A Identidade

A Identidade Milan Kundera


Compartilhe


A Identidade





Chantal, uma bela mulher mas não tão jovem, descobre na praia um mundo que não lhe agrada: os homens lhe parecem ridículos, infantilizados, voltados só para os filhos. São todos "papais", desprovidos de qualquer encanto erótico. Fazendo graça, ela diz a si mesma: "Vivo num mundo em que os homens já não se viram para me olhar". Logo depois ela repetirá essa frase a seu companheiro, que será invadido por um sentimento de compaixão pela mulher amada. Jean-Marc sabe que os olhares do amante não costumam bastar a uma mulher: a confirmação de um núcleo muito profundo da intimidade feminina parece depender de homens desconhecidos. Pouco a pouco Milan Kundera levará Chantal e Jean-Marc para a fronteira invisível que separa o real e o sonho, construindo um pesadelo em que o mais assustador será perder a identidade do outro.

Edições (2)

ver mais
A Identidade
A Identidade

Similares

(13) ver mais
A Imortalidade
A Insustentável Leveza do Ser
A Festa da Insignificância
O livro do riso e do esquecimento

Resenhas para A Identidade (12)

ver mais
on 12/4/10


Na minha vida, a principal função de A Identidade foi acabar com um preconceito bobo que histórias pequenas não eram tão boas quanto às grandes. O livro tem 108 páginas e tem uma trama inteira, com início, meio e fim (não que eu tenha achado esse muito satisfatório). A história começa com a observação de Chantal de que os homens não viram mais o rosto para olhá-la. A partir daí a sua história e de Jean-Marc conduz por um caminho inesperado e com um fim, que pelo menos para mim, foi sur... leia mais

Estatísticas

Desejam121
Trocam4
Avaliações 3.8 / 477
5
ranking 23
23%
4
ranking 42
42%
3
ranking 29
29%
2
ranking 5
5%
1
ranking 1
1%

31%

69%

Bell
cadastrou em:
03/08/2009 22:21:37