

Vai comprar o livro? Ótimo. Faça bom proveito. E sobre essas coisas que dizem por aí... bom. É realmente foda conviver com gente que não tem o que fazer da vida a não ser criar perfis falsos no skoob pra criticar a resenha alheia. =)


moco 03/03/2013minha estante
Cadê a sua resenha? Vim aqui procurando um bom livro para ler, achei várias referências ótimas na internet, redes sociais, boca a boca de amigas comentando. Achei a resenha da leitora Lily perfeita, descritiva, ambientando quem lê.
Se fosse pela sua pseudo-resenha eu não teria o entendimento correto do livro e poderia me equivocar. Não me leve a mal não mas está parecendo inveja. Como amiga da autora, neste espaço, você deveria se limitar a resenhar e não ficar expondo fatos de "fonte segura". Lendo os demais comentários e resenhas de fontes mais confiáveis e neutras não tenho mais dúvidas: vou comprar o livro.


Ana 27/02/2013minha estante
Renatinha, eu acho que vc comentou na resenha errada. :) A Lily escreveu outra. Essa fui eu que escrevi.


Renata Avila 27/02/2013minha estante
LINDA A RESENHA LILY ...

ja tinha lido, mas amei a reler ...
quem sabe não animo e escrevo uma tb hahahaha


Silvia 25/02/2013minha estante
OBRIGADA PELAS DICAS!




Caroll 28/02/2013

Um livro que vale mais que Cinco(enta) tons de qualquer estrela!
Trinta dias com Camila é o romance de estreia da escritora Silvia Fernanda, autora inicialmente de fanfiction que transformou sua 'fic' escrita há cerca de quatro anos e de grande sucesso online em um original. Mencionando inicialmente, o livro tem alto teor erótico, mas com um enredo surpreendente e apaixonante.

A quem leu online, deixo o recado de que foi extremamente bem adaptado, com estrutura textual original e diferente de quem leu a fanfic. A história online costumava ter cenas gráficas que ocorriam cerca de três vezes por capítulo. Particularmente, acho que um livro que só há sexo no enredo inteiro, é muito criticado, como tem sido. Embora as pervertidas de plantão adorem, apenas esboçar essa cena se faz necessário quando sua história vai ser publicada em larga escala e com publico alvo diferenciado.

A diagramação é excelente, com títulos e trechos de músicas nomeando e de certa forma resumindo, respectivamente, no início de cada capítulo.

Sobretudo, o livro faz jus a sinopse. A proposta elaborada pela autora apresenta um sequestro emocionante e excitante com um resgate nada ortodoxo: um mês repleto de sexo e as artimanhas que o ato oferece. Um casal mal resolvido em relação aos sentimentos que culminam em um texto delicioso e que fará cada leitora desejar ter um pouquinho da Camila - uma mulher frágil, mas independente e simultaneamente segura de si - e ser párea ao Edgar - lindo, carinhoso, apaixonante e uma maquina sexual - .

Recomendo completamente a leitura. E não faço isso somente online... Ja indiquei para amigas pessoais e tive um retorno maravilhoso assim como a brilhante Silvia Fernanda merece.
Silvia 25/02/2013minha estante
Linda!! Gostei do "resgate pouco ortodoxo"!!




25 encontrados | exibindo 1 a 5
1 | 2 | 3 | 4 | 5



Publicidade


logo skoob beta
"Diferentemente das redes de relacionamento pessoal, o que importa no site não são as fotos dos usuários ou para que time eles torcem, e sim o que merece ou não ser lido."

Estadão