Faça seu login para ter acesso a todo conteúdo, participe também do sorteio de cortesias diárias. É rápido e gratuito! :) Entrar
Login
Livros | Autores | Editoras | Grupos | Trocas | Cortesias

O Coração das Trevas

Joseph Conrad
Resenhas
Recentes
40 encontrados | exibindo 1 a 5
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8


Larissa 04/09/2014

"Lembro-me de confundir as pancadas do meu coração e ficar satisfeito com a regularidade que ele mostrava."
Por que os livros do Conrad são sempre meus favoritos?

Normalmente encontro várias dificuldades com a escrita sagaz dele,embora seja esta mesma escrita que me atraia tanto!

Amo a maneira sensível e crítica com que o Joseph elabora suas histórias.Sinto-me sempre enlaçada em seus enredos fascinantes.

Me identifiquei com esta outra frase de O Coração das Trevas:"Garanto-vos que arrancar-me à leitura foi como desabrigar-me de uma velha e sólida amizade."

Faço das belas palavras de Conrad as minhas.
comentários(0)comente



Tizo 11/08/2014

Dor e sofrimento.
A obra de Conrad trata dos limites da perversidade humana e da sua capacidade de produzir aberrações comportamentais submetendo seus semelhantes as mais degradantes situações, incluindo trabalho escravo, mutilações e até a morte. Usa como pano de fundo a predadora colonização européia à África, mais especificamente o Congo, que através de acertos políticos tornou-se oficialmente propriedade do rei belga em 1885. A partir disso temos a velha relação conquistador versus conquistados, destruição da cultura e costumes locais com a desculpa de trazer evolução e civilidade aos selvagens. A obra foi adaptada para o cinema através do filme Apocalipse now, com a mudança de cenário feita para o Vietnã então em guerra com os EUA.
comentários(0)comente



Maitê 12/07/2014

Leitura curta e fácil, mas um pouco entediante.
comentários(0)comente



IvaldoRocha 24/04/2014

Para se ler Lentamente.
Impressionante como acaba nos provocando uma certa estranheza, a narrativa que se arrasta de uma maneira densa, lenta e sufocante. Você se sente como se estivesse na selva, não tem como ter pressa, você não luta você se adapta, você tenta sobreviver sem nenhum sinal de desespero e com até um certo conformismo. Este trecho talvez descreve por si só o que estou tentando passar "... com nada em torno, sem espectadores, sem um clamor, sem glória, sem o grande desejo da vitória, sem o grande temor da derrota,,,,,".
Enfim o que mais me chamou a atenção não foi a história em si, mas a maneira de contá-la, uma sutileza e talento que faz a diferença entre um texto chato e algo que te obriga a continuar a lendo, lentamente...
comentários(0)comente



Christian 04/01/2014

Breve e denso
"Primeiro, não creio que o leitor sentirá a intensidade da obra se jamais esteve em algum lugar remoto ou se procura desesperadamente formas de contato com outras pessoas para não se sentir sozinho. O Coração é uma experiência melhor captada por aqueles que a compartilharam. Quando Conrad fala de trevas através de Marlow, são trevas que persistem em plena luz do dia, porque estão impregnadas no ar, estão dentro da gente.

Há um comentário no começo da obra que talvez defina esse contraste entre luz e trevas. O protagonista fala que a Inglaterra já fora uma terra tenebrosa, então iluminada pelo processo civilizador. No entanto as trevas não foram destruídas, elas continuam lá como raízes no subsolo da sociedade, e o maior esforço da sociedade é justamente tentar esconder essas raízes.

Portanto, o que acontece quando alguém sai da redoma da civilização e encontra-se sozinho no mundo tal como é? E quando vê o que há em si? Ele vê o coração das trevas."

Leia mais em:

site: http://classicosuniversais.com/2012/10/03/o-coracao-das-trevas/
comentários(0)comente



40 encontrados | exibindo 1 a 5
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8



Publicidade


logo skoob beta
"Entro para pesquisar o livro que vai ocupar o lugar na minha mesinha de cabeceira"

Rede Bom Dia