Cidade das Cinzas

Cidade das Cinzas
4.37505 19224



Resenhas - Cidade das Cinzas


100 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7


Márcia 29/01/2016

Diferente de "cidade dos ossos", consegui ler esse livro com uma distância maior dos personagens e da história. Considero isso como um amadurecimento meu enquanto leitora pois ler um livro e morrer de raiva com as maselas da vida dos personagens não é muito agradável - principalmente no primeiro volume de série em que o final não é feliz. Fiquei numa tensão insuportável e deixei - propositadamente - que se passassem vários meses até iniciar "cidade das cinzas".

Os personagens são os mesmos. Apenas Jace e Clare aparecem um pouco mais retraídos, um pouco mais calejados por tudo que agora sabem - embora a língua de jace continue tão afiada quanto sempre.
Minhas impressões sobre Clare não mudaram - a protagonista é corajosa, sem ser burra; apaixonada, sem ser retardada (porém um pouco covarde, mas incesto é meio complicado...). e Simon. Bem, Simon ainda é aquele amigo nerd-chiclete.
Sinto algo como nojo e pena dele. Ele é meio ridículo em sua tentativa de superar Jace.

A narrativa é a mesma: rápida e hipnotizante, embora dessa vez eu não vibrasse na cama de ansiedade (me convenci de que leituras assim fazem mal). Cassandra sabe como te prenter.


comentários(0)comente



Paraíso dos Livros 26/01/2016

Resenha | Cidade das Cinzas - Cassandra Clare - Livro 2

ATENÇÃO: Esta Resenha contém spoilers

No Final do primeiro volume de instrumentos mortais, descobrimos inesperadamente que Clare e Jace são irmãos, filhos do vilão Valentim e Jocelyn. Neste segundo livro da série, as consequências desta grande revelação acaba recaindo sobre Jace, sendo acusado de estar ajudando seu pai Valentim em seu plano diabólico contra a Clave.
Se em " Cidade dos Ossos", Clare é introduzida no mundo dos caçadores de sombras, agora em "Cidade das Cinzas", ela procura se manter afastada. Porém por diversas razões se vê obrigada a voltar para o Instituto, pelos atos inconsequentes de seu irmão. Este também é um livro decisivo para Simon que tem sua vida completamente mudada.

Apesar de Jocelyn continuar em coma, o foco passa ser Valentim. Temos muitas cenas interativas com todos os personagens em conjunto, pois tanto Luke, Magnus, Simon e os caçadores de sombras procuram desvendar os mistérios que se esconde por trás da busca determinada de Valentim pelos instrumentos mortais.

Também conhecemos duas novas personagens importantes Maryse Lightwood (mãe de Izzy, Alec e Max) e a Inquisidora Imogen Herondale. Jace, mostra-se mais agressivo, instável e sem controle procurando seu pai mesmo quando não deveria, intrigando a todos a sua volta, principalmente a Inquisidora que o persegue.

Os sentimentos mal resolvidos de Clare e Jace também se farão presentes, fazendo Clare começar um relacionamento com Simon sem entender direito o que quer para si, enquanto Jace parece não se importar que a jovem é sua "irmã", continuando atraído por ela de forma carnal. Tudo isso gera ciúme e inconformismo, induzido Simon a uma escolha não muito positiva após um episódio perfeito para os fãs de "Clace" e drástico para quem gosta do personagem de Simon. Fiquei preocupada que o personagem perdesse sua essência após o ocorrido mas Cassandra Clare, conseguiu manter o melhor do personagem deixando-o mais forte.

O líder dos vampiros Rafael, terá relação direta a Simon, fica a dica. Magnus também está mais ousado e interrogativo do que nunca em "Cidade das Cinzas", além de uma "suposta relação" ficar no ar com Alec, que não confirma os fatos, mas sempre sabe como chegar a Magnus. Em relação a Izzy descobrimos que a jovem tem uma relação significante com o mundo das fadas. Também temos o primeiro conflito direto com Valentim que na minha opinião foi uma das melhores parte do livro. Muitos fatos importantes são discutidos durante a luta de demônios.

Gostei muito de "Cidades das Cinzas" pois apesar de ser um livro menos descritivo, contém muito mais cenas ação do que o primeiro, revelando muitos elementos novos sem cair da monotonia. A revelação que Clary sendo mais poderosa do que acredita, Simon transformando-se em um "filho da noite", Jace sendo questionado, interrogado, punido e fragilizado, Luke e seu bando aparecendo para somar, Magnus e Alec em interagindo em momentos quase românticos e Valentim mostrando toda sua maldade com maestria, fazem esse livro entrar para os meus favoritos. Além de o final ser perfeito! Afinal Jocelyn ainda faz parte da história, certo? Tenho certeza que quem é fã vai gostar. #Recomendo
comentários(0)comente



Karina 26/01/2016

Resenha | Cidade das Cinzas - Cassandra Clare - Livro 2
ATENÇÃO: Esta Resenha contém spoilers

No Final do primeiro volume de instrumentos mortais, descobrimos inesperadamente que Clare e Jace são irmãos, filhos do vilão Valentim e Jocelyn. Neste segundo livro da série, as consequências desta grande revelação acaba recaindo sobre Jace, sendo acusado de estar ajudando seu pai Valentim em seu plano diabólico contra a Clave.
Se em " Cidade dos Ossos", Clare é introduzida no mundo dos caçadores de sombras, agora em "Cidade das Cinzas", ela procura se manter afastada. Porém por diversas razões se vê obrigada a voltar para o Instituto, pelos atos inconsequentes de seu irmão. Este também é um livro decisivo para Simon que tem sua vida completamente mudada.

Apesar de Jocelyn continuar em coma, o foco passa ser Valentim. Temos muitas cenas interativas com todos os personagens em conjunto, pois tanto Luke, Magnus, Simon e os caçadores de sombras procuram desvendar os mistérios que se esconde por trás da busca determinada de Valentim pelos instrumentos mortais.

Também conhecemos duas novas personagens importantes Maryse Lightwood (mãe de Izzy, Alec e Max) e a Inquisidora Imogen Herondale. Jace, mostra-se mais agressivo, instável e sem controle procurando seu pai mesmo quando não deveria, intrigando a todos a sua volta, principalmente a Inquisidora que o persegue.

Os sentimentos mal resolvidos de Clare e Jace também se farão presentes, fazendo Clare começar um relacionamento com Simon sem entender direito o que quer para si, enquanto Jace parece não se importar que a jovem é sua "irmã", continuando atraído por ela de forma carnal. Tudo isso gera ciúme e inconformismo, induzido Simon a uma escolha não muito positiva após um episódio perfeito para os fãs de "Clace" e drástico para quem gosta do personagem de Simon. Fiquei preocupada que o personagem perdesse sua essência após o ocorrido mas Cassandra Clare, conseguiu manter o melhor do personagem deixando-o mais forte.

O líder dos vampiros Rafael, terá relação direta a Simon, fica a dica. Magnus também está mais ousado e interrogativo do que nunca em "Cidade das Cinzas", além de uma "suposta relação" ficar no ar com Alec, que não confirma os fatos, mas sempre sabe como chegar a Magnus. Em relação a Izzy descobrimos que a jovem tem uma relação significante com o mundo das fadas. Também temos o primeiro conflito direto com Valentim que na minha opinião foi uma das melhores parte do livro. Muitos fatos importantes são discutidos durante a luta de demônios.

Gostei muito de "Cidades das Cinzas" pois apesar de ser um livro menos descritivo, contém muito mais cenas ação do que o primeiro, revelando muitos elementos novos sem cair da monotonia. A revelação que Clary sendo mais poderosa do que acredita, Simon transformando-se em um "filho da noite", Jace sendo questionado, interrogado, punido e fragilizado, Luke e seu bando aparecendo para somar, Magnus e Alec em interagindo em momentos quase românticos e Valentim mostrando toda sua maldade com maestria, fazem esse livro entrar para os meus favoritos. Além de o final ser perfeito! Afinal Jocelyn ainda faz parte da história, certo? Tenho certeza que quem é fã vai gostar. #Recomendo
comentários(0)comente



Cris 22/01/2016

cidade das cinzas
No mundo dos Caçadores de Sombras, ninguém está seguro. E agora que Clary descobriu fazer parte do perigoso Submundo, sua vida nunca mais será a mesma. Jace, seu recém-descoberto irmão, está cada vez mais impossível, e não parece medir esforços para enfurecer a todos. E sua atitude de bad boy não ajuda em nada quando, após o roubo do segundo dos Instrumentos Mortais, a Inquisidora aparece no Instituto para interrogá-lo... Agora Jace é suspeito de ajudar o pai, o perverso Valentim, num plano que vai colocar em risco não só Idris ou o Submundo, mas toda a cidade de Nova York. E Clary não pode deixar de se perguntar: será que as ironias de Jace são só uma forma de chamar atenção, ou também pode haver uma traição por trás de tanto mistério?

Literatura Estrangeira

comentários(0)comente



GeL 13/01/2016

Resenha do blog Garotas entre Livros
Chegamos ao segundo livro da série Os Instrumentos Mortais - Cidade das Cinzas – e Cassandra Clare me lembrou porque gosto tanto desses livros!

Li Cidade das Cinzas pela primeira vez em 2011, louca de curiosidade pra saber como todas as confusões do primeiro livro iriam se desenvolver... Nessa releitura eu pude ir com calma e analisar os detalhes, uma dica sobre os livros da Cassie Clare é ficar ligado nas entrelinhas. Ela está montando uma trama, vai deixando pistas pelo caminho como migalhas de pão... lá na frente (se prestar atenção aos detalhes) você com certeza vai ter um estalo e dizer: “Caraca! Essa mulher me deu a resposta disso no primeiro livro, mas só no terceiro ficou claro...” rsrsrs

Enfim, vamos ao livro... Se você não leu o primeiro não aconselho a ler essa resenha porque pode conter SPOILERS!

“Talvez fosse verdade o que a rainha Seelie dissera, afinal:
o amor transformava as pessoas em mentirosas.”

Tudo continua muito complicado no mundo dos caçadores de sombras. Valentim está com o Cálice Mortal e suas intenções não param apenas no primeiro dos Instrumentos Mortais. Uma investigação se inicia e a Clave quer saber onde está o procurado número 1 do mundo dos Nephilins, e qual a melhor forma de descobrir essa informação? Isso mesmo, através dos filhos de Valentim! Como Clary não foi criada por ele, ela é logo dispensada, mas Jace por outro lado...

“Nem tudo que Jace fazia era insano ou suicida,
ela lembrou a si mesma. Apenas parecia ser.”

Nosso queridinho é muito perseguido nesse livro traições acontecem, reações inesperadas, socorro de onde menos se espera e muitas meias palavras e suspeitas são levantadas. Se você pensa em encontrar respostas nessa seqüência, isso não vai acontecer! Sério, os dramas e problemas só vão se complicando e aumentando cada vez mais.

“O desejo nem sempre diminui com o desgosto. Nem pode ser outorgado,
como um favor, aos mais merecedores.”

Novos personagens aparecem e nos embrenhamos mais no submundo... fadas, vampiros, lobos e feiticeiros aparecem mais em Cidade das Cinzas e através deles conhecemos mais dos planos de Valentim. Eu gostei muito disso, ler o livro sob o ponto de vista de um membro do submundo traz uma perspectiva nova e interessante para o leitor.

“A Clave não faz ameaças, Lucian Graymark.
A Clave faz promessas, e as cumpre.”


Minha avaliação continua sendo baseada nos livros da própria Cassandra, nessa sequência eu consegui ver a evolução na escrita. Na resenha de Cidade dos Ossos eu cheguei a comentar que o livro era narrado em terceira pessoa e que ela tinha a possibilidade, nesse estilo narrativo, de abrir a história e mostrar pontos de vista de diferentes personagens, o que não fez focando 90% do livro na visão da Clary. Em Cidade das Cinzas isso já muda, eu amei essa mudança! Agora sim podemos ver a construção de cada cena para chegar a um determinado ápice. Com informações apenas para esse livro e as ‘migalhas’ sendo deixadas para os próximos, só posso dizer que adoooooro!!

Parabéns Cassandra, você está cada vez melhor!

Se você já leu Cidade dos Ossos, siga em frente e continue no mundo dos Caçadores de Sombras!

Ps.: A minha edição é a 7ª que comprei em 2013 na Bienal do RJ, sem brilho destoando da minha coleção infelizmente... Mas confesso que gostei do “sem brilho” porque na edição “com” tem brilho até na orelha e enquanto você lê fica refletindo na luz e comigo ficava me atraindo/incomodando haha – a louca atraída pelo brilhinho do livro – enfim, é um pouco incomodo apesar de lindo na estante.

Diferente de Cidade dos Ossos com a capa fosca, um pouco de brilho e nenhum na orelha... amor eterno por essa edição de CdO . No futuro eu irei fazer um post ou quem sabe um vídeo mostrando os meus livros e falando de toda essa questão de edição e capas diferentes.

Em breve nos encontraremos na resenha de Cidade de Vidro
Até breve!

site: http://livrosentregarotas.blogspot.com.br/2014/07/resenha-39-cidade-das-cinzas-os.html
comentários(0)comente



jacky 02/01/2016

Legal
Jacy e Claire tentam impedir Valetim de montar um exército de monstro despolis que ele roubou mais um instrumento mortal.
comentários(0)comente



Padronizado 23/12/2015

Resenha: Cidade das Cinzas - Cassandra Clare
Atenção: essa resenha pode conter spoilers de Cidade dos Ossos.

Segundo livro de Instrumentos Mortais, Cidade das Cinzas me irritou bastante. Desculpa, gente, mas eu shippo Clary e Jace. E esse livro me matou aos pouquinhos por isso. Fiquei a leitura inteira desejando que os dois ficassem juntos.
Isso não poderia acontecer por que, como lemos no primeiro livro (resenha aqui), os dois são irmãos. Sim, exatamente. E como eu chorava, gritava, morria cada vez que a Clary pensava nele assim.
Em Cidade das Cinzas, Jace está agindo mais como um bad boy que o normal, e, após o roubo do segundo dos instrumentos mortais, todos pensam que ele está cometendo uma traição à Clave - e ajudando o pior vilão da história, Valentim. Que também é pai dos dois.
Sem saber em quem acreditar e com a nova atitude de Jace, temos a trama do segundo livro, que eu li correndo por causa de alguns spoilers - que eu mesma procurei!!! - do terceiro livro.
Achei a escrita de Clare bem melhor no segundo livro que no primeiro, mais energizante e me fez gostar bem mais da série. E olha que esse também não é um dos melhores!

site: http://blogpadronizado.blogspot.com/2015/12/resenha-cidade-das-cinzas-cassandra.html
comentários(0)comente



dani 20/12/2015

melhor da série
Uma fascinante ficção entre nephillins e mundanos contada pela visão de Clary no segundo livro da série, onde no mundo dos caçadores das sombras ninguém está realmente seguro.
Jace se depara com um enorme desafio para sua vida: seu pai é do bem ou do mal? E só resta a ele saber a resposta. Lutar contra o mal já é algo comum na rotina dos wayland, mas como se sentir quando ninguém acredita em você?
Um livro de muitas surpresas, reviravoltas e principalmente muita ação, novos personagens vão nos deixando com curiosidade a mil nas nossas mentes.
a história gira em torno de Jace com a Inquisidora. Ele esconde algo que não conseguimos acreditar.
Depois de sua expulsão do instituto Jace muda, e Clary é a única que consegue ajuda-lo a perceber o que é certo e o que é errado. Uma série de acontecimentos marcantes realmente importantes para a história, pontos que nos marcam e nos deixam curiosos para uma continuação.
comentários(0)comente



Biel 18/12/2015

Melhor que o primeiro
Gostei mais desse.. Bem legal :) já até comprei a série das peças infernais
comentários(0)comente



Patrick Rocha 25/11/2015

Cidade das Cinzas
veja o v?deo

site: https://www.youtube.com/watch?v=2QcyxbhfMDE
comentários(0)comente



Rita 03/11/2015

Ótimo livro, história interessante e com eventos inesperados, gostei bastante!
comentários(0)comente



Luiza U 15/10/2015

Instigante
Incrível como a história prende o leitor. Li o livro em 5 dias. Tem uma narração que flui bem demais, sem cansar. É o primeiro livro que leio da série, já vou encomendar o próximo, porque a autora deixa um link ótimo para o desenrolar da história. Recomendo demais para quem gosta de aventura, batalhas e romances.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Sandra 13/09/2015

Jace Problemático?!
Durante o livro todo eu fiquei me perguntando se não existe algum psiquiatra para os caçadores de sombras.
Eu vejo o Jace mais como um adolescente perturbado, do que como um herói que salva a mocinha.
Além do fato de que ele e Clary descobrem que são irmãos, pra piorar eles são filhos do Valentim (o vilão). E Jace com sua atitude rebelde não ajuda em nada as coisa, logo após o roubo do segundo instrumento mortal,ele é apontado como suspeito de ajudar o pai.

site: http://sandraeduarda.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



100 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7