Faça seu login para ter acesso a todo conteúdo, participe também do sorteio de cortesias diárias. É rápido e gratuito! :) Entrar
Login
Livros | Autores | Editoras | Grupos | Trocas | Cortesias

O Ladrão de Raios

Percy Jackson & os Olimpianos - Livro Um

Rick Riordan
Resenhas
Recentes
1335 encontrados | exibindo 1 a 5
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 |


Júlia 17/09/2014

Com esse livro comecei minha vida como leitora, então para mim esse é um livro muito importante que marcou minha vida.
Para mim Percy Jackson é um dos melhores livros de todos,com seus mitos gregos, suas historias em si e até seus personagens.
No primeiro livro da serie Percy Jackson e os Olimpianos, Percy descobre ser um semideus de um dos deuses gregos, mas não é só isso, ele também precisa desfazer algo que pensam que ele fez.Com seu melhor amigo Grover e sua nova amiga, ele irá enfrentar muitos perigos.
É um livro empolgante, cheio de ação e com cenas divertidas...
comentários(0)comente



Sofi 17/09/2014

A mitologia grega me fascina!
A mitologia grega me fascina, de uma certa forma. Não sou uma sabe tudo sobre o assunto, mas sempre me pego pensando em como esse "universo grego", é maravilhoso, de certa forma. O Ladrão de Raios, não é um dos melhores livros infantis que já li, mas adorei a experiencia que tive com ele. Um mundo cheio de aventuras e coisas novas, que até então, não tinha visto em nenhuma outra historia (me refiro a mitologia em si).
A escrita do Rick, é maravilhosa, bem leve e deixa a gente com água na boca. Uma história muito bem encaixada na mitologia, e com certeza serve para todas as idades.
Se sua desculpa para não ler é: "Ai! Não conheço nada sobre a mitologia", pode tirar esse pensamento da cabeça. Todos os detalhes são bem narrados e explicados, nossa mente não fica confusa e se tiver alguma dúvida, o santo Google esta ai né gente.
Eu recomendo muito esse livro. Ele é muito legal, muito animado e acho que todo mundo está careca de saber, que o filme é totalmente diferente do livro.

site: http://formula-amor.blogspot.com.br/2014/09/resenha-o-ladrao-de-raios.html
comentários(0)comente



Lud (: 13/09/2014

Leitura parcelada
Acho que O Ladrão de Raios é minha leitura mais parcelada, e os juros foram altos: comprometeu meu amor pela série.
Enfim, Percy aparenta a ser só mais um garoto com dislexia e dificuldades na escola, ainda bem que ele tem seu amigo Grover para ajudá-lo a sobreviver. Se já é difícil lidar com bullies e seu padrasto insuportável, imagina só a reação do menino ao saber que uma de suas professoras é um monstro, um professor é centauro e seu amigo é metade bode (sátiro).
Isso tudo porque seu ausente pai é nada mais nada menos que um deus, o que faz de Percy um meio-sangue, um semideus. O mundo normal não está mais seguro para o menino que não tem outra alternativa a não ser ir para o Acampamento Meio-Sangue, onde estará seguro de todos os monstros, e onde descobrirá que tem uma grande missão, afinal, ele é filho de um deus poderoso.

Apesar da leitura ser fácil, eu fiquei muito arrastada durante, talvez pelo fato de ser uma porta quando o assunto é mitologia grega (já tentei ler um livro sobre, mas nada entra na minha cabeça de garota mortal), ou seja, eu vivia pesquisando alguns termos pra poder entender. Mesmo assim sou apaixonada pela ideia de Percy Jackson e por esse mundo de deuses. É legal ter um protagonista e narrador que não passa de um garoto de 12 anos de idade, deixa o livro ainda mais leve.
comentários(0)comente



Alana 09/09/2014

Resenha - O Ladrão de Raios
Há muito tempo eu queria ler a série "Percy Jackson e os Olimpianos", mas nunca tinha tido tempo. Me arrependi de ter esperado tanto, pois esta história foi completamente "amor às primeiras páginas".

Logo no comecinho o livro já nos apresenta uma questão que nos deixa super curiosos e, ainda que o livro peça, é impossível parar de ler.

E se os deuses gregos ainda existissem? Bom, eles existem, e o Monte Olimpo está localizado no 600º andar do Empire State na cidade de Nova York, EUA.

Então, com os deuses ainda vivos e em nosso meio, nasceram os Semideuses, ou meio-sangues, filhos dos deuses com os humanos.
Mas não se engane, ser um semideus não é divertido, é muito perigoso.

Percy Jackson é um deles, filho de Poseidon. Desde criança, acontecimentos estranhos ocorreram na vida de Percy, mas ele nunca deu importãncia, até que um dia, durante um final de semana com sua mãe, Percy, perseguido cada vez mais por monstros horríveis, teve de ser levado ao Acampamento Meio-Sangue, o lugar mais seguro da Terra para crianças como ele.

Enquanto Percy toma conhecimento do que realmente é, todos se preocupam com uma coisa que pode significar uma guerra terrível entre os deuses: o raio-mestre de Zeus foi roubado, e ele suspeita que o ladrão tenha sido Percy, portanto ele tem de devolvê-lo até o solstício de inverno.

Assim, Percy sai em sua primeira missão, junto com seus amigos Grover, o sátiro e Annabeth, filha de Atena, em busca do raio roubado.

Com um ritmo tão agradável que é quase que impossível largar, o livro te mantém grudado nas páginas, cada vez mais ansioso pelo próximo acontecimento.
comentários(0)comente



Juliana 07/09/2014

"Você irá para o oeste,e irá enfrentar o deus que se tornou desleal.(...) Você irá encontrar o que foi roubado, e o verá devolvido em segurança.(...)Você será traído por aquele que o chama de amigo. (...)E, no fim, irá fracassar em salvar aquilo que mais importa.(profecia do Oráculo,pág.149 )"


Perseu Jackson (mais conhecido como Percy Jackson) aos doze anos e acreditando ser órfão de pai enfrentará uma das maiores perdas que uma pessoa pode ter, o desaparecimento de sua mãe. Além disso, sua vida ficará de cabeça para baixo quando descobrir que é um meio-sangue filho de um dos Três Grandes, e que supostamente será acusado de ter roubado o raio-mestre de Zeus e outro objeto divino que será divulgado nos capítulos finais.

Um livro cheio de aventuras, com cenas assustadoras e belas descrições. Desde o começo pode-se perceber a criatividade do autor por apresentar títulos engraçados que no começo podem não fazer sentido mas que são esclarecidos com a leitura do capítulo.

Rick Riordan se diferenciou dos outros autores de infanto-juvenil por três aspectos: ele não subestimou a inteligência de seus leitores, as vezes até mesmo apresentou palavras que não são muito usadas por crianças, mas nada que um pequeno dicionário ao lado não resolva; Riordan se aprofundou no tema "mitologia grega", não só apresentando os deuses gregos conhecidos, mas também seus antepassados, deuses secundários e o latim, diferentemente da maioria dos autores que tratam o tema de forma superficial, é fato que Riordan sabia do que estava falando; o criador de Percy Jackson e os Olimpianos apresentou-nos uma criança forte, que teve que fazer escolhas difíceis que poderiam desestabilizar até os mais velhos, mostrou-nos a lealdade e amizade, e que aparência pode as vezes no enganar.

Fiquei impressionada pelo conteúdo do livro. "Na minha época" de criança os livros eram mais inocentes e não apresentavam o mal de uma forma tão crua. As crianças atualmente estão amadurecendo mais cedo, e com isso precisamos encontrar formas de apresentar as verdades do mundo sem chocá-las, e Riordan cumpre esse papel. Essa obra, ao meu ver, pode ser considerada uma especie de "fábula moderna" que não deixa uma moral após seu fim como as fábulas de costume, mas sim em toda sua estória heroica.

site: http://jbdevorandolivros.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



1335 encontrados | exibindo 1 a 5
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 |



Publicidade


logo skoob beta
"Uma ferramenta como essa pode certamente ser usada por professores para incentivar a leitura"

Jornal do Brasil