A Filha da Fortuna

A Filha da Fortuna Isabel Allende


Compartilhe


A Filha da Fortuna





Em 1849, quando chega ao Chile a notícia de que na Califórnia o ouro estava jorrando feito água das fontes, Joaquím Andieta, um jovem idealista, pobre e destemido, não pensa duas vezes: rouba uma carga do armazém da Companhia Britânica de Importação e Exportação, onde trabalha, e arranja o dinheiro necessário para embarcar no navio que o levará até o Eldorado americano, onde espera amealhar a riqueza necessária para dar à velha mãe uma vida digna e para, finalmente, poder casar-se com Eliza Sommers por quem apaixonara-se pouco antes de tomar a decisão de deixar o Chile. Ocorre que Eliza, uma bela e frágil jovem criada e educada por imigrantes ingleses, não suporta a ausência do amado. Resolve embrenhar-se no porão de um navio e, com a ajuda do amigo chinês Tão Chi en, parte para a Califórnia, onde espera reencontrar o grande amor de sua vida. Mas o destino lhe reserva um verdadeiro inferno de surpresas e desencontros hostis, o que faz com que Eliza perca a sua inocência da forma mais lancinante possível. Essa seria apenas uma contundente história de amor não fosse o extraordinário talendo narrativo da escritora chilena Isabel Allende. Neste romance, Allende impressiona o leitor ao recriar com espantoso realismo todo o clima e a atmosfera social, política e cultural que marcou o Chile depois que o país se tornou independente, em 1810. A recostituição literária da cidade portuária de Valparaíso, cenário que domina a primeira parte do romance, é um dos pontos altos da obra que, de resto, confirma Allende como o grande nome da literatura hispano-americana da atualidade.



Por Hamilton dos Santos

Drama / História / Literatura Estrangeira / Romance

Edições (4)

ver mais
Filha da Fortuna
A Filha da Fortuna
A Filha da Fortuna
Filha da Fortuna

Similares

(12) ver mais
Retrato em Sépia
O Amante Japonês
Hija de la Fortuna
A Casa dos Espíritos

Resenhas para A Filha da Fortuna (28)

ver mais
Intercontinental
on 17/5/20


Eu já havia lido anteriormente uma obra de Isabel Allende, "Eva Luna". Foi uma leitura feita sob pressão para uma disciplina da faculdade, o que creio que contribuiu para que eu não gostasse da história (além da história em si). "A Filha da Fortuna" estava há anos aqui em casa, um livro que dei para minha mãe de presente de aniversário. Somados a quarentena; o fato de livros a minha volta tornando-se escassos; e a boa propaganda da minha mãe, resolvi dar uma chance a este. Decisão acer... leia mais

Estatísticas

Desejam249
Trocam5
Avaliações 4.2 / 603
5
ranking 47
47%
4
ranking 34
34%
3
ranking 15
15%
2
ranking 2
2%
1
ranking 1
1%

10%

90%