Faça seu login para ter acesso a todo conteúdo, participe também do sorteio de cortesias diárias. É rápido e gratuito! :) Entrar
Login
Livros | Autores | Editoras | Grupos | Trocas | Cortesias

Golfinhos e Tubarões - O Outro Mundo

Tais Cortez
Resenhas
Recentes
42 encontrados | exibindo 1 a 5
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9


Jon 21/04/2014

Minha Opinião sobre Golfinhos e Tubarões - O Outro Mundo
* O livro é bem divido em incríveis quatrocentas e dezenove páginas. É o famoso livro cadinho, um pouco de cada coisa, amor, humor, suspense, surpresas, revelações bombásticas e reviravoltas completamente assustadoras... Eu sou bastante eclético, então isso me conquistou um pouco, fazendo o livro subir na escadinha das estrelas do crítico Jonathan.

* Os personagens tem personalidades muito diferentes, até os dois personagens principais são completamente o oposto um do outro. A autora usou a imaginação na hora de criar cada personagens, e isso também soma pontos para os livro.

* O livro é muito leve, a história parece ser grande, mas você lê rapidamente e os números de páginas não interferem na história. Os detalhes são no ponto certo, nada desse negócio de dois parágrafos descrevendo uma paisagem.

* O final é de tirar o fôlego, muitas reviravoltas, emoção a mil, pessoas quase morrendo, surpreendente e deixando gostinho de quero mais. Eu sinceramente espero um segundo livro, com novos vilões e desafios. Pode ser um spin-off também Tais!!!

Pontos negativos -

* Semelhanças com histórias famosas, cara isso não pega bem. Não estou falando de plágio ou nada do tipo, mas em algumas partes da para perceber que algumas coisas foram inspiradas em outros livros. Apesar disso não interferir de forma alguma na história, acaba tirando pontinhos para o livro D=...

* Em algumas partes a história se prolonga sem necessidade, algumas cenas monótonas que acabam ficam grandes, que desanima um pouco, mas no final tudo se ajeita...

site: Resenha completa aqui: http://momentoliterario1.blogspot.com.br/2014/04/resenha-89-golfinhos-e-tubaroes-o-outro.html
Tais Cortez 21/04/2014minha estante
Oiiii, Jonathan!
Adorei a resenha...fico feliz q tenha gostado do livro!
Aguardo ansiosamente a resenha de O último homem do mundo! :D
Achei mto legal vc ter lido os 2!
Bjsss
e sucesso ao blog!




Lary 18/04/2014

Blog | Literatura: Um Mundo Para Poucos - Laryssa
Para começar minha resenha, não há maneira melhor do que contar-lhes em linhas gerais as primeiras páginas do livro "Golfinhos e Tubarões - O Outro Mundo", de Tais Cortez.

Narrado em primeira pessoa, possui em suas páginas a história de Victória, que aos cinco anos foi adotada por um casal um tanto fútil e não se lembra dos verdadeiros pais. Ao completar quinze anos, mudanças notáveis em sua aparência e capacidades acontecem, culminando para que seja levada a um lugar especial, "outro mundo", onde pessoas como ela aprendem a controlar seus poderes e conviver consigo mesmos: Aprendum. Nessa escola, tão diferente e fascinante em sua estrutura e métodos, porém tão familiar em termos sociais, nossa protagonista conhece, além de amigos fiéis, Alex, por quem se sente imediatamente atraída e apesar da clara rejeição do mesmo, insiste em ter sua amizade e começa-se assim, o verdadeiro desenrolar dessa história viciante e surpreendente.

Ao ler a sinopse ou minha síntese semelhante, pode-se perceber que o livro é composto por um esqueleto de elementos conhecidos. E acreditem se quiserem, acho que foi exatamente isso, junto à narrativa viciante e a forma original e bem construído com que a autora dispôs os acontecimentos, que fizeram desse livro uma preciosidade para o romance sobrenatural.

E o que, me digam, tem o poder de superar todo e qualquer erro em um livro? A meu ver, a resposta não poderia ser outra senão a escrita de um autor. Admito a vocês que graças a algumas leituras anteriores, já não estava com um pique muito grande em relação a isso e levei um choque. Tais nos conta a história através de Victória com tanta simplicidade e maestria que jamais pensaria ser este o seu primeiro livro.

Conforme conhecemos Aprendum e seus alunos, podemos perceber que cada personagem tem sua própria personalidade, apesar de representarem um papel familiar no ambiente escolar e no círculo social de adolescentes. Temos o cara legal que gosta da garota nova, mas que ela só quer como amigo, a grande amiga tímida e fiel, a bela que se sente ameaça e tem necessidade de destacar-se, os seguidores bobos e ainda os conflitos, como rituais de iniciação. A minha única crítica em relação a elas é que não parecem, em atitude, ter a idade que a autora nos fornece.

Em meio a tudo isso, com o desenrolar do enredo e a exposição de conflitos, Tais dispõe pequenas ideias e mistérios, que com sua narrativa fluída, passam levemente pelos olhos do leitor e não nos permitem conectá-los como um só, culminam para um desenvolvimento surpreendente e cheio de ação.

E eis o ponto onde queria chegar. A autora realmente se foca muito em detalhes, o que é perfeito devido à quantidade de emoções que ela nos transmite através das personagens e da ação que o livro. Com ação quero dizer lutas, corporais e seja como se chamem com poderes, todas com direitos a seu tempo especial e consequências reais.

Em suma, o livro pode ser considerado nada menos que incrível por conta dos detalhes. Cenários bem construídos, trama costurada e premeditada, conflitos familiares, segredos do passado, paixão intensa e o que não poderia faltar, momentos arrepiantes e frases de efeito.

Recomento imensamente para aqueles que não se preocupam com clichês e procurem além de heroínas fortes, uma história repleta de ação e sentimento.

P.S.: Sobre o trabalho de revisão... Não se usa mais trema (¨) sobre a letra 'u' e o livro está inteiramente escrito assim, como a sinopse apresenta, tendo sido publicado em 2013.

site: http://literaturaummundoparapoucos.blogspot.com/2014/04/resenha-golfinhos-e-tubaroes-o-outro.html
Tais Cortez 19/04/2014minha estante
Oiii!
Adoreiii sua resenha!!!
Fico mtooo feliz por saber q gostou da história e adoreiiiii qnd disse:
"Em suma, o livro pode ser considerado nada menos que incrível por conta dos detalhes. Cenários bem construídos, trama costurada e premeditada, conflitos familiares, segredos do passado, paixão intensa e o que não poderia faltar, momentos arrepiantes e frases de efeito."
Uau! q recompensa ler um feedback como esse!!!
Bjssss
e sucesso ao blog! :)




Patricia 10/04/2014

Inesquecível e emocionante!
Um amor complicado.
Um segredo do passado.
Uma história mágica e inesquecível.

Nessa obra somos apresentados a Victoria. Uma garota que, aos cinco anos de idade, foi adotada por Ana e Greg, um casal de adultos bem sucedidos que resolveu realizar a adoção para adquirirem a aparência da família perfeita.

Até seus quinze anos, ela levou uma vida normal, porém, quando atingiu essa idade, começou a perceber grandes mudanças em seu corpo e em seus sentidos.
"Foi após meu décimo quinto aniversário que as coisas começaram a mudar. Fui me tornando cada vez mais forte e rápida, e alguns dos meus sonhos começaram a ser premonições de situações próximas a acontecer."
Apesar das mudanças óbvias, Ana e Greg fingiram não notá-las, até o dia em que, já com dezoito anos, Vic começa uma pequena discussão com sua mãe adotiva, que acaba se transformando em um pesadelo. Ao se irritar com Ana, ela acaba liberando uma de suas desconhecidas habilidades especiais e faz com que seus pais fiquem suspensos na parede da sala, cômodo que também é destruído em seu ataque de fúria.

Depois desse episódio, ela é levada pelo casal Lisa e Vítor, que para seus pais, trabalham em um hospital psiquiátrico. Para Victoria, eles deixam claro que irão levá-la para uma escola onde ela aprenderá a controlar seus poderes.

Em seu novo colégio na cidade de Zápia, conhecido como Aprendum, Vic logo faz novas amizades e entre os diversos alunos, conhece Alex, um garoto tão bonito, quanto enigmático, que vive isolado das outras pessoas e que recusa a aproximação de Victoria.
"Eu podia sentir sua fúria tanto quanto sentia sua bondade. Os dois lados me atraíam."
Apesar de Alex tentar mantê-la longe, Vic se aproxima cada vez mais, até conhecer seus segredos e descobrir porque ele vive afastado de todos e principalmente dela. Quando o contato entre eles se intensifica, é difícil para Victoria não se apaixonar pelo belo garoto de olhos azuis e pele pálida. No entanto, ficar juntos não é tão fácil quanto eles imaginavam e ambos precisam se mostrar dispostos a ultrapassar essas barreiras, para que finalmente possam ser felizes.
"De todas as mulheres, ele havia me escolhido. Meus sentimentos por ele aumentavam a cada dia. Dizer que estava apaixonada seria chamar de garoa o que, na verdade, era um dilúvio."
Golfinhos e Tubarões - O Outro Mundo me remeteu a Crepúsculo (principalmente pelo nome de alguns personagens), Harry Potter e algumas vezes a X-Men, mas apesar de algumas coincidências, a obra tem uma sua essência única. Ela me conquistou desde o início e me fez ler vorazmente até chegar as últimas páginas.

Todos os personagens foram bem explorados, incluindo os secundários, apesar do foco principal ser o casal. Alex e Vic conseguiram me agradar desde o primeiro capítulo, e entraram na minha lista de casais preferidos.

A escrita da Tais foi o fato que mais me agradou, além do lindo e mágico enredo. Ela consegue descrever os detalhes sem tornar a leitura maçante e nos envolve mais na trama a cada capítulo que se passa.

A narrativa é feita em primeira pessoa, por Victoria, e a maioria dos capítulos é pequeno. A fonte é igual a dos outros dois livros que tenho da Chiado Editora, ou seja, de um tamanho que não incomoda durante a leitura e as páginas amareladas também não cansam a vista. O peso do livro também influenciou bastante já que, apesar de ter 419 páginas, ele é super leve.

Falando na editora, preciso elogiá-la. A edição ficou incrível, encontrei no máximo três erros, que quase passaram despercebidos e a capa ficou maravilhosa! Como ela é um dos fatores que mais nos chama a atenção em uma obra, acho imprescindível que seja bem elaborada, e essa com certeza atingiu seu objetivo, é difícil não lembrar dos olhos de Alex ao olhar para ela.

Enfim, a obra é uma boa pedida para os amantes de romance com um misto de ação e fantasia. Eu adoro livros nesse estilo e não é a toa que Golfinhos e Tubarões entrou para a minha lista de favoritos!

Essa obra foi cedida pela Chiado Editora para resenha.

site: http://experimentandolivros.blogspot.com.br/
Tais Cortez 10/04/2014minha estante
Patriciaaaa...
Ameiiii a resenhaaaa por vários motivos!
Primeiro, pq vc escreve maravilhosamente bem!
Segundo, pq vc abordou de maneira muito precisa os principais aspectos do livro, sem entregar nenhum spoiler rss...
Além disso, seus comentários sobre personagens, enredo e minha escrita foram incríveis!
Como autora, é uma grande recompensa receber um feedback como o seu!!!
Fico extremamente feliz q tenha se apaixonado por algo q criei com tanto amor!
Ahhh, n sei se sabe, mas haverá continuação :) Com explicações, revelações e grandes emoções!!! rsss
Bjssss e sucesso ao blog!




Natália 31/03/2014

INCRÍVEL!
A história é narrada em primeira pessoa e é através dos olhos de Victoria que somos introduzidos aos mistérios de sua existência (tipo seu cabelo que muda de cor e tals). Depois de machucar os pais adotivos com poderes que ela desconhecia possuir, duas pessoas completamente estranhas surgem em sua casa: Lisa e Vitor. Explicando à ela que eles pertencem a uma classe diferente da dos humanos, Victoria acaba indo parar em Aprendum, uma escola (melhor que Hogwarts/corre) onde outros como ela aprendem a lidar com seus poderes.
Sem ter tempo de se acostumar com o lugar, logo de cara ela se depara com Alex (moreno alto, bonito e sensual -q), rapaz que viu através da mente de Lisa e que possui uma estranha ligação com ela. Além dele, personagens divertidos como Penélope, Verônica, Ana, Ben e outros, compõe o círculo de convivência de Victoria que a cada dia conhece mais daquele mundo onde pertence e de si mesma. Infelizmente, o mesmo não se aplica ao passado trágico de seus pais e dos segredos que Alex, perturbado por ser um meio-vampiro, guarda em seu interior. E é nesse clima de segredos que a história gira, de modo divertido e leve. A cada descoberta, sentia que era eu ali, vivendo tudo isso. Zápia, a cidade pertencente aos cidadão desse mundo, é um lugar maravilhoso e mágico e acho que nunca conseguirei imaginá-lo com tanta exatidão, pois parece modificar a cada descrição. É uma constante descoberta, até então enriquecedora, quando o vampiro-rei Lepônidas dá o ar da (des)graça.
Lepônidas, é um vilão típico, com sorriso desdenhoso, prepotência aparente e ares de deboche. Mas quando coloca sua crueldade à mostra, é difícil não se arrepiar... E é ele a chave para o passado esquecido de Victoria. Mas isso eu não vou contar, né? :P
Super recomendado aos amantes de fantasia! Zápia, Aprendum e até mesmo Zauron são mundos incríveis que, quando mergulhados, fica difícil de sair. A autora ainda nos dá esses exemplos que, entre linhas, nos faz escolher se queremos ser golfinhos ou tubarões...

Leia e faça sua escolha ;3

site: http://obodecomaonca.blogspot.com.br/2014/03/quem-conta-um-conto-11-poderes.html
ZUNDER 04/04/2014minha estante
Irei procurar ler esse livro, a resenha chamou muito a atenção.


Tais Cortez 02/04/2014minha estante
hahahha foi impossível não terminar de ler sua resenha com um sorriso nos lábios!
Fico mtooo feliz por mais uma de minhas histórias ter conquistado sua admiração...significa mto!
Achei mto legal qnd disse q nunca conseguiria imaginar com exatidão, pois cada acontecimento acaba modificando os detalhes desse mundo!
E foi ótimo saber q vc se sentiu como se realmente fizesse parte da história!
Obrigada pelo carinho!
Bjssss
e sucesso ao blog!




Marcos 28/03/2014

Mistério e romance
Victoria, quando tinha apenas cinco anos, acabou perdendo seus pais. Supostamente, eles morreram por uma doença rara, porém, ela não acredita em tal fato. Ainda pequena, ela foi adotada por Ana e Greg e teve uma vida normal, até que ela completasse quinze anos e sua vida começasse a mudar drasticamente.

Diversas mudanças começam a ocorrer no corpo de Victoria e ela não consegue controlá-las. Seus sentidos tornam-se aguçados, seu cabelo começa a mudar de cor e seus sonhos transmutam-se em premonições. Porém, o que parecia ruim ainda piora. Em um ataque de raiva, estranhos poderes se manifestam e ela acaba assustando seus pais adotivos.

“Era como se eu pudesse enxergar, mesmo no escuro, cada pedra daquele ambiente. Algumas estavam espaçadas, outras amontoadas umas às outras. Conhecer o cheiro daquela primeira pedra fez com que, identificando esse mesmo odor ao redor, eu soubesse exatamente a posição das demais. Elas tinham a aparência de uma névoa densa. Eu estava fascinada.” (p. 63)

Por causa do ataque, Victoria é encaminhada para um lugar onde pessoas com dons especiais são treinadas. Lá, ela faz muitos amigos, como Penny, Thiago e Jasper, além de conhecer Alex, um estranho rapaz que mexe com todos os sentidos da protagonista.

Victoria acaba tendo uma paixão súbita por Alex, mas ele parece fugir dela, causando dor e desconforto. Apesar da rejeição aparente, ela não consegue tirá-lo de sua mente. A cada olhar dele, ela sente um misto de amor e curiosidade. A cada contato, ela quer mais. Porém, o que ela não sabe é que sua relação com Alex é mais profunda do que se possa imaginar. Além disso, a instituição em que ela estuda reserva mistérios sobre o passado de Victoria que nem ela mesma conhece.

“Seu cabelo negro dava a impresso de ser ainda mais escuro em contraste com sua pele, que parecia macia como cetim e era extremamente pálida. Seus magníficos olhos azuis encontraram os meus e eu pensei que desmaiaria ou que sua beleza me deixaria cega.” (p. 44)

O que acontece entre Victoria e Alex? Qual é a ligação tão intrínseca que os une? O que será que está escondido no seu passado desconhecido e o que o futuro reserva para nossa protagonista? Só tem como descobrir lendo o livro.

“Sorri, sem graça. Falar sobre minhas habilidades nunca era agradável. Todos pareciam sempre esperar algo de mim e, secretamente, eu sabia que poderia satisfazer essas expectativas (...)”. (p. 97)

Golfinhos e Tubarões tem um ar de mistério, de fantasia e de romance. Apesar de este último estar impregnado em todo o livro, através da relação de Victoria e Alex, é o mistério e a ação que sobressaem, transformando cada virar de página em uma expectativa alucinante.

O livro, sem dúvida, é um daqueles que você não quer largar antes de terminar. E, quando termina, fica aquele sentimento de saudade, de que poderia ter continuação. Tais Cortez sabe cativar o leitor criando personagens interessantes e mistério sobre mistério.

“Seus rostos não saiam da minha cabeça. Estaria morta se os professores não tivessem chegado a tempo. Fechei os olhos, tentado afastar qualquer pensamento, tentando ficar leve, em paz. O sorriso maléfico de Lipônidas ressurgia, assombrando-me.” (p. 303)


A leitura é fluída, o que deixa o texto ainda mais rápido e gostoso, o que combina exatamente com o gênero do livro. Gostei bastante da capa e o título me deixou bastante curioso, por ser subjetivo. Você só o entende ao ler a obra.

Sem dúvida alguma, esse é um daqueles livros que deve estar na estante de todo amante de fantasia. Quem gosta de romance e mistério, certamente também irá aprovar. O livro superou todas as minhas expectativas. Aprovadíssimo.

site: http://desbravadoresdelivros.blogspot.com.br/2014/03/resenha-golfinhos-e-tubaroes.html
Tais Cortez 02/04/2014minha estante
Ameiii a resenha!!!
Achei sensacional seu olhar de leitor!
Realmente vc acertou qnd disse q, embora o romance permeie todo o livro, eh o mistério e ação q se sobressaem! :-)
Fico mtoo feliz q vc e sua noiva tenham gostado!
Bjsss
E sucesso ao blog!




42 encontrados | exibindo 1 a 5
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9



Publicidade


logo skoob beta
"É maravilhoso fazer amigos por meio dos livros, sejam eles Harry Potter, Zibia Gasparetto ou Cortázar."

JB Online