A CRISE MUNDIAL

A CRISE MUNDIAL CHARLES ODEVAN XAVIER


Compartilhe


A CRISE MUNDIAL


ENTREVISTA ANOTADA DE ROBERT KURZ




Este livro é voltado para o leitor comum minimamente ambientado com a Crítica da Economia Política do filósofo alemão Karl Marx.

O livro trata-se de uma entrevista coligida com o filósofo e historiador alemão Robert Kurz . A entrevista foi conduzida por Graziela Wolfart e Patricia Fachin.

O filósofo alemão parte da constatação que a atual crise mundial não se trata de uma crise cíclica da qual o capitalismo irá se recuperar mais à frente, mas trata-se, na verdade, do reflexo da barreira econômica interior do capitalismo – finalmente atingida, pois segundo Kurz, atingiu-se a barreira interna da valorização do valor e do inicio da barreira externa ecológica.

Assim, na tese do autor, defendida em suas obras e nesta entrevista reproduzida e anotada aqui, o capitalismo não tem mais para onde se expandir. Pois para ele, a substância do capital (o valor) perdeu substância. Kurz, ancorado em Karl Marx, diz que a substância do valor é o trabalho abstrato. E este com a revolução da microeletrônica iniciada em 1980, perdeu seu aspecto de trabalho vivo – o trabalho abstrato dos humanos assalariados; foi e está sendo continuamente substituído pelo trabalho morto das máquinas. Desse modo, o circuito de valorização do valor, isto é, transformação do trabalho abstrato em valor agregado não se fecha.

A economia mundial que se baseia cada vez mais numa ilusão de um crescimento tocado pelas finanças está implicada, na verdade, no colapso dos créditos hipotecários. Catalisador de um processo de desvalorização de todo o capital financeiro.

E a aparente saída de apelo ao Estado não resultará em nada, pois o Estado não pode estancar a desvalorização, mas apenas administrá-la. Ou no caso do Brasil de 2016, adotar medidas cada vez mais restritivas e repressivas, como a PEC 55.

Assim, a Crise Mundial, que se deflagrou em 2008 com o estouro da "bolha financeira" é também e simultaneamente, uma crise política, fiscal, econômica, social, institucional, moral, psicológica, sexual e civilizacional. Ou seja, para Robert Kurz – representante alemão de um movimento internacional conhecido como Crítica Categorial do Valor-Dissociação – a atual crise representa, na verdade, o próprio colapso do capitalismo.

Assim, é bom reiterar para o leitor, segundo o paradigma adotado neste livro: a crise atual se apresenta como crise final ou terminal do capitalismo, a crise da própria forma-valor e não apenas de seus aspectos secundários.

A racionalização da cadeia produtiva extraordinária atingida na 3ª revolução industrial com a microeletrônica eliminou trabalho. O trabalho vivo dos assalariados substituídos pelas máquinas. Os níveis crescentes de racionalização da produção não equivalem imediatamente a expansão dos mercados.

A sociedade produtora de mercadorias vive então, assim, a desvalorização do valor. Pois o valor, uma relação social e não apenas um critério econômico, é a substância do capital. E a substância do capital é o trabalho. Se esse foi eliminado com a tecnologia ocorrerá cada vez mais uma dessubstancialização do capital e uma dessubstancialização do dinheiro.

Assim, esta sociedade baseada no dinheiro, que não é um signo ou uma cédula, mas uma relação, uma mediação, está em ruínas e em colapso.

O capitalismo atinge sua barreira histórica econômica interna e sua barreira natural externa. Kurz parte da premissa que a atual crise não é uma crise cíclica, mas uma crise final e terminal do sistema capitalista. O que vier, caso se insista nesse modelo de sociabilidade será o caos, violência e barbárie. Ele propõe uma ruptura com esse modelo e uma saída ou alternativa transcendente a este modelo. Uma sociedade nova que ainda não tem nome, Talvez a Sociedade da Emancipação Humana.

Economia, Finanças / Política / Sociologia

Edições (1)

ver mais
A CRISE MUNDIAL

Similares


Estatísticas

Desejam
Informações não disponíveis
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 0 / 0
5
ranking 0
0%
4
ranking 0
0%
3
ranking 0
0%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

0%

0%

Charles.Odevan
cadastrou em:
10/04/2017 16:53:32