Eu Te Amo, Phillip Morris

Steve McVicker



Resenhas - Eu Te Amo, Phillip Morris


12 encontrados | exibindo 1 a 12


Bárbara Morais 05/04/2010

Inacreditável!
Você sabe que um livro é bom quando você começa a lê-lo e já sabe como vai iniciar a resenha. Eu te Amo, Philip Morris, foi exatamente esse caso. É a minha primeira experiência com biografias e devo dizer que fui tola por não ter experimentado antes! A história é inacreditável demais - mas, sendo assim, só podia ter acontecido de verdade, não é??

[Leia o resto em http://nemumpoucoepico.blogspot.com/2010/03/inacreditavel-eu-te-amo-philip-morris.html]
comentários(0)comente



Fabricio 11/09/2009

Melhor esperar pelo filme?
A história é muito interessante, principalmente por ser verídica... Mas o estilo do autor (que a editora tem a audácia de comparar a Truman capote em A SANGUE FRIO) me deixou com preguiça de avançar os capítulos... A forma de narrativa oscila entre uma reportagem para jornal e um relato romanceado de uma personalidade. Sinceramente, acredito que o filme com Jim Carrey e Ewan McGregor nos papéis dos protagonistas terá mais impacto - isso se chegar ao Brasil...
Uma leitura decepcionante.
Pris 24/09/2010minha estante
Não sabia da existência desse livro, só o filme mesmo. Tua resenha foi do ano passado, então queria saber se você viu o filme já.

^^


sassa 10/05/2011minha estante
concordo totalmente. nem consegui terminar o livro de tão arrastado que é!
o filme é ótimo, vale bem mais que o livro.


Fabricio 10/05/2011minha estante
Eu vi o filme, bem antes de estrear nos cinemas - passou na Mostra de SP.. odiei. Achei Jim Carrey caricato ao extremo, impuseram um ritmo de comédia que não combinou com o que o livro tentou mostrar... E, pior, quando o filme estreou colocaram o péssimo título de O GOLPISTA DO ANO, que pra mim, enterrou a obra de vez.




spoiler visualizar
comentários(0)comente



Felipe Cruz 13/06/2010

Livro vago e com pouca apuração
Trata-se de um livro engraçadinho que deu um filme muito melhor. A história desse cara pode até parecer surpreendente, mas o livro é mal escrito, tem apuração falha, é confuso e tem problemas com o texto.

Enfim, vale a pena ler só para saber de um boa história de vida. Mas literariamente, o livro é uma droga.
comentários(0)comente



Rodrigo 31/01/2012

Eu Te Amo, Phillip Morris
Como não gostar de Steven Russell? Apesar de todos os seus crimes, nenhum violento, apenas desvio de dinheiro querendo uma vida melhor, esse ser é muito carismático e envolvente, nos fazendo torcer por suas incríveis fugas e desejando sempre seu final feliz ao lado de quem ama.
comentários(0)comente



Mari 13/01/2014

Em uma narrativa em forma de notícia o autor, Steve McVicker, conta a história de Steven Russel, um homem bom, que do dia para noite mudou completamente sua vida, de bom pai e policia, passou a ser um gay renegado pela família e um foragido. Rouba dinheiro facilmente e se livra facilmente das prisões, mas, quando conhece Phillip Morris quando estava preso, tudo muda,agora precisa sair da prisão para poder viver ao lado de seu amado,com apenas alguns telefonemas ele e Phillip conseguem fugir. Para sustentar seu estilo de vida luxuoso Russel rouba altíssimas quantias em dinheiro. Apesar de conseguir fugir diversas vezes, sempre acaba no inevitável para seu estilo de vida: cadeia.
A história é tão improvável que muitas vezes faz o leitor se perguntar se não é ficção.
comentários(0)comente



06/08/2009

A vida do cara é impressionante...
O típico anti-herói. Mas eu não sei se teria a coragem que ele teve em absolutamente metade das coisas que fez. Um grande homem que podia ter sido maior ainda. Coragem é uma parte da sua personalidade a qual eu invejo. Vale a pena conhecer a história para se admirar com a coragem e com a inteligência superior do cara.
comentários(0)comente



Douglas 22/10/2011

Tinha tudo para ser o livro!!!
Nem sempre os livros me agradam e me reservo o direito de não expressar minha opinião.
comentários(0)comente



Karlinha 07/05/2014

o golpista do ano
particularmente não gostei muito do livro, ele fala muito endereço, muito nome completo e nome de lojas e donos das lojas que deixa o livro muito monótono e não dá vontade de continuar a ler, mas enfim eu terminei. fala da história de Russel, que é apaixonado por phillip morris. Russel é o mestre em fugir de prisões, sempre na sexta-feira 13. e além de fugir também arma as fugas de phillip morris também para poder ficarem juntos. mais no final ele acaba preso.
comentários(0)comente



igorvil 09/08/2009

A história de Steven Russel me surpreendeu. Comprei o livre sem saber absolutamente nada sobre. No início achei estranho a idéia de um romance entre dois homens, detalhe esse que descobri apenas ao ler as primeiras páginas, mas o livro vai além disso, nele percorremos toda a trajetória de um homem que passou de um bom policial e pai de família a grande vigarista homossexual, com uma ficha criminal bem extensas e muito conhecido principalmente pelas suas várias fugas, que são o ponto principal do livro.
Recomendo como uma leitura sem compromisso, chega a ser divertido ver como Steven sai de algumas situações e quão mirabolantes são alguns dos golpes que ele aplicou durante seus momentos tanto na cadeia como em liberdade, onde muitos desses foram para ter uma vida confortável com seu grande amor, Phillip Morris.
comentários(0)comente



Amanda San 07/09/2010

A história de Russel parece coisa de cinema. Parece que ele nasceu só pra que pudessem escrever um livro e fazer um filme sobre ele.

Russel tem uma vida normal, é casado e tem uma filha pequena, mas os problemas o seguem, ou ele vai atrás deles. Ele é um homem inteligente, bem sucedido, mas alguma coisa parece não estar no lugar.

O livro é muito bem escrito, mas algumas informações eu achei desnecessárias, passam a impressão que é só pra encher linguiça. O autor do livro recolheu informações do próprio Russel, além de várias outras pessoas envolvidas na história.

Uma das partes que mais gostei foi a sua história com o ex namorado, James Kemple, que tinha AIDS e morreu em 1994, quando Russel estava preso.

No fim (não é spoiler), ele diz que, apesar de todas as coisas que Russel aprontou na vida, as pessoas não conseguem deixar de falar bem dele. Russel não é um homem mau, não tem a índole ruim, ele simplesmente não consegue viver do jeito que a maioria das pessoas vivem. Pode parecer estranho defender um criminoso (ele roubou mais de um milhão de dólares ao longo de sua vida), mas eu não consegui enxergar maldade nele, pelo menos a partir das coisas que estão no livro.

Pra mim, ele é um homem muito inteligente, com muito potencial, extremamente apaixonado por Morris, que tomou alguns desvios errados durante sua vida.

Um ótimo livro, que mostra que o amor não tem limites (nem mesmo os das grades das prisões).
comentários(0)comente



Paula 21/07/2010

Este não é um livro que te envolve, que te encanta... Mas um livro que te impressiona !
Impressiona pela pessoa audaciosa que Steve é, pelas coisas que ele consegue fazer, pelas pessoas que ele consegue manipular, pelos furos que ele consegue encontrar na prisão.
As fugas e os "trambiques" são tão incríveis, que cheguei a duvidar se era tudo veridico mesmo.
O livro mereceria mais estrelinhas se não fosse pela maneira como é narrada a história, e o começo do livro achei bem confuso.
Mas vale a pena a leitura só para ter o gostinho de saber que o sistema prisional do Texas, o qual tem uma reputação inquestionável, também é FALHO.
comentários(0)comente



12 encontrados | exibindo 1 a 12



logo skoob
"É maravilhoso fazer amigos por meio dos livros, sejam eles Harry Potter, Zibia Gasparetto ou Cortázar."

JB Online