A filosofia da linguagem de John Searle

A filosofia da linguagem de John Searle Savas L. Tsohatzidis


Compartilhe


A filosofia da linguagem de John Searle


Força, significação e mente




Em onze ensaios, doze diferentes autores analisam criticamente, nesta obra, as contribuições seminais de John Searle à Filosofia da Linguagem. O texto de abertura do livro é assinado pelo próprio Searle, um dos mais reconhecidos pensadores desse ramo da Filosofia, e resume os pontos essenciais de sua concepção acerca da linguagem, apontando ainda para o que ele considera como as implicações mais importantes de tal abordagem.

Na introdução, o filósofo relaciona força, significação e mente ao conceito de intencionalidade. De forma concisa, apresenta seus conceitos centrais, ressaltando que entende a linguagem humana como uma extensão das capacidades pré-linguísticas de outras espécies de animais.
Seguem-se, então, os ensaios, inter-relacionados e agrupados em duas partes, igualmente interligadas: “Da mente à significação” e “Da significação à força” (para Searle, uma análise da significação deve integrar uma análise, também, da força ilocutória, além de uma consideração satisfatória sobre a mente).

Os seis textos da primeira parte examinam aspectos das considerações de Searle a respeito da intencionalidade da experiência perceptiva, que está na base de sua concepção acerca da mente e da própria linguagem. Os cinco últimos ensaios tratam de temas como distinção entre conteúdo de uma proposição e força ilocutória, significação livre de proposições, conexão entre intencionalidade mental e linguística, relação entre mente e atos ilocutórios (estes nem sempre expressariam estados mentais).

Com tais abordagens, que além de críticas abrem novas possibilidades de desenvolvimento de alguns dos temas pertinentes à Filosofia da Linguagem, este volume busca contextualizar, no cenário contemporâneo, as teorias que embasam a multifacetada produção de Searle. Também pretende contribuir para uma compreensão mais aprofundada das questões centrais da Filosofia da Linguagem, que, segundo o pensador, foi o ramo da Filosofia que recebeu as maiores contribuições nos últimos 100 a 125 anos.

Edições (1)

ver mais
A filosofia da linguagem de John Searle

Similares

(4) ver mais
Mente, Linguagem e Sociedade
Consciência e Linguagem
Intencionalidade
Fenomenologia da consciência e da mente

Estatísticas

Desejam5
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 2.0 / 1
5
ranking 0
0%
4
ranking 0
0%
3
ranking 0
0%
2
ranking 100
100%
1
ranking 0
0%

77%

23%

Wesley Soares
cadastrou em:
09/10/2013 20:16:31