A primeira história do mundo

A primeira história do mundo Alberto Mussa


Compartilhe


A primeira história do mundo (Compêndio mítico do Rio de Janeiro #3)





Rio. 1567. Um assassinato. 400 habitantes. 60 envolvidos.

O romance baseia-se em parte da documentação de um caso real: o primeiro registro formal de um assassinato no Rio de Janeiro, de 1567, crime passional, história de adultério, que enredou, entre acusados e testemunhas, espantosos 15% da população da cidade (que não passava de 400). Uma deliciosa trama policial, em que os mitos fundadores do Brasil, sobretudo os indígenas, associados à própria tradição do gênero literário policial, serão fundamentais para a solução do caso. A primeira história do mundo é o novo livro do mais original e criativo ficcionista brasileiro.

Alberto Mussa escreveu os contos de Elegbara, seguidos dos romances O trono da rainha Jinga, O enigma de Qaf e O movimento pendular. Recriou a mitologia dos antigos tupinambás em Meu destino é ser onça e é coautor do ensaio Samba de enredo: história e arte. Sua obra, publicada em dez países e traduzida em sete idiomas, vem sendo estudada em universidades da Europa, dos Estados Unidos e do mundo árabe. Entre outras distinções, ganhou os prêmios Casa de Las Américas, Machado de Assis, da Biblioteca Nacional, e, por duas vezes, o da APCA.

Ficção / Literatura Brasileira / Romance policial

Edições (1)

ver mais
A primeira história do mundo

Similares

(17) ver mais
O senhor do lado esquerdo
O trono da rainha Jinga
A origem da espécie
O Enigma de Qaf

Resenhas para A primeira história do mundo (22)

ver mais
MA RA VI LHO SO
on 29/12/21


(@intrinseco1.blog) Já sou fã declarada de romance policial, então fui de "coração aberto" para ler esta obra do Mussa. O mais legal é que "a primeira história do mundo" faz parte de um compêndio mítico, de acordo com o autor, composto por 5 romances policiais que abordam crimes cometidos cada um em um século desde a invasão portuguesa. Legal é analisar a precariedade da nossa formação social e do sistema de justiça da época. Além disso, o romance quebra com a tradicionalidade do gêner... leia mais

Estatísticas

Desejam93
Trocam1
Avaliações 3.8 / 159
5
ranking 30
30%
4
ranking 42
42%
3
ranking 22
22%
2
ranking 4
4%
1
ranking 2
2%

49%

51%

Yasmin
cadastrou em:
13/05/2014 14:14:51
Alê | @alexandrejjr
editou em:
26/04/2022 14:57:46

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR