A madona de cedro

A madona de cedro Antonio Callado


Compartilhe


A madona de cedro





Antonio Callado é um dos escritores mais completos de seu tempo. Agudo Observador da realidade, lida com ela tanto como brilhante jornalista que é, quanto como um de nossos ficcionistas que melhor e mais criticamente sabem revelá-la.
O autor de Quarup e Sempreviva (um dos livros mais vendidos em 1981) começou a construir seu universo romanesco com Assunção de Salviano e Madona de Cedro. A reedição deste último recoloca ao alcance do leito um texto em que já estão presentes os compromissos formais e ideológicos de um escritor que nunca abdicou da condição de desvendar os mecanismos de opressão e alienação que marcam a história de seu povo, construindo ao mesmo tempo uma linguagem em que não se excluem a contundência da denúncia e a mais alta exigência estética.

Literatura Brasileira

Edições (1)

ver mais
A madona de cedro

Similares


Estatísticas

Desejam
Informações não disponíveis
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 4.0 / 1
5
ranking 0
0%
4
ranking 100
100%
3
ranking 0
0%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

33%

67%

João gregorio
cadastrou em:
26/01/2016 13:33:21
Biblioteca do Braille
editou em:
01/12/2016 11:33:00