A escola de Frankfurt

A escola de Frankfurt Olgária Matos


Compartilhe


A escola de Frankfurt


Luzes e sombras de iluminismo






Em um de seus quadros, o pintor espanhol Goya alertava que o sono da razão gera mostros . Para a escola de Frankfurt, o oposto é igualmente verdadeiro - a razão vigilante e desperta também pode produzi-los. Segundo os frankfurtianos Horkheimer, Adorno, Marcuse e Benjamim, nçao se cumpriram as promessas da Filosófia das Luzes, que confiava na razão, capaz de conhecer e dominar a natureza, promover o aperfeiçoamento moral e a emancipação política. A razão iluminista procurou refutar o mito, substituindo-o pela ciência, mas esta perdeu sua destinação humana. Para a professora Olgária Matos, os frankfurtianos buscam, diante do pessimismo metafísico, redefinir a razão e, por meio da imaginação estética, reencantar o mundo despoetizado da técnica.

Edições (2)

ver mais
A escola de Frankfurt
A escola de Frankfurt

Similares


Estatísticas

Desejam14
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 3.8 / 34
5
ranking 21
21%
4
ranking 47
47%
3
ranking 26
26%
2
ranking 6
6%
1
ranking 0
0%

45%

55%

KQell
cadastrou em:
01/03/2009 14:11:12