A Megera Domada

A Megera Domada
3.87834 2844



Resenhas - A Megera Domada


73 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5


spoiler visualizar
comentários(0)comente



Rose 07/01/2016

A Megera Domada é uma peça teatral escrita por Shakespeare e publicada pela primeira vez em 1623. Ela é baseada em uma peça de um autor desconhecido publicada em 1594. Shakespeare fez uma série de mudanças e adaptações, sendo esta uma de suas primeiras comédias, e tem como tema central o casamento e a guerra entre os sexos.
A peça é tão famosa que já teve várias adaptações, não só para a literatura (como este livro), mas também para o cinema e TV. Para se ter uma ideia, no cinema temos vários filmes, inclusive um protagonizado por Elizabeth Taylor e Richard Burton.
Na TV, além de uma série, podemos encontrar ainda algumas novelas, como O Cravo e A Rosa exibida no Brasil pela Rede Globo.
Mas deixa eu contar um pouco do que se trata o enredo para aqueles que não conhecem.
Temos um pai, o Sr. Batista e suas duas filhas, Catarina e Bianca, ambas belas e inteligentes, com idade para casar e com bons dotes disponíveis, pois o Sr. Batista é um homem abastado. O problema é que Catarina tem um gênio do cão, sendo muito mandona e briguenta, ou seja, para os padrões da época, ninguém em sã consciência a escolheria para esposa, fora o fato que ela mesma gritava aos quatro ventos que não tencionava casar. Já Bianca era o seu oposto, sempre doce e cordada, tinha uma legião de pretendentes.
Acontece que o seu Batista, que seguia os padrões da época, não autorizava o comprometimento de Bianca, pois sendo Catarina a mais velha, ela é quem deveria se casar primeiro. Pelo visto ambas ficariam para titia...
Acontece então o imprevisto. Petrúquio, um homem rude e muito rico chega a Pádua disposto a aumentar sua fortuna através do casamento. Ouvindo os boatos sobre Catarina, ele tem a certeza que ela é a mulher certa para sua vida.
Todos acham que ele tem um parafuso a menos, mas Petrúquio está decidido a domar esta megera, marcando então a data do casório, para revolta da nada cordata Catarina.
No decorrer dos dias, enquanto o casamento de Catarina e Petrúquio não ocorre, Bianca continua tendo suas aulas particulares com seus dois professores, que na verdade são pretendentes disfarçados que tentam conquistar o coração da moça, além de receber a corte de mais dois pretendentes, um jovem rico chegado recentemente a Pádua e um nem tão jovem comerciante da região.
Já casados, Catarina é levada para Verona, local de moradia de seu então esposo, e lá ele começa a sua batalha para "domar" Catarina. Ok, vamos deixar o lado machista de lado, mas que Petrúquio é muito engraçado, isso não podemos negar. Catarina come o pão que o diabo amassou, e aos poucos, e com a ajuda de Ludovica (empregada da casa) ela percebe que gritar e espernear como estava acostumada a fazer não ia adiantar, era preciso usar sua inteligência para dobrar o marido.
De volta a Pádua, agora para o casamento de Bianca, todos são surpreendidos por uma descoberta que deixa a todos atônitos. Isso causa uma reviravolta na história de Bianca.
E como confusão é pouca nesta história, temos ainda Petrúquio fazendo a prova dos nove para ver se Catarina foi mesmo domada.
O que será que sairá deste dia que seria de paz e alegria para o velho Batista?
Esta é uma boa prova de como podemos ter uma leitura leve e divertida mesmo com um clássico de 1600. Esta série da Editora Scipione é uma ótima opção para aqueles que querem conhecer clássicos mas com uma escrita mais atual. Nesta série ainda podemos encontrar títulos como:
A Escreva Isaura
Tristão e Isolda
Sonho de uma Noite de Verão
o Voo de Ícaro
O Triste Fim de Policarpo Quaresma
Odisséia
Otelo entre outros.
Então, o que acharam? Gostaram? Alguém já leu esta obra? Da minha parte posso dizer que foi uma leitura rápida e divertida, que recomendo para jovens de todas as idades.

site: http://fabricadosconvites.blogspot.com.br/
Naty 07/01/2016minha estante
Não conhecia essa obra, Rose. Fiquei bem curiosa para ver as adaptações feitas por Shakespeare. Vou querer conferir, sem dúvidas.




Andre.Castellani 11/09/2015

apaixonadamente verdadeira
Uma leitura mediana, nao chega a ser dificil, divertida, cômica e cheia de criticas e verdades que vemos até hoje.
comentários(0)comente



Naiane 10/04/2015


A megera domada escrita por William Shakespeare conta sobre uma personagem chamada Catarina muito brava e emburrada, seu pai batista é um homem muito rico que tem duas filhas, sua filha mais nova se chama Bianca muito meiga e doce o que atrai mitos pretendentes, mas seu pai não deixa ela se casar antes de sua irmã mais velha, que pelo seu jeito afasta todos os pretendentes. Mas aparece Petrúquio que aceita se casar com ela por causa de seu dote, ele fará muitas coisas para conquista-la. Também têm os pretendentes de Bianca. Lucênio, Hortêncio e Grêmio. O primeiro gosta muito dela tem um amigo que é professor que se chama Trânio então ele decide trocar de lugar com ele para poder conquista-la. É um livro muito legal e engraçado, com personagens bastante atrapalhados, ver como o petrúquio tenta conquista-la com suas loucuras a história só fica melhor.
comentários(0)comente



Claudio 19/03/2015

A Megera Domada
The Taming of the Shrew (título original) é um livro de Wlliam Shakespeare, escrito entre os anos de 1593 e 1594. A comédia romântica de 120 páginas, conta a história de Catarina, filha mais velha de Bastista Minola. Catarina é vista como uma mulher arrogante e insubmissa pelos os homens da cidade, ao contrário de Bianca, sua irmã mais nova que é meiga e doce. Bianca tem vários pretendentes, mas como costume da época ela só poderia se casar após o matrimonio sua rude irmã mais velha, Catarina. O motivo do conflito da história é que ninguém quer se casar com Catarina por causa do seu jeito de ser, exceto por Petrucchio, um homem rico originário de Verona, que aceita o desafio de domar essa megera, casando-se com ela.

Apesar de o livro ser um pouco machista, pois Petrucchio faz Catarina passar fome e ser humilhada, apenas para fazer a moça ser submissa a ele, o livro do renomado autor William Shakespeare é uma leitura descontraída e engraçada. Essa obra rendeu uma adaptação para a televisão, O Cravo e a Rosa, uma novela da rede Globo de muito sucesso.
comentários(0)comente



Tiago 15/03/2015

A Megera Domada - William Shakespeare
O livro de William Shakespeare, com cerca de 120 páginas, retrata uma história romântica e engraçada.

A história de inicia com Catarina, a filha mais velha de Batista Minola, um homem rico e que tem duas filhas. Catarina é uma mulher de gênio forte, assim chamada de megera.
Bianca é a filha mais nova, que ao contrário de Catarina, é doce e cheia de pretendentes.
Batista Minola só aceita que sua filha Bianca se case assim que a mão de Catarina seja concedida a algum homem.
Com a chegada de Petrucchio à cidade, um homem rico e disposto a aumentar sua fortuna, ele acaba sabendo sobre Catarina e seu gênio. Dispondo-se a pedir sua mão.
A trama se ajeita e Catarina acaba sendo domada, como o próprio nome do livro diz.

A história retrata a imagem da mulher sendo totalmente submissa ao homem. Retrata também o tempo em que a mulher não tinha total autoria sobre suas escolhas.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Katherine 19/08/2014

Adorável Catarina

"Não me pergunteis jamais qual a roupa desejo vestir,pois não tenho mais gibões do que costas,mais meias do que pernas,mais sapatos do que pés."
-Pg 36

Sinopse:Batista é um homem rico que tem duas filhas. A mais velha, Catarina, é brava e briguenta, sempre espantando seus pretendentes. A mais nova, Bianca, é doce e gentil, atraindo para si muitos homens que desejam sua mão. Porém, para o azar de todos, o pai decide que Bianca só poderá se casar após Catarina ser desposada,costume da época. E todos perguntam: o que fazer para arrumar um marido para a diaba? Eis que chega à cidade Petrúchio, um homem rude e bem doido que aceita se casar com Catarina somente por seu dote. Louco de um modo bem peculiar, ele fará a megera passar por poucas e boas a fim de domá-la e no fim realmente consegue.

Então,esse é apenas o segundo livro de Shakespeare que leio,o outro foi Hamlet (caí de amores),o título A megera domada me interessou pela estória que conheci através da novela O cravo e a Rosa,que assisti na infância.
Há pouco o que se dizer sobre esse livro,bom,obviamente ele é cômico e sem papas na língua,nunca esperava ler três palavrões em uma mesma página de um livro de Shakespeare.Além disso a estória é bem amarrada.

Porém vi alguns pontos negativos,talvez meu jeito não se de bem com livros cômicos,mas o principal é a maneira como é abordada o jeito de ser de Catarina,no final do livro houve um discurso decepcionante de deixar as feministas ou até eu que não sou feminista,revoltadíssima.
Mas,bom,é Shakespeare então deixando de lado certas questões morais esse e todos os seus livros são incrivelmente excelentes.
Sarah Alcântara 07/02/2016minha estante
Bem, quando vi o final, nem quis mais ler, pois sou feminista, porém, muitos citaram que poderia ser ironia de Catarina esse final, aí faz mais sentido, e faz eu querer ler o livro agora, haha.




Nati Coelho 12/08/2014

A Megera de Shakespeare
Catarina tinha a língua afiada e respostas rápidas. Afastando todos os pretendentes com sua brutalidade, ela não poderia abominar mais o casamento. E isso era o problema para sua irmã mais nova, Bianca, que só poderia se casar depois que sua irmã "megera" se casasse, para sua infelicidade, já que ficava então presa com seus professores dentro da casa.
Mas quando Lucêncio, um nobre, resolve fingir ser um simples cidadão para ensinar sua amada Bianca, e um plano para desposar a megera indomável vem à tona, Catarina terá que ser forte para não ser controlada por outro homem, mas sua esperteza poderá, de formas não convencionais, transformar Catarina em uma esposa decentes (pelo menos na época)

Preciso conversar com alguém sobre o livro, já que não consegui perceber se a estória possui algo por trás ou se é simplesmente algo que ofende os ideias feministas.
Mesmo engolindo o orgulho, a estória não tão interessante assim, traz algo não tão fora do cotidiano nem incomum, sendo estranho para Shakespeare, apesar de extremamente original. Concluindo, Shakespeare, vacilou. (pelo menos nessa estória)


site: http://leioreleio.blogspot.com.br/2014/08/a-megera-domada-tio-shakespeare.html
comentários(0)comente



Luciano Luíz 29/07/2014

SHAKESPEARE é genial.
A MEGERA DOMADA é uma peça que faz rir de forma inteligentíssima.

É a história de Petrúquio e Catarina.
Uma moça que tem uma irmã mais nova, e essa só pode casar, caso a mais velha também case.

Dessa forma, pretendentes que querem a todo custo a jovenzinha, Bianca, acabam por convencer Petrúquio a casar com Catarina, a megera.
Uma mulher grosseira que não acata nenhuma conversa de homem algum.
Nem de seu pai.

É um livro pequeno.
Mas cativante.
O melhor do conteúdo são os diálogos do casal.
Palavras estúpidas, ofensivas, engraçadas.
Um clássico que jamais será superado.


site: https://www.facebook.com/pages/L-L-Santos/254579094626804
comentários(0)comente



Shirlei 09/07/2014

A Megera Domada
Conta a história de Catarina, uma mulher que não pretende se submeter aos homens em função do casamento. Com sua língua ferina, afasta todos os pretendentes, deixando desesperada sua irmã Bianca que precisa esperar a irmã se casar para poder também escolher um pretendente. Até que surge Petrucchio, um grosseirão disposto a tudo para conquistar o dote de Catarina. Cheia de reviravoltas, a peça discute amor e casamento, tornando a obra atual até hoje.
comentários(0)comente



Kamy 25/06/2014

Surpresa
Muito escutei falar quando era menor, do grande Shakespeare, e de sua forma estranha porém muito verdadeira de relatar o "amor" este que é muito comum em textos, pinturas e outras muitas formas de expressão do sentimento mais temido e admirado pelo mundo.
A megera domada retrata o sentimento que nasce pela "persistência" sei que parece no minimo estranho, mas é lindo, e vale muito a pena ler.
Não vou me aprofundar no contexto, vou simplesmente me limitar a dizer, que é um livro singular, que acrescenta na vida, e que sem sombra de dúvidas será apreciado por muitas gerações.
comentários(0)comente



Estephanie 23/05/2014

A megera decepcionada.
A megera Domada é uma comédia de Shakespeare, que conta a história da megera Katherina e do debochado Petrucchio.
Não tem muito o que falar, Shakespeare tem uma linguagem cativante. A comédia é muito bem trabalhada, mas não gostei do final, esperei que a "peça" terminasse consolidando o que vi no decorrer da história. Enfim, me decepcionei.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



73 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5