O Ladrão de Raios

O Ladrão de Raios
4.47695 63944



Resenhas - O Ladrão de Raios


1375 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Kamarie 20/04/2015

Por que não li antes???
Esse livro,diferente da adaptação é ótimo.
Eu estava com receio para ler depois dessa adaptação que não foi nem um pouco boa.
No livro Percy tem 12 anos,diferente do filme e a tantas outras coisas diferentes do filme que eu não vou escrever se não é spoiler.
Mais se você achou a adaptação uma bosta,eu recomendo ler mais do que tudo nessa vida,para admirar a bela criação desse autor maravilhoso
comentários(0)comente



Livia.Garcia 20/04/2015

Percy Jackson & Os Olimpianos – LIVRO UM
O Ladrão de Raios
Percy é considerado um garoto problema. Com dislexia e déficit de atenção, aos doze anos, já foi expulso de várias escolas na cidade de Nova York. Mas está por um fio de ser expulso mais uma vez após uma série de acontecimentos estranhos. Mas o pior acontece durante uma excursão ao museu onde sua professora se transforma numa criatura horrível e tenta ataca-lo. O estranho é que ninguém viu, ou se lembra de ter visto coisa alguma antes de Percy sair por um buraco na parede, em meio a tamanha confusão, exceto seu melhor amigo, Grover.

Sua mãe vendo que a vida dele está em perigo, durante uma viagem ao litoral, pretende leva-lo a um local seguro. No caminho ela revela que esse lugar é um escondido acampamento, dentro da cidade de Nova York que ninguém nunca ouviu falar. Mas são surpreendidos a poucos metros de seu destino por um monstro mitológico grego que tenta matá-lo.

Ladrão de Raios é o primeiro volume da saga escrita por Rick Riordan. Narrado em primeira pessoa pelo próprio Percy (Perseu) Jackson,conta como foi sua chegada ao Acampamento Meio-sangue. Lá, ele descobre que os deuses gregos estão vivos e migram, se adaptando, seguindo a civilização ocidental para o centro no mundo. No século XXI, é o EUA, mais especificamente a cidade de Nova York e o Monte Olimpo; o prédio do Empire State Building. Assim como na época dos heróis na antiga Grécia, os deuses se apaixonam por mortais e, ao longo da civilização, continuam a gerar filhos (semideuses, Heróis) mortais poderosos. Mas poucos chegam à idade adulta, e menos ainda, descobrem a sua verdadeira origem.

Ele descobre também que é um desses semideuses. Possivelmente filho de um dos Três Grandes (Zeus, Poseidon e Ades) E, que seu amigo Grover não é só um garoto com andar estranho, mas sim um sátiro responsável por localizar semideuses que estão perdidos pelo mundo e trazê-los para o acampamento, em segurança, para que possam receber o treinamento adequado melhorando suas chances de sobrevivência.

No acampamento conhece outros semideuses, como Luke, filho de Hermes, Clarisse; filha de Ares e Annabeth, filha de Atena, com quem, juntamente com seu amigo Grover, engaja numa jornada pelos EUA após recebe a profecia do com a missão de recuperar o Raio Mestre de Zeus que foi roubado, enfrentando perigos mitológicos, entre eles a Medusa que tem uma das versões de sua origem narrada no livro.

Este primeiro livro da série Percy Jackson & Os Olimpianos esteve entre ao mais vendido da lista de no New York Times durante semanas. Misturando mitologia grega com a vida moderna, o autor Rick Riordan utiliza de uma linguagem simples, ritmo rápido, criando uma história cheia de ação e repleto de informações sobre os deuses do Olimpo e os seres fantásticos que rodeiam a mitologia da Era Clássica. Sendo uma ótima opção de leitura para quem quer descobrir o gênero de fantasia ou começar a ter o gosto pelo hábito da leitura.

O fato de ter como público alvo os jovens e adolescentes, não desmerece a historia, também interessante para adultos, que curtem uma leitura rápida repleta de ação com uma pitada de misticismo, sarcasmo e mistério.



site: http://bananacoffee.com.br/?p=416
comentários(0)comente



Nat 11/04/2015

Percy Jackson é um garoto muito diferente dos outros da sua idade: disléxico, tem déficit de atenção e vive sendo expulso das escolas nas quais estuda. Quando uma Benevolente disfarçada de professora o ataca durante uma excursão estudantil, Sr. Brunner o salva, depois age como se nada tivesse acontecido. Percy estranha a situação, ainda mais quando pega seu melhor amigo Grover e o professor falando sobre o solstício de verão, Percy e o perigo de vida que ele corre. Até mesmo sua mãe fala de coisas que ele não consegue entender, até que são atacados pelo Minotauro a caminho do Acampamento meio-sangue, um local seguro para os semideuses, filhos de homens e deuses gregos. Percy descobre que é filho de Poseidon, o deus do mar e que sua existência não é uma coisa boa, devido ao pacto que os três grandes deuses do Olimpo (Zeus, Poseidon e Hades) fizeram de não ter filhos com mulheres mortais depois da Segunda Guerra Mundial. No acampamento, ele conhece a verdadeira identidade do seu professor Brunner e de Grover, além de fazer amigos em Annabeth (filha de Atena) e Luke (filho de Hermes). Um sonho mostra que a Percy que Zeus e Poseidon estão lutando por uma coisa valiosa que foi roubada: o raio mestre do rei do Olimpo. Então, junto a Annabeth e Grover, Percy partem em uma viagem louca para descobrir o verdadeiro ladrão e recuperar o raio de Zeus.

Eu não tinha vontade nenhuma de ler esse livro. VI o filme na época do lançamento só por curiosidade, e percebi que muita gente não tinha gostado porque mudava muita coisa referente ao livro. Agora que li, eu vi que mudou praticamente TUDO em relação ao livro. Enquanto eu lia, ficava procurando semelhanças entre o livro e a adaptação, que eu achei, mas muito poucas. A história de Percy Jackson não tem muita coisa de especial, exceto o fato de que Riordan fala e explica muitos mitos gregos. Na verdade, eu gostei um pouco, e quero ver o que vai acontecer nos próximos.

site: http://ofantasticomundodaleitura.blogspot.com.br/2015/04/o-ladrao-de-raios-de-rick-riordan-dl-do.html
Ketellyn 11/04/2015minha estante
Eu adorei esse livro, mas achei o segundo melhor, ainda não li o terceiro mas vou ler em breve




spoiler visualizar
comentários(0)comente



Amy 28/03/2015

O Ladrão de Raios - Rick Riordan
Percy Jackson é o primeiro livro de uma série que contém 5 livros (sem contar os extras), impossível alguém não conhecer a tão famosa série Percy Jackson e os Olimpianos, famosa série comparada com Harry Potter pelas suas grandes aventuras. Vi tantas e tantas opiniões positivas sobre esse livro e realmente não me arrependi por ter lido.


O único erro que eu eu cometi relacionado a série foi assisti ao filme antes de ler o livro, e no primeiro momento eu adorei o filme (principalmente o Percy), mais logo depois de ler o livro e pesquisar mais sobre os dois, percebi algumas diferenças entre ambos e agora eu não tenho certeza se o filme é tão bom quanto eu achei que fosse.

Perseu Jackson, conhecido como Percy Jackson, é um garotinho anormal de 12 anos que sofre transtorno do déficit de atenção, mora com a sua mãe e seu padrasto Gabe Cheiroso pois foi abandonado pelo seu pai. Percy descobre que está em perigo e que é um SemiDeus quando é atacado pela Fúria na escola. Ele e o seu protetor, um sátiro e também seu melhor amigo, Grover, vão buscar a mãe de Percy para fugirem para o acampamento Meio-Sangue. Grover, Sally e Percy estão a caminho do acampamento quando o carro é capotado por um Minotauro que leva a mãe de Percy para o mundo inferior.

No acampamento ele conhece Annabeth, filha de Atena e Luke, filho de Hermes que viram seus amigos. Percy conhece também Clarisse, filha de Ares, a esquisita que vira sua inimiga logo de cara. Quíron é o líder do acampamento Meio-Sangue que pede Percy, Annabeth e Grover para procurarem o raio de Zeus que foi roubado do Olimpo se não haverá uma grande guerra entre dois Deuses, Zeus e Poseidon. Todos acham que Percy quem roubou o raio a pedido de Poseidon que é seu pai e é por isso que Percy tem que encontrá-lo e também salvar a sua mãe do mundo inferior. Duas tarefas nada fáceis.

A narração é em primeira pessoa, o personagem principal conversa com o leitor e é uma narrativa muito interessante. È realmente muito legal a escrita do autor.

"Você será traído por aquele que o chama de amigo.
E no fim não conseguirá saber salvar aquilo que mais importa."
comentários(0)comente



Flavo 20/03/2015

Estória "crua"
Com algumas raras exceções, eu jamais tive muito apreço por adaptações mitológicas modernas. "O Ladrão de Raios" tenta trazer uma mitologia ancestral bela e complexa, para um quadro completamente simples e rústico, fazendo uso do clássico cliché que porta mitologias em metáforas. Cliché este que é usado em basicamente todas as adaptações de mitologia hoje.
A estória é escassa em criatividade e peca muito na fidelidade da mitologia, o que pra mim é digno de uma grande perda de pontos, além de ser extremamente infantil, daquele tipo que você imaginava quando era criança e brincava na rua. Algo que pra mim é inaceitável, visto o público alvo do livro é o infanto-juvenil (e seria ruim até mesmo para o público infantil).
Confesso que não dei muitas chances para o livro, parei de ler logo no início pois realmente não se mostrou compatível aos meus gostos. O autor tenta de uma maneira absurda, compactar características divinas à uma criança. e explicar tal fato de uma maneira ainda mais surreal e desgostosamente vaga.
O fator que ainda mais me entristece, é o "quase plágio" de livros que fizeram mais sucesso anteriormente, seguindo exatamente a mesma receita - pegue um personagem juvenil, lhe dê um passado trágico e poderes sobrenaturais para mostrar que ele é o "superior" e único entre diversos que tentam superá-lo. Não se esqueça também, de que este personagem NÃO PODE ter conhecimento sobre sua real identidade e poderes, afinal, temos que mostrar um mundo novo pra ele - e assim por diante. Este algoritmo foi explorado à risca e acabou criando um personagem pobre. Funcionou uma vez, quando ainda era original, mas repeti-lo não pode ser garantia de sucesso.
Entre uma chuva de clichés já conhecidos em livros do gênero, personagens inteiramente sem personalidade e uma estória pobre e linear, "O Ladrão de Raios" e provavelmente sua série como um todo, não fazem parte de minha recomendação.
Lembrando que está é minha opinião, por favor, evite o "butthurt".
comentários(0)comente



Marina 06/03/2015

Todos elementos de aventura, mitologia e magia combinam muito bem neste livro.

Percy é um menino de 12 anos desajustado que descobre um novo mundo onde ele pode fazer a diferença. Só que a sorte do rapaz não muda muito neste novo universo, uma vez que rumores indicam que ele pode ser culpado de uma grande confusão no Olimpo. Um livro em que podemos acompanhar uma amizade de três jovens que com muita astúcia se unem para sobreviver uma missão digna de heróis.

"O ladrão de raios" é um magnifico livro para incentivar o gosto pela leitura dos adolescentes. Assim como, Harry Potter, a personagem vai crescendo junto aos pequenos leitores, que se tornam jovens ávidos pela leitura. De toda forma, mesmo mais velha que a faixa etária padrão deste livro, o achei muito bem escrito e desenvolvido. Sem dúvidas uma leitura muito prazerosa.
comentários(0)comente



Jordana 02/03/2015

Amei!
A resenha da série inteira pode ser conferida no link:

site: http://addictionforbooks.blogspot.com/2015/03/resenha-percy-jackson-e-os-olimpianos.html
comentários(0)comente



Ketellyn 01/03/2015

Me surpreendi muito com o livro, porque antes eu havia visto o filme e acho que esse foi o motivos que eu enrolei para começar a ler, mas tambem foi o motivo que me levou a ler, tenho que dizer que eu deveria ter lido antes, porque a história é impressionante, incrível e algumas partes engraçadas, cheio de criaturas e deuses, o autor fez uma mistura sobre o que sabemos da mitologia com a modernidade do seculo XXI.
Percy Jackson é um semi-deus, um meio-sangue, filho de um deus com uma mortal, ele mora com a mãe e seu padrasto em Nova York. Percy não sabe nada sobre ser filho de um deus, isso é ate ele ter 12 anos e coisas muito estranhas começam a acontecer.
Percy descobre que o melhor amigo dele Grover, é na verdade um sátiro, e depois de Percy ter sido atacado, ele, sua mãe e Grover vão em direção ao Acampamento Meio-Sangue, mas no meio do caminho eles são atacados por um Minotauro que sequestra a mãe de Percy. No acampamento Percy conhece Annabeth, que uma meio-sangue, filha de Atenas, e Luke que é filho do deus Hermes.
O livro fica ainda mais empolgante quando Percy, Grover e Annabeth saem do acampamento em busca do raio de Zeus, no meio do caminho eles encontram deuses que o ajudam, e monstros que tentam engana-los.
Eu conheci a serie através do filme, que eu olhei e gostei, e quando eu soube que tinha o livro, que era uma saga eu logo pensei, vou ler esse livro, mas eu acabei só enrolando e demorei para ler, e tenho que dizer que gostei mais do livro do que do filme, pois o filme não mostra tudo o que eles passaram e a muitas partes que eles tiraram.
Esse com certeza foi um dos melhores livros que eu ja li e me encantei por ele, em breve vou ler o segundo livro da Saga, O Mar de monstros.
Eu recomendo esse livro. Percy Jackson e o Ladrão de raios.

site: http://viajandopelapaginas.blogspot.com.br/2015/02/resenha-o-ladrao-de-raios-saga-percy.html
comentários(0)comente



Messim 24/02/2015

O Ladrão de Raios
Perseu Jackson (Percy) é um garoto de 12 anos disléxico e com déficit de atenção que passou a vida inteira sendo expulso dos colégios que vive com a sua mãe Sally
e seu padrasto detestável Gabe.

Com uma excursão do colégio para um Museu, Percy é atacado por sua professora e descobre que é um meio-sangue (Meio humano meio Deus) e esse é o começo de
toda saga é a partir daí Percy começa a tentar entender as coisas estranhas que acontece com ele,
com a sua vida correndo sério risco Grover o seu amigo do colégio se revela um sátiro (Um tipo de homem com pernas de bode),
encarregado de protegê-lo tem que levar Percy com urgência para o Acampamento Meio- Sangue, um local a onde filhos de Deuses Olimpianos ficam para aprimorar
as suas habilidades e em tese podem viver em segurança.Até chegarem no acampamento ocorre varias situações inesperadas, até enfrentar um minotauro, após se recuperar dessa batalha Percy é apresentado ao
acampamento meio-sangue, nesse acampamento eles são divididos em chalés cada um correspondente ao seu pai ou mãe como por exemplo o
chalé de Hermes, Atena, Apolo. Percy descobre que é filho de um dos três grandes (Zeus, Poseidon e Hades). No acampamento ele conhece Annabeth,
filha de Atena que no início eles tem um pequena rixa devido aos seus pais também terem, porém acabam desenvolvendo uma grande amizade e conhece também Luke,
filho de Hermes que o ajuda a se adaptar ao mundo meio-sangue.

Quando Poseidon reconhece Percy como seu filho ele recebe uma missão para encontrar o raio mestre de Zeus, Quiron um centauro ( metade homem metade cavalo ) o aconselhou de visitar o Oraculo para lhe dizer qual será a profecia.

“Você irá para oeste, e irá enfrentar o deus que se tornou desleal.
Você irá encontrar o que foi roubado, e o verá devolvido em segurança.
Você será traído por aquele que o chama de amigo.
E, no fim, irá fracassar em salvar o que mais importa.”

e Percy como o principal suspeito ele tem que encontrar o ladrão de raios e
evitar o conflito entre os Deuses.

Sobre a narrativa o Autor (Rick Riordan) deixa bem claro que é para o público infanto juvenil com uma narrativa simples e envolvente,
o legal é o jeito que traz as informações mitológicas citando por exemplo um Deus

O Ladrão de Raios tem um ritmo bem frenético cheio de ação.
Outro ponto que eu achei fantástico são as profecias, que sempre te deixa intrigado.

Esse livro é que quando você se der conta ele já acabou e se revelando surpreendente e deixando algumas questões para ser resolvidas mais pra frente.
comentários(0)comente



Ana Valentina 23/02/2015

O Ladrão de Raios é o primeiro livro da saga de Percy Jackson e os Olimpianos, a saga é composta por cinco livros: O Ladrão de Raios, O Mar de Monstros, A Maldição do Titã, A Batalha do Labirinto e O Último Olimpiano.

O Ladrão de Raios é um livro fascinante, cheio de aventuras eletrizantes, com direito a seres mitológicos. Narrado em 1º pessoa, o livro trás as aventuras de Percy Jackson de um jeito super simples, bem humorado e viciante. Valores como laços de amizade, coragem e lealdade são encontrados nas páginas do mesmo, você não conseguirá largar o livro e ficará ansioso para navegar nas próximas aventuras.

Super recomendado para fãs de aventuras e apaixonados pela mitologia grega.
comentários(0)comente



Carlos 16/02/2015

Perseu Jackson (Percy) é um garoto de 12 anos disléxico e com déficit de atenção que passou a vida inteira sendo expulso dos colégios que vive com a sua mãe Sally e seu padrasto detestável Gabe.

Com uma excursão do colégio para um Museu, Percy é atacado por sua professora e descobre que é um meio-sangue (Meio humano meio Deus) e esse é estopim de toda saga é a partir daí Percy começa a tentar entender as coisas estranhas que acontece com ele, com a sua vida correndo sério risco Grover o seu amigo do colégio se revela um sátiro (Um tipo de homem com pernas de bode), encarregado de protegê-lo tem que levar Percy com urgência para o Acampamento Meio- Sangue, um local a onde filhos de Deuses Olimpianos ficam para aprimorar as suas habilidades e em tese podem viver em segurança.

Até chegarem no acampamento ocorre varias situações inesperadas, até enfrentar um minotauro, após se recuperar dessa batalha Percy é apresentado ao acampamento meio-sangue, nesse acampamento eles são divididos em chalés cada um correspondente ao seu pai ou mãe como por exemplo o chalé de Hemes, Atena, Apolo. Percy descobre que é filho de um dos três grandes (Zeus, Poseidon e Hades). No acampamento ele conhece Annabeth, filha de Atena que no início eles tem um pequena rixa devido aos seus pais também terem, porém acabam desenvolvendo uma grande amizade e conhece também Luke, filho de Hermes que o ajuda a se adaptar ao mundo meio-sangue.

Quando Percy é reconhecido pelo seu pai logo inicia-se uma eletrizante aventura, e é designado a uma missão que o oraculo lhe revela:

“Você irá para oeste, e irá enfrentar o deus que se tornou desleal.

Você irá encontrar o que foi roubado, e o verá devolvido em segurança.

Você será traído por aquele que o chama de amigo.

E, no fim, irá fracassar em salvar o que mais importa.”

Com uma guerra aprestes a acontecer o Raio-Mestre de Zeus roubado e Percy como o principal suspeito ele tem que encontrar o ladrão de raios e evitar o conflito entre os Deuses.

Sobre a narrativa o Autor (Rick Riordan) deixa bem claro que é para o público infanto juvenil com uma narrativa simples e envolvente, o legal é o jeito que traz as informações mitológicas citando por exemplo um Deus/Objeto e os personagens entre si vão explicando com um diálogo o que é tal Deus/Objeto é, e isso deixa as informações mais informais e acaba não chateando tanto com notas excessivas ou informações aparte para entender o contexto. O Ladrão de Raios tem um ritmo bem frenético cheio de ação.Outro ponto que eu achei fantástico são as profecias, que sempre te deixa intrigado.

Esse livro é que quando você se der conta ele já acabou e se revelando surpreendente e deixando algumas questões para ser resolvidas mais pra frente.

Mais resenhas é só seguir o Blog Fagulhas da mente :)

https://fagulhasdamenteblog.wordpress.com/2015/02/16/resenha-percy-jackson-os-olimpianos-o-ladrao-de-raios/
comentários(0)comente



Gabriel Ract 16/02/2015

História vs Narrativa: o dilema eterno de Rick Riordan
O livro começa de uma maneira bastante ‘adotada’. Percy, um garoto qualquer, descobre que não é tão comum quanto pensava ser, e que todas as suas limitações e problemas sempre foram consequências de uma causa bastante pontual e ‘lógica’: ele é filho de antigo deus grego. De certa forma, e de certa forma repito, é um começo bastante utilizado em fantasias infanto-juvenis, e sempre muito bem recebido pelo público. Eu, sinceramente, tomei certo interesse pela série logo ali.

O problema é que comecei a me sentir um ‘pouco’ decepcionado com o passar do livro. Não demorei muito tempo para perceber que a história – e isso de toda a série - é horrível e repetitiva. E não só isso: a construção dos personagens não é tão boa quanto parece; os monstros estão sempre cercados por situações ridículas e sem graça; as batalhas, apesar de empolgantes, são consecutivas, ilógicas e muitas vezes iguais; e, talvez o pior de tudo, tudo se encaixa de forma ridiculamente perfeita – muito mais do que eu costumo aceitar, pelo menos.

É claro que isso vai um ‘pouco’ contra a grande popularidade que a série conquistou com o passar dos anos. Não tenho dúvidas de que o autor, Rick Riordan, sabe bem o que faz e, provavelmente ciente de sua incapacidade em criar uma ‘boa’ história, apelou de maneira genial para o seu maior trunfo como escritor: a narrativa. Se existe uma característica em comum entre ‘O ladrão de raios’ e todo o resto da série é a fluidez e o ritmo alucinante em que o texto é contado: é quase impossível parar de ler, sendo que, quando finalmente paramos, ficamos tomados por uma vontade quase mágica de ler mais. Chega a ser impressionante a forma como isso ocorre, e não nego que essa talvez seja a característica mais atrativa da série – influenciando principalmente na venda dos livros.

Bom, de uma forma geral, e apesar de grande parte dos meus comentários, é um livro que vale a pena ser lido. Eu acompanhei toda a série, e ‘O ladrão de raios’ é de longe o que mais gostei – apesar de não ser o meu favorito. Deixando os defeitos meio de lado, é uma leitura descontraída e divertida, onde podemos dar algumas boas risadas e torcer como crianças pelo ‘nosso’ personagem, o que é muito bom para um livro infanto-juvenil. Somente não espere que, pelo sucesso comercial e pela sua legião de fãs, a história seja impressionante, pois ela não é.

site: http://jewsyndrome.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Literal-Mente 05/02/2015

Resenha: Percy Jackson e o Ladrão de Raios (Rick Riordan)
Resenha: http://www.literal-mente.com/?p=2513
Facebook: http://on.fb.me/1trNRkv
Twitter: @literal__mente

site: http://www.literal-mente.com/?p=2513
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



1375 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |



logo skoob
"A rede social é perfeita para amantes da leitura"

Blog do Curioso - IG