A Mãe

A Mãe Maksim Górki


Compartilhe


A Mãe





“A Mãe” foi um romance extremamente importante para a consciência da revolução soviética. Lenine, ao ler a obra de Gorki, comentou: “É um livro necessário. Muitos operários participaram no movimento revolucionário de um modo não consciente, espontâneo, e ler A Mãe ser-lhes-á de grande proveito. É um livro muito oportuno.”
Máximo Gorki (1868 a 1936) participou em lugar destacado da revolução de 1905 e, após o malogro desta, escreveu o romance “A mãe” em 1907.

Edições (13)

ver mais
A mãe
A Mãe
A Mãe
A Mãe

Similares

(2) ver mais
Obras de Máximo Gorki - Volume 4
Psicologia, educação e desenvolvimento

Resenhas para A Mãe (12)

ver mais
on 17/11/09


Pelageya é uma mulher simples, ingênua e de origem humilde, através de seu filho revolucionário ela toma conhecimento de questões sociais e políticas do meio em que vivem, aderindo ao movimento, esta mulher sensível e inteligente, até então submissa e ingênua, aos poucos vai despertando (acordando) para a sua dura realidade, numa sociedade machista e autocrata. Traz a tona questionamentos sobre a vida, especialmente a vida das mulheres em geral, bem como de toda a sociedade, dos trabal... leia mais

Estatísticas

Desejam122
Trocam3
Avaliações 4.2 / 428
5
ranking 50
50%
4
ranking 31
31%
3
ranking 15
15%
2
ranking 2
2%
1
ranking 1
1%

39%

61%

Furquim
cadastrou em:
12/01/2013 21:15:38