Faça seu login para ter acesso a todo conteúdo, participe também do sorteio de cortesias diárias. É rápido e gratuito! :) Entrar
Login
Livros | Autores | Editoras | Grupos | Trocas | Cortesias

Cidade das Cinzas

Os Instrumentos Mortais - Vol. 2

Cassandra Clare
Resenhas
Recentes
290 encontrados | exibindo 1 a 5
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 |


Tali 18/04/2014

Cidade das Cinzas
O livro começa com tudo. Esse está mais cheio de reviravoltas e lutas do que o primeiro livro. Valentim está convocando um exército para lutar a seu favor, feito de demônios, e fazendo o Ritual da Conversão, uma espécie de feitiço para ficar mais forte onde precisa do sangue de cada uma das espécies do submundo, de preferência com 15 anos. Nossa querida Clary descobre novos poderes e ela tem um sonho onde sua mãe aparece e lhe dá algo (não vou falar o que, se não é spoiler xD). Não é com grande surpresa que, quando Clary acorda, aquilo que sua mãe lhe deu no sonho está agora com ela. Jace está mais sarcástico do que nunca e fiquei com raiva de certas pessoas, como a Inquisidora, pois todos acusam Jace de ter sido influenciado pelo pai. Jace também tem novos poderes, algo que a Inquisidora falou como se ele e Clary fossem uma espécie de experimentos de Valentim. Simon está mais amadurecido neste livro e fiquei feliz quando surgiu um novo personagem na história (bom, vai ser spoiler, então só vou dizer que é um lobisomem). Uma das partes mais emocionantes; (todas as páginas deste livro são, mas essa parte é especial) é a da Corte Seelie, onde a rainha fada coloca Clary e Jace em uma situação constrangedora. Bom, daqui em diante não posso falar mais nada, pois se não vai chover spoiler. Se você ainda não leu Cidade das Cinzas, corre logo para garantir o seu. A única coisa que não gostei do livro foi o fato de ele ser menor que Cidade dos Ossos e consequentemente eu estou ansiosa sabendo que Cidade de Vidro só vem em setembro (ou seria outubro?). Se você ainda não leu o primeiro livro da série, venha logo entrar nesse mundo mágico e viciante.
comentários(0)comente



Jadna Rocha 11/04/2014

Cidade das Cinzas - Cassandra Clare

Esse segundo foi bem inferior ao primeiro,talvez porque a autora precisava introduzir novas histórias e acabou metendo tanta coisa que ficou confuso e fez com que a narrativa caísse bastante.Parece que não tinha linearidade,uma coisa não levava a outra,e só iam surgindo novas a toda hora.

Geralmente tenho a impressão de que o primeiro livro de uma série é sempre mais fácil de fazer,já que todos tem a mesma estrutura (o protagonista descobrindo o novo mundo,o mentor que vai ensinando tudo a ele,as provas que ele tem que passar e o final,em que ele recebe algum tipo de recompensa e tenta seguir em frente). Jà o segundo é a verdadeira prova do autor.Pra onde ir agora? Como conduzir a história? Quais novos conflitos vao surgir?
E foi nessa prova que a Cassandra não passou.

Apesar disso,achei o final mais bem construído e mais grandioso que o do primeiro(uma coisa que ela consegue fazer bem são as cenas de ação)mesmo tendo sido chatíssimo chegar até ele.
Jace e Clary finalmente tomaram uma decisão quanto a relação deles e espero que continuem assim(mesmo que eu torça pra os dois,cansa aguentar mimimi toda hora) e o Simom também cresceu bastante.

site: https://twitter.com/Jadna_Rocha
comentários(0)comente



Andye 08/04/2014

O fato que acontece comigo é que abandonei todos os outros livros que tenho para ler a série Instrumentos Mortais.
Só tenho a dizer que curti bastante. Embora a Clary continue retardada ao meu ver para uma personagem principal, o livro mostrou o Simon e o Jace de forma maravilhosa, além de alguns bons momentos cômicos que me fizeram rir.
Gostei, o livro foi mais voltado para Jace e seus sentimentos e eu me apaixonei ainda mais por ele.
comentários(0)comente



Ri 05/04/2014

Muitas revelações
Gostei de como a Cassandra nomeia os livros com pequenos detalhes. "Cidade das Cinzas" porque, na Cidade dos Ossos, têm um "cemitério" com as cinzas dos Caçadores de Sombras mortos que protege a cidade. Depois desse livro, eu estou seriamente dividido entre Sizzy, Saia ou Climon. Eu sei que a maioria é Clace shipper e bla bla bla, mas Climon é tão...
Enfim, o livro tem aquele ar de "o que será que vai acontecer agora?" que deixa tudo mais intenso. E ela também sabe variar de momento sério para momento engraçado, e, virilidade à parte, o Jace é fantástico. Não aprendi nada, porque, pelo meu ponto de vista, até agora não tem nada pra aprender. Só "amar é destruir, e ser amado é ser destruído".
comentários(0)comente



Louca Escrivani 01/04/2014

(Resenha) Cidade das Cinzas - Os Instrumentos Mortais 2 - Cassandra Clare
Então, maaaaaaais um livro de umas das minhas séries favoritas. Este livro começa triste... com o Baque do ultimo livro, Jace e Clary, continuam com suas alfinetadas diárias, mas a cada farpada, você percebe que eles se amam. Neste livro, Jace esta impulsivo, ninguém acredita nele, afinal com o descobrimento do seu verdadeiro pai, não dá para confiar. E acaba que com isso ele não escuta ninguém - MEU RABUGENTO PERFEITO ♥ - quer só brigar... e quem é a única que ele escuta ? Clary. Nossa Heroína o ajuda ao decorrer da história.

Neste livro conhecemos uma vilã a fada Seelie, ou melhor Rainha Seelie, fadas não podem mentir, mas farão com que a verdade se confunda em sua cabeça. Fazem qualquer homem, se arrepender do que mais deseja em sua vida como? O concretizando da pior maneira possível. A participação dela, não é tão ávida, mas realmente da para sentir um certo ódio (todos odeiem ele junto comigo).

E a Inquisidora, A Inquisidora, sua identidade é um mistério, não sabemos quem é e de onde vem, só sabemos que ela comanda os nefilins, e todos a respeitam. E é claro , com quem ela cisma? Com nosso mocinho-vilão, Jace Wayland, porque o descobrimento do seu verdadeiro pai, deixam todos com a pulga atrás da orelha , e o único jeito dele não ser expulso, é ser vigiado de perto pela Inquisidora, mas ela não é tão fácil, não aceita o que ele diz. Você tem raiva dela, no inicio meio e fim, mas depois que descobre quem ela é, vê que é simplesmente uma alma abandonada a sorte. E por esse motivo, o palco central do livro é o instituto.

Nesse segundo livro, Cassandra Clare não tem dó de mim. Ela brinca, destrói, pisa, e faz tudo com meu coração, no começo, admito que ele foi meio difícil de dar uma engrenada, mas quando pegamos para ler piscamos e estamos no final. Jace, na história acaba sendo imaturo, mas eu realmente não consegui ficar com raiva daquele anjo, ele esta com medo e assustado, mas prefere morrer do que admitir isso. Clary está confusa, sabe que o ama, mas... Não é permitido ( não vou falar o porque, se não dou spoiler) mas sofri junto com ela a cada página mas também me alegrei com ela. Realmente essa menina não me desaponta! Ela consegue me emotivar. E me passa uma mensagem que devo continuar em frente. E é isso que eu amo nela! Você a vê triste, mas não leia esperando vê-la em um quarto escuro, chorando.


Ficou curioso para terminar de ler a resenha? Venha conhecer o blog Louca Escrivaninha.

http://loucaescrivaninha.blogspot.com.br
comentários(0)comente



290 encontrados | exibindo 1 a 5
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 |



Publicidade


logo skoob beta
"Skoob faz sucesso e dobra em número de usuários e obras cadastradas todos os dias"

IG Tecnologia