A Guerra

A Guerra Bruno Paes Manso


Compartilhe


A Guerra


A ascensão do PCC e o mundo do crime no Brasil




Uma reportagem de alta temperatura, que comprova a falência da segurança pública no Brasil. Os autores entrevistaram diversos integrantes do PCC e revelam as entranhas das organizações criminosas.

Este livro é uma reportagem capaz de fixar a fisionomia do crime no Brasil. Os autores obtiveram relatos inéditos de integrantes das facções e contam essa história sob um ângulo inédito e revelador.

Geridas de dentro dos presídios, as facções criminosas se profissionalizaram. Quem assumiu a dianteira desse processo foi o PCC, responsável por um grau inédito de organização nos presídios brasileiros. Criada em 1993, meses após o Massacre do Carandiru, quando 111 presos foram mortos pela polícia, a facção passou a ditar as regras do crime nos presídios de São Paulo, impôs sua influência sobre outros estados e agora se internacionaliza a uma velocidade vertiginosa. Nunca essa realidade foi retratada com tintas tão fortes.

Sociologia

Edições (1)

ver mais
A Guerra

Similares

(11) ver mais
Cobras e Lagartos
Laços de Sangue
Junto e misturado: uma etnografia do PCC
PCC: A Facção

Resenhas para A Guerra (25)

ver mais
A guerra: a ascensão do PCC e o mundo do crime no Brasil, de Bruno Paes Manso e Camil

Escrita por uma socióloga e por um jornalista, essa obra é muito mais que uma reportagem jornalística sobre uma facção criminosa, o PCC. Os autores conseguiram tecer o retrato da violência organizada do Brasil, passando por temas importantíssimos como os problemas de nosso sistema prisional e o papel do tráfico de drogas como fonte de sustento para as facções. E esse retrato apresentado ao longo da obra é assustador, pois deixa clara para o leitor a real dimensão do poder que as facçõe... leia mais

Estatísticas

Desejam247
Trocam1
Avaliações 4.3 / 348
5
ranking 55
55%
4
ranking 32
32%
3
ranking 12
12%
2
ranking 1
1%
1
ranking 0
0%

35%

65%

Carlos.Eduardo
cadastrou em:
18/07/2018 15:55:53
Lindenberg
editou em:
24/08/2018 00:43:47
Lindenberg
aprovou em:
24/08/2018 00:43:11