Faça seu login para ter acesso a todo conteúdo, participe também do sorteio de cortesias diárias. É rápido e gratuito! :) Entrar
Login
Livros | Autores | Editoras | Grupos | Trocas | Cortesias

Golfinhos e Tubarões - O Outro Mundo

Tais Cortez
Resenhas
Recentes
60 encontrados | exibindo 1 a 5
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12


Leeh 18/09/2014

Resenha #77 do blog Mãe, tô escrevendo
VOCÊ ARRISCARIA SUA VIDA PARA SALVAR UM AMOR QUASE IMPOSSÍVEL ?

Ana e Greg adoraram uma pequena menininha ruiva que tinha ficado órfã aos 5 anos e viveram dias, ou melhor 13 anos alimentando uma família de aparências. Victória por sua vez, tinha crescido e algumas transformações em seu corpo a incomodavam, fazendo também com seus amigos da escola ficassem cada vez mais distantes. Seus pais adotivos só perceberam a gravidade do que estava acontecendo com a filha quando se viram a beira da morte.

Em Golfinhos e Tubarões, o outro mundo temos a oportunidade de conhecer um pouco da estória de Victória contada detalhadamente por ela mesma, o que torna cada segundo um conhecimento maior de tudo que a protagonista deste incrível romance fantástico passou para finalmente se ver como parte do outro mundo.

Após passar por um momento assustador com seus pais adotivos, Vic recebe a visita de Victor e Lisa, professores da escola Aprendum, um internato somente para pessoas com habilidades especiais, assim como os X- mens. Em Aprendum tudo é diferente, primeiro por ser um enorme castelo cercado por uma enorme reserva florestal e segundo por proporcionar aos alunos aulas específicas para aprimoramento de seus dons, na nova casa Vic conheceu diversas pessoas especiais com dons magníficos e aos poucos foi percebendo que ela não era a única que tinha mudado com o decorrer dos anos. Mas o verdadeiro motivo de ter aceitado ir com Victor e Lisa era outro muito mais bonito, muito mais forte, muito mais impecável, muito mais perigoso e ele tinha nome, Alex.

Victória nunca aceitou o fato de que seus pais haviam morrido da forma que lhes fora contado e desde que chegou a Aprendum tinha dois objetivos: conquistar Alex, o garoto que todos tinham medo e que também era o mais recluso do grupo e descobrir a verdadeira causa da morte de seus pais. O que Vic não poderia imaginar e que muita coisa estaria ligada a morte de sua família e que isso a machucaria de uma forma tão intensa que ela poderia mudar afim de vingança.

Quando eu tive a oportunidade de ler O Ultimo Homem do Mundo da mesma autora me deparei com uma estória parcialmente real, em que boa parte do que acontecia me fazia lembrar alguma coisa da vida ou da minha ou da de conhecidos, de certa forma me senti inserida naquele contexto. Porém Golfinhos e Tubarões me tocou mil vezes mais, fiquei "amiga" de todos os personagens, senti raiva de outros e muitas vezes sorri ao pensar como era bonito determinado gesto. Quem me conhece sabe que eu nunca li Harry Potter, porém que já vi todos os filmes milhares de vezes e que sei a estória de frente pra trás e de trás para frente, Aprendum o internato em que Vic fica hospedada me recorda muito Hogwats e a separação de grupos, mesmo que como em escolas normais se assemelha a divisão de casas. Além destas pequenas semelhanças é possível fazer mais algumas pequenas comparações com X-Men e Crepúsculo. Mas não subestime a leitura achando que é algo repetido ao que você já viu, em Golfinhos e Tubarões a autora teve a maestria de com simples palavras demostrar que o mundo novo que ela criou era repleto de perigo, aventuras, amor e muita beleza. Ao referir-me a beleza, gostaria de ressalta que TODOS os personagens são descritos de forma excepcionalmente detalhada, deixando o leitor com a criatividade e a imaginação impecavelmente perceptíveis ao que o livro tenta passar.

Gostaria de dizer para vocês que ao final da leitura eu abracei o livro e fiquei pensando em como uma estória de amor pode se mesclar com tanta coisa, Alex e Victória poderiam desde o primeiro momento terem sofrido por serem tão diferentes e por Alex ter um limite de aproximação determinado por sua habilidade. Porém Victória soube desde o primeiro segundo que ela lutaria pelo amor dele mesmo que para isso tivesse que correr riscos a todo o tempo. Ela não ficou se lamentando como muitas personagens ficam, ela foi forte e tentou ao máximo transformar suas habilidades em uma defesa contra o mal que existi em seu amado, ela provou desde o momento em que olhou pela primeira nos olhos Azuis de Alex que ele seria seu amor para sempre, para mim ela teve quase que um imprinting de tão forte que é a relação deles no decorrer do livro.

O ponto chave da estória foi o crescimento de TODOS os personagens, nenhum deles deixou a desejar. A diagramação está muito boa e o melhor de tudo é que o livro mesmo sendo grande é muito leve, isso proporciona ao leitor um conforto muito grande, fazendo com que leia mais rápido,lógico que a estória ajuda muito e a escrita da autora também, mas este fato é sem dúvidas a peça chave para uma leitura gostosa, prazerosa e reconfortante. Super indicado !!


Quotes:

" As coisas são simples quando se define aquilo que se quer. E eu o queria. Com todo o meu ser, eu o queria. "

"[...] A vida era muito mais fácil antes de você chegar - Sorriu, amargurado.- Você é cada pensamento do meu dia."

"Então, eu me dei conta de que , por ele, eu estava disposta a correr aquele risco. Estava disposta a morrer para estar ao seu lado."

"Dizer que estava apaixonada seria chamar de garoa o que, na verdade, era um dilúvio."




site: http://maetoescrevendo.blogspot.com.br/2014/09/resenha-77-golfinhos-e-tubaroes-o-outro.html
Tais Cortez 18/09/2014minha estante
Adoreiii a resenha, Leticia!
Fico mtooo feliz por ter se sentido tão tocada!
Tb gostei das fotos q tirou do livro, ele parece um modelo! rsss
E alguns dos quotes q escolheu são meus preferidos!!!
Obrigada pelo carinho, vi q meus 2 livros estão como seus favoritos no skoob e me sinto mto honrada por ter criado algo q conquistou seu coração!
Bjsss
e sucesso ao blog! :)




Daniela 07/09/2014

Viagem MARAVILHOSA!
Em "Golfinhos e Tubarões" iremos conhecer Victoria, uma jovem de 18 anos que passou por umas transformações nada comuns na sua adolescência e desde então sua vida não tem sido fácil. Vic foi adotada aos 5 anos por uma casal de empresários da alta sociedade, que optaram por não ter filhos para não comprometer o trabalho, mas necessitavam de uma "família de aparências". Ela teve de tudo: boa educação, boas atividades, tudo da melhor qualidade, mas nunca se sentiu completamente integrada e não possuía uma relação muito afetiva com seus pais, Ana e Greg.

Quando Vic completou 15 anos ela sentiu mudanças fortes em seu corpo: sua força, seus sentidos, sua agilidade. Não bastasse isso algumas mudanças físicas ocorreram, não tão bizarras, mas com um alto grau de "inexplicabilidade". E ela percebeu que as pessoas a sua volta a repeliam mais do antes. A gota final foi em uma noite em que ela perdeu o controle sobre algo que não tinha consciência, destruindo a sala da sua casa e "pendurando" seus pais desacordados em uma parede. Vic estava decidida a fugir, até receber duas visitas especiais.

"Nós não sabemos por que existem tubarões e golfinhos, se já existem peixes. Não é uma questão de entender por que existimos, mas de saber existir sendo o que somos".



Vic então, é levada por Vitor e Lisa para Aprendum, um castelo-escola em uma "dimensão" limiar ao convívio humano, onde as pessoas com habilidades especiais como Vic pertencem. Eles vivem como em uma comunidade regida por valores, e nesse Castelo os jovens descobrem e desenvolvem suas habilidades. Quem aí gosta de X-men? Vai curtir esse livro! Uma pessoa geralmente consegue desenvolver apenas uma habilidade em um dos 5 campos, mesmo que ela tem potencial para mais de uma, é preciso dedicar toda a sua vida a aprimorar sua habilidade e buscar descobrir outras. Uma coisa que eu achei legal mas não tão lógico é que você pode ser filho de pais completamente humanos e ainda assim pertencer ao Outro Mundo.

Os 5 campos de habilidades são: Força, Sentidos, Premonições, Mente e Elemental. As disciplinas de Aprendum estão relacionadas a esses campos e todos os alunos devem frequentar todas as aulas para explorar e descobria sua(s) habilidade(s). Sim! É tudo muito deslumbrante Sim! Lembra Hogwarts de alguma forma, mas Victória não pensa em ficar por lá. Tudo o que ela sabe é que ela tem algo que precisa aprender a controlar e que isso é devido a sua ligação com os pais biológicos. Ela aceita a ir para Aprendum por 3 motivos: controlar suas habilidades, descobrir mais sobre seus pais que parecem ser bem famosos e desvendar que é o lindo e intrigante rapaz que ela viu em uma "visão". Feito isso, ela planeja voltar para a "vida humana". Tá bom...

Evidentemente, a vida de Vic muda por completo a partir do momento em que ela chega a Aprendum, ela irá fazer amigos, pessoas que a entendem e a admiram. Compreenderá que fazer parte do Outro Mundo vai além de conhecer e dominar suas habilidades. Irá viver uma ciranda de pedra com o jovem Alex, um meio-vampiro por quem ela parece ter uma atração inevitável e vital mesmo que letal. E desvendará mistérios sombrios e dolorosos sobre o seu passado que podem mudá-la completamente. "Complexo"!

" As coisas são simples quando se define aquilo que se quer. E eu o queria. Com todo o meu ser, eu o queria ".

Foi uma leitura extremamente prazerosa! O livro é narrado em primeira pessoa pela Vic e a escrita da Taís proporciona uma narrativa intensa, sensível e muito imersiva. Em alguns momentos eu achei que os fatos eram repetidos demais (como lembretes/flashbacks) e isso deixou o livro um pouco mais denso do que o necessário, mas nada que atrapalhe a dinâmica de leitura. Outra coisa que me incomodou um pouco foi o romantismo ferrenho com que a Vic enxergava o Alex às vezes, eu preferia as passagens em que ela não o idealizava tanto. Mas a linguagem geral, as metáforas, as descrições, os diálogos são deliciosos!


Foto: Eduarda Cardoso, blog Amo Livros
Gostei muito das personagens, muito bem construídas, personalidades bem marcadas e as relações entre elas foram bem desenvolvidas. Penélope, Ana, Verônica e Vitória são o tipo de "quarteto" que me lembrou a mim e minhas amigas, então eu fiquei feliz em me identificar nessa relação. Além de que os outros amigos e colegas de Victória também eram divertidíssimos ou nem tanto. Acho que não tem como não se sentir acolhido pelo carinho de Lisa e até mesmo a rigidez de Vitor é aconchegante. Hugo foi o professor que me deixou um pouco sismada às vezes.

Toda a evolução da história e das personagens foi bem elaborada, a forma como as pontas se amarram ao final me pareceu bastante satisfatório. Encontrei pouquíssimos erros de revisão nessa edição, mas achei o material de impressão e encapamento um tanto frágeis. No mais, a diagramação é simples e extremamente confortável para leitura, que agregada à agilidade narrativa faz a leitura fluir muito bem. Realmente gostei da história, do mundo e da narrativa de Tais! Acho muito válido a recomendação dessa leitura para quem curti fantasia, romance, mistério, aventura... tem um pouquinho de tudo! Nacional RECOMENDADÍSSIMO!

Agradeço a Tais pela oportunidade de participar do Book Tour, e desejo que os próximos leitores desse livro se divirtam e sejam afetados por ele tanto quanto eu fui, que seja uma leitura deleitosa! Tais, quero ler mais coisas escritas por você, por favor!!!

site: http://1000-vidas.blogspot.com.br/2014/09/book-tour-resenha-20-golfinhos-e.html
Tais Cortez 08/09/2014minha estante
Dani, ADOREI a sua resenha!
E achei especialmente interessante vc ter se identificado com o "quarteto" e ter sismado com o Hugo (pq ele realmente causará problemas na continuação!!! rsss)
Agradeço o carinho com que escreveu sua resenha, pois foi realmente perceptível o quanto gostou e foi envolvida pela história!
Bjsss
e sucesso ao blog :)




Anne Viana 02/09/2014

Victoria vivia em uma família de aparência,em um mundo de aparência em que para sua mãe adotiva a única coisa que importava eram as festas sociais,trabalho e dinheiro.
Até que um incidente acontece e a vida de Vic muda radicalmente,após esse acontecimento ela é enviada para uma escola em que ela iria aprender como controlar e aprimorar suas habilidades.
Chegando em Aprendum ela conhece Alex,um garoto mestiço por quem se apaixona assim que o vê pela primeira vez e para surpresa e emoção de vic o sentimento é mutuo,mas a um porém,de inicio Alex se dedica a permanecer afastado a fim de protegê-la,o que Vic não aceita muito bem.
Junto com seus novos amigos nesse mundo novo e mágico,Alex enfrentar seu pior inimigo o passado!

A estória é bem cativante,a leitura flui rápido que quando você menos espera já acabou e querendo ou não você fica com um gostinho de quero mais.
Não consegui me apegar a protagonista,um pouco chatinha,mas adorei as amigas dela,Penny,Ana e Veronica.
Pra quem gosta de Harry Potter (como eu) e Crepusculo vão gostar bastante,pra vocês entenderem um pouco a estória Golfinhos e Tubarões é uma mistura desses dois mundos,em que envolvem castelos,habilidades,vampiros bons e maus,um mundo humano e outro mágico,batalhas e guerras entre o bem e o mau,tudo interligado.
Gostei muito da premissa e da estória mas senti um pouco de falta de originalidade em algumas partes,as vezes eu pensava que estava lendo Crepúsculo e em outra hora entrava no mundo mágico de Harry Potter e isso me incomodou um pouco.
Mas fora isso gostei muito do livro e espero que tenha uma continuação,pra quem curte um livro nacional e esse gênero de Fantasia,vocês irão gostar :) Recomendado!!!!!!

Resenhei também no meu blog


site: http://livroaoavesso.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Evelyn! 24/08/2014

Golfinhos e Tubarões - Por Evelyn Barcelos
Victoria é órfã desde os 5 anos e não se lembra de seus pais biológicos. Foi adotada por um casal, Ana e Greg, que se importa mais em mostrar à sociedade que tem uma família feliz, do que realmente ter uma família feliz. Aos 15 anos, Victoria, começou a mudar: seus cabelos vermelhos começaram a escurecer, sua velocidade e força aumentaram surpreendentemente, sua audição ficou muito aguçada e alguns de seus sonhos se tornaram realidade.
Após um incidente com os pais, onde eles ficaram grudados no teto, ela se sente super culpada e eles não disfarçam o medo que passaram a sentir. Aos 18 anos, Victoria recebe a visita de Lisa e Victor, casal um tanto quanto esquisito, que propõe que ela vá para uma escola onde aprenderá a controlar suas habilidades. E é lá que ela conhece Alex, um rapaz misterioso de olhos azuis brilhantes, que não se aproximava de ninguém, até a sua chegada.

Na escola, todos os alunos possuem habilidades únicas: controlar os 4 elementos, voar, super força ou velocidade, ler pensamentos, etc. A primeira pessoa que Victoria conhece e que se torna sua amiga é Penélope, uma ruiva que está aprendendo a controlar o fogo. Desde o início, Victoria disse a si mesma que assim que aprendesse a controlar seus poderes, voltaria pra casa e poderia ter uma vida normal. Com o passar do tempo, tal pensamento vai se desfazendo, já que ela começa a se apegar aos amigos, aos professores, ao local e principalmente à Alex.
Alex é um meio-vampiro que evita qualquer contato com os outros alunos e professores, mas já na primeira aula de Vicky, a salva de um possível acidente. A partir daí, Victoria se torna cada vez mais decidida à se aproximar, lutando contra a frieza e esquivas de Alex.

É impossível não notar as semelhanças com X-Men. Lisa me lembrou a Tempestade e a Alice é a "cara" da Jean Grey, por exemplo. Mas - felizmente - o rumo da história é bem diferente e a gente para de pensar nisso. O livro conta com romance, mistério e ação, o que torna a leitura fácil, mesmo com suas mais de 400 páginas. Porém, achei o romance fraco. O amor incondicional entre Vicky e Alex, que aflorou desde a primeira vez em que eles se viram (mesmo ele não deixando isso claro), pareceu forçado e não me convenceu. Com o desenrolar das história e as revelações que vão surgindo, ficou mais aceitável, mas ainda assim não me fez suspirar ou torcer muito pelo final feliz dos dois.
O mistério em torno da morte dos pais de Vicky deixou a história mais excitante e eu realmente me surpreendi quando ele foi revelado. Acho que nesse ponto a autora conseguiu amarrar bem as coisas. E outro ponto que gostei muito, e que poderia ter sido mais explorado, foi a luta que ocorre entre os mocinhos e os vilões no final. Achei a cena muito rápida e com menos detalhes do que deveria. Mas no geral, o livro é muio bem escrito e consegue entreter bem.
Pra quem gosta deste tipo de ficção, é uma boa pedida!

site: http://www.pensamentoseminstantes.com.br/
comentários(0)comente



Jessica 15/08/2014

Surpreendente.
"Nós não sabemos por que existem tubarões e golfinhos se já existem peixes. Não é uma questão de entender por que existimos, mas de saber existir sendo o que somos."

Em Golfinhos e Tubarões conhecemos Victória, uma garota que aos 5 anos foi adotada por Ana e Greg, pessoas bem sucedidas em suas carreiras e que viviam de aparências. Tudo o que ela sabia sobre seus pais biológicos era que eles haviam morrido de uma doença grave, e, apesar de ter 5 anos quando foi adotada, ela não se lembra de mais nada dos verdadeiros pais.

Aos 15 anos, Vic começa a mudar fisicamente. Mas não são mudanças "normais", da adolescência; e, além disso, ela descobre que tem poderes. Até que certo dia, ela perde o controle deles e quase mata seus pais.
Uns dias após o ocorrido, um casal chega até a sua casa, e seus pais, acreditando que aquele casal trabalhe no sanatório, permitem leva-la.

E é ai que ela descobre um novo mundo, do qual nunca deveria ter saído. Somos apresentados a Zápia, um universo de utopia. Ou pelo menos, era isso que eu imaginei à primeira vista.

No seu primeiro dia em Aprendum (o que eu considerei como uma escola para pessoas superdotadas) ela já faz novos amigos, que aos poucos vão se tornando como irmãos. Sente-se atraída por um garoto de rosto pálido e angelical, que mais à frente descobrimos ser um mestiço.

Golfinhos e Tubarões nos trás personagens de personalidades fortes e bem estruturados, que, na maior parte das vezes, nos conquistam por inteiro.
Confesso que a protagonista não é a minha preferida, mesmo se tornando cada vez mais legal e corajosa ao longo da história, ainda assim, ela era meio impulsiva, o que não me agradou.

Não podia deixar de falar da metáfora usada pela Tais para com o título. A primeira vez que ouvi falar do livro, achei que a história falasse sobre um mundo submerso ou algo assim, mas ao ler a sinopse já vi que estava bem enganada.

A narrativa da Tais é super leve e gostosa, o que não te deixa largar o livro tão facilmente.
Não gostei tanto assim da capa, ela poderia ter um pouco mais da essência da história. A divisão dos capítulos foi em um tamanho bom, que deixa a leitura fluir rapidamente. O espaçamento e a fonte são em tamanhos ideais. Minha primeira experiência com a autora e com a editora não podiam ter sido melhores.

Ao terminar de ler levantei algumas questões não respondidas, mas já conversei com a autora e ela confirmou que sim, terá uma continuação o/

site: entreeleitores.blogspot.com
Tais Cortez 16/08/2014minha estante
Oi, Jéssica!
Obrigada pela resenha, gostei! :)
E admito q fiquei intrigada em saber qual o seu personagem preferido, se n eh a Vic rss...
Fico feliz q a história a tenha agradado!
Bjsss
e sucesso a blog!




60 encontrados | exibindo 1 a 5
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12



Publicidade


logo skoob beta
"O sucesso do Skoob tem explicação. Além de ser uma ferramenta inédita em português, chamativa para leitores inveterados, o funcionamento do sistema é fácil."

A Notícia