Destrua Este Diário

Keri Smith



Resenhas - Destrua Este Diário


49 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4


andreia.borgesd 22/11/2014

Divertido
Estou fazendo o livro aos poucos. É interativo, criatIvo e divertido.

site: www.mardevariedade.com
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Rullyan 08/11/2014

Diferente.. até demais.
Através de uma matéria em uma revista, fui apresentado a este livro um tanto diferente Na verdade, ele não é um pouco diferente e na verdade MUITO !
Comecei a pesquisar sobre ele e estranhei não encontrar nenhuma sinopse do mesmo. No youtube, fiquei bastante surpreendido com as cenas, todas aquelas pessoas destruindo seus exemplares impecáveis sem nenhuma piedade. Diversas imagens muito criativas sobre várias técnicas de destruição no Pinterest me animaram Tudo isso me fez querer conhecer esta obra de Keri Smith de perto. O livro já era um grande sucesso nos Estados Unidos com o nome Wrecking the Journals, e em novembro de 2013 chegou ao brasil comoDestrua este diário.
A ideia é simples, Use a criatividade e talento e acabe com o seu exemplar realizando tarefas duvidosas e bem estranhas Tais como Lamba esta página, Mastigue esta, Passe comida aqui Confesso que muitas das atividades tive bastante receio em realizar, mas com o tempo se nota qual a grande sacada da escritora Keri já é conhecida por seus livros interativos, e de um jeito irônico dedica este a todos os perfeccionistas do mundo inteiro e nos convida a sair da rotina e quebrar todas as regras no que diz repeito a cuidados com os livros.. Como ela mesmo cita :CRIAR É ESCULHAMBAR!
comentários(0)comente



Nat 08/11/2014

Adorei!
De início você pode achar o diário algo inútil, pode achar que jogará dinheiro fora por comprar algo que irá parar na lixeira depois... Mas eu digo o contrário: não é dinheiro jogado fora, é muito útil para trabalhar criatividade e isso é perfeito para quem precisa de imaginação para trabalhar (escritores, designers, etc), e você não precisa jogar fora no final.

O diário te dá abertura para fazer vários tipos de destruições: destruição física como arrancar folhas ou arrebentar a lombada, destruição estranha como testar canetas ou colar insetos, destruição alimentícia como esfregar o seu jantar no papel, destruição artística através de desenhos ou recorte e colagem... Enfim, existem muitas formas de destruição e se você fizer bem feito, perceberá que apesar da aparência exterior do diário ficar zoada no final, seu interior estará repleto de belezas e criatividades (e o que é melhor: é a sua criatividade). É por isso que afirmo e insisto que você não precisa jogá-lo no lixo no final...

Quando pesquisei sobre o diário na internet, percebi que são poucas as pessoas que conseguem entrar de cabeça na lei do desapego, que obedecem as ordens de forma literal... Fiquei meio desapontada em ver que as pessoas estão transformando o diário em um caderno de desenho, que estão desenhando compulsivamente nas páginas sem obedecer a ordem dada. Desenhar é UM dos métodos de destruição, mas não é o ÚNICO...

Por isso, quando decidi destruir meu diário, procurei estabelecer regrinhas para mim mesma, para não cometer este erro que acaba fazendo o diário perder sua funcionalidade de contrariar nosso bom senso.

Tenho me divertido muito com o diário e várias vezes tive que me segurar para não fazer cinco atividades de uma vez, hehehe. Ainda não tive coragem suficiente para arrancar folhas, mas sei que cedo ou tarde eu terei que cumprir esta tarefa.

>>> Opinião Final: Recomendo imensamente o Destrua Este Diário. Comprá-lo não é dinheiro jogado fora, é investimento para sua imaginação e capacidade de criar...

>>> Leia o restante da resenha no meu blog :)

site: http://natsonhadora.blogspot.com.br/2014/11/critica-destrua-este-diario.html
comentários(0)comente



C. Aguiar 25/10/2014

Esse livro foi criado pela Kerin com o intuito de encorajar as pessoas a terem momentos destrutivos de forma criativa e com certeza ela acertou. O livro contém várias instruções para que sejam feitas, mas claro o leitor deverá segui-lás de forma criativa e na ordem que achar melhor!
No decorrer das páginas você vai se libertando e fazendo coisas que não faria normalmente, afinal quem tem coragem de machucar um livro? Pelo menos os amantes da leitura não se sentem a vontade no começo. Pelo menos eu fiquei com pena, mas isso saiu da minha cabeça segundos depois que comecei a riscar o livro- haha.
Passei ótimos momentos rabiscando, colando, cortando e até jogando o livro em alguns lugares de várias formas possíveis. E recomendo a compra dele sempre que alguém me pergunta se vale ou não a pena. Mas muita gente fica na dúvida, pois afirma que não irá gastar dinheiro em algo para ser destruído, mas eu faço uma pergunta para essas pessoas: Será que não vale a pena gastar esse dinheiro em ago que te fará expandir os horizontes e fazer coisas de forma criativa, inusitada e completamente diferente?
Se vocês são pessoas de mentes fechadas não comprem esse livro porque estará fazendo o seu exemplar perder tempo com você, mas se forem completamente insanos, ou apenas gostem de coisas diferentes eu recomendo e por favor me mande fotos, ou me marquem no instagram porque eu adoraria ver o que você foi capaz de criar.

site: http://www.seguindoocoelhobrancoo.com.br/
comentários(0)comente



fabianebastos 08/10/2014

Resenha Destrua Este Diário
Provavelmente o livro mais difícil que você vai ler fazer na sua vida. E o trauma não vai ser de terminar uma saga de anos e dizer adeus a um universo, ou provocado por mortes repentinas de protagonistas e favoritos. Toda dificuldade vem da destruição, mas não uma destruição narrativa, a coisa é física mesmo...

Leia o conteúdo completo no blog

site: http://porfalarnisso.blogspot.com.br/2014/08/destrua-este-diario.html
comentários(0)comente



Amanda Trés 04/10/2014

está sendo ótimo executar cada tarefa, desde fazer círculos a entornar o café.
É um livro diferente e criativo, que me cativou muito!
#adorando
comentários(0)comente



Duda 01/10/2014

INFANTIL OU DESCONTRAÇÃO
Destrua este diário parece ser mais um livro infantil, onde a pessoa não tem o menor cuidado, embora a autora o fizesse com esta intenção.
Interpreto mais como desafios diários (ou não) a ser feito, para se descontrair...
comentários(0)comente



Kemmy 24/09/2014

Esperava mais...
O livro é uma ideia MUITO boa, que faz com que pessoas sem muita criatividade se "obriguem" a buscá-la. Quem já tem criatividade é que se esbalda com tantas páginas em branco e instruções do que fazer para quando estiver sem tanta inspiração.

O que me deixou um tanto chateada foi o fato de que existem algumas instruções parecidas e outras um tanto quanto... controversas.

Enfim, eu só tinha visto algumas imagens em páginas no Facebook antes de comprá-lo e também não quero dar "spoilers" a quem ainda não comprou. Vale o investimento sim, mas poderia ser ainda melhor.
comentários(0)comente



Vânia 15/09/2014

Pra quê terapia??
Sabe quando você, percebe que a felicidade realmente pode ser encontrada nas coisas simples? Pois bem! "Destrua este Diário" é uma prova viva disso.

Olhei pra o livro por vezes e vezes, aguçando o meu desejo de adquiri-lo, e não me deixava comprá-lo, até que por uma alegria incontável, minha amiga Val, num lapso de santidade, presenteou-me com um!
De início quando percebi que o livro não tinha absolutamente história alguma não nego que foi meio decepcionante, mas isso só durou até eu me dispôr, a fazer o que eu livro ia pedindo página a página e me deliciando com a aventura terapêutica que era realizar todas as loucuras solicitadas.
Foi um momento onde eu pude oficialmente ser doida, mas agora com aprovação literária! Achei simplesmente fantástico! A cada novo desafio, uma emoção sem igual.

E lá se vai o stress, a raiva e o tédio!
É show!
Gostei super e recomendo muito!
comentários(0)comente



Camille 06/09/2014

Uma tentativa de desapego literário - Beletristas.com
Eu sei o que você está pensando. “O que você pode acrescentar ao resenhar Destrua Este Diário?” E eu sei a resposta: nada. É verdade, oras. Vocês já sabem como é o livro, o que você tem que fazer, e como você tem que fazer. Então por que estou resenhando?

Porque se você ainda não foi convencido a comprar, este é meu momento de convencê-lo. Digo isso por experiência própria, afinal, eu era o tipo de pessoa que pensava que a ideia era brilhante, mas não pagaria um centavo por ela. Pense comigo: comprar um livro para destruí-lo? Não pode ser normal!

Mas a verdade é que ser normal é para os fracos. E odeio ser considerada fraca, então uni minha coragem e resolvi realizar a experiência. Começo admitindo que não, não consegui realizá-la por completo – e jamais conseguiria.

A angústia veio logo no início, quando Kari me diz para arrancar a lombada. Decidi não fazer por motivos de: quero minha estante bonita. A ordem que segui foi: suba aqui, esfregue os pés e dê alguns pulinhos. Meus pés estavam imundos, então comecei de fato o processo de destruir o diário.

Como Kari Smith deixou claro que não precisava seguir as ordens, fui dando aquela olhada esperta em tudo. Escrevi meu nome diversas vezes, das formas que ela pede (foi divertido, admito), numerei as páginas, tracei linhas e escrevi palavrões.

Destrua Este Diário não foi exatamente uma surpresa. Eu sabia o que esperar, já estava convencida e ninguém precisava mais gravar vídeos – sempre muito divertidos – falando que era para eu comprar. Mas algo que Kari disse me fez pensar: “dedicados a perfeccionistas do mundo inteiro”.

Posso estar indo muito além, provavelmente estou, entretanto a autora fez um desafio. Muita gente do mundo inteiro aceitou, pessoas que até mesmo aceitaram colocar insetos na página específica para isso. Por quê? Será que estamos mesmo muito ocupados tentando ser perfeitos que, quando nos é dada a oportunidade de estragar algo, fazemos isso com um sorriso no rosto e risos contidos?

Na realidade, sim. É exatamente isso. Pelo menos para mim. Então, obrigada Kari por me mostrar a perfeição na imperfeição. E Intrínseca, por me permitir essa loucura.

site: http://beletristas.com/resenha-destrua-este-diario-keri-smith/
comentários(0)comente



Dani 30/08/2014

Destrua este diário
Para quem esta com inspiração e não sabe onde coloca-la compre rápidamente o destrua este diário você pode fazer o que esta pedindo ou somente colocar outro desenho,ou outra coisa,eu estou adorando tudo é muito legal,só que eu não vou "destruir" vou deixa-lo lindinho e fofinho.Espero que gostem muito, Beijos. Dani
comentários(0)comente



Mayara 28/08/2014

O que achei
Apesar de ser um livro que estimula muito sua criatividade, eu fiquei com uma pena gigante de destruir este livro (admito que comprei 2: um para "destruir"e um para guardar bonitinho). Além disso, por motivos de "faminha na internet" a criatividade acabou ficando comum, porque todo mundo quer copiar o desenho bonito ou criativo uma pessoa fez e postou.
comentários(0)comente



Ana 15/08/2014

O Diario
Um livro feito para destruir...De inicio parece algo inútil, mas ele ajuda vários perfeccionistas de plantão, desperta sua criatividade, lhe mostra um lado seu que talvez não conhecia.
Não cheguei a terminar o meu, na verdade não estou nem na metade, afinal um diário não se preenche em um dia, porem já me impressionei muito com ele, ainda estou tomando coragem para amarrar um barbante nele e sair pela rua... Isso é incrível, porque esse livro nos desperta o lado "louco", nem tudo tem que seguir as regras.
"Interprete as instruções como quiser", já pensou que faria isso alguma vez?
Não me arrependi de ter comprado o meu, e tenho certeza que também não se arrependerão.
comentários(0)comente



Camila 11/08/2014

Destrua Este Diário é completamente diferente de tudo que você viu ou leu, isso eu posso te garantir. Pra começar, não se trata de uma obra com enredo, trama, personagens, capítulos, etc. O livro é dividido em instruções, basicamente uma por folha, e o roteirista é você.

O objetivo do livro é simples, e o nome já diz: destruir o diário. Cada uma das inúmeras missões que você encontra em cada folha é alguma coisa pra você realizar que seja altamente destrutivo. Na melhor das hipóteses você terá que rasurar as páginas do seu exemplar, e na pior delas... bom, difícil escolher o que é pior dentre tantas opções.

As instruções para o leitor começam desde as primeiras páginas: você deve carregar o livro pra onde quer que vá, e seguir todas as instruções, contrariando qualquer bom senso. Você também deverá, antes de tudo, escrever seu nome no exemplar. E não é de qualquer maneira, mas sim de todas as formas que o livro mandar, como, por exemplo, de trás pra frente.

Pra quem, como eu, sente um amor eterno por livros, esse será um desafio gigantesco. Eu sou do tipo de leitora que cuida dos livros que possui como se fossem filhos: nada de derrubar, ou de deixá-los em qualquer lugar, ou sujar, amassar, rasgar, dobrar, perder, etc. Abomino qualquer ação que possa gerar algum tipo de lesão nos meus livros. Esse papo de que livro bonito é aquele livro velho e caindo aos pedaços não cola comigo; livro bonito é livro bem cuidado, impecável, quase novo.

Por isso, quando adquiri o Destrua Este Diário e o abri pela primeira vez, logo em uma página que dizia “Desfaça-se desta página. (Jogue-a fora) Aceite a perda.” pensei: M*#!@.

Cada um das instruções tem sido uma luta contra meu bom senso, meu instinto protetor, e meu perfeccionismo. Ainda não realizei todas as missões dadas pelo diário, pois estabeleci alguns regras pra mim mesma, e uma delas é “Realizar uma instrução por dia”. Porém, já conheço o suficiente pra dizer que por mais doloroso que seja maltratar o livro, garanto que também é extasiante.

Destrua Este Diário rompe com as barreiras do leitor, principalmente do leitor apaixonado e colecionador. Através do diário é possível tirar várias lições: aprenda a contrariar o bom senso (você nunca sabe a surpresa maravilhosa – e divertidíssima – que pode surgir); vá além das suas vontades – e dos seus medos (às vezes aquilo que você tanto repudia pode ser melhor que imaginava); use sempre a criatividade, mesmo que seja para ‘destruir’; mesmo a destruição pode trazer algo de bom – e belo.

Depois de perceber o verdadeiro valor dos ensinamentos implícitos do diário, resolvi usá-lo pra praticar duas coisas que eu nunca tenho: paciência e desapego. Pra isso criei algumas regras: 1) eu só posso realizar uma instrução por dia. E não posso passar para a próxima antes de concluir a anterior. 2) As ações não são acumulativas, nem os dias. (Se eu demorar 3 dias para resolver uma missão, no quarto dia só poderei realizar uma mesmo assim) 3) Tenho que realizar todas as instruções, por mais destrutiva que ela possa ser.

Pra quem não tem ainda o seu Destrua Este Diário eu só tenho uma pergunta: O que você está fazendo que ainda não foi comprar o seu? Keri Smith criou algo incrível, inusitado, único e totalmente original. A experiência é extasiante, posso garantir. E caso você já tenha o seu e queira seguir as minhas regrinhas, fique à vontade, garanto que realmente funciona (embora a tentação de pular uma missão ou realizar mais uma por dia seja bem grande).

site: http://nolimitedaleitura.blogspot.com.br/2014/08/destrua-este-diario.html
comentários(0)comente



49 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4



logo skoob
"Quem dedica boa parte de seu tempo livre às ferramentas de rede social, como Orkut e MySpace, tem agora um novo passatempo."

A Notícia