A Revolta da Vacina

A Revolta da Vacina Nicolau Sevcenko


Compartilhe


A Revolta da Vacina


Mentes insanas em corpos rebeldes




Imagine as ruas centrais e alguns bairros da cidade do Rio de Janeiro, então distrito federal, tomados por barricadas e trincheiras, a iluminação pública destruída, uma fúria dirigida a delegacias, repartições públicas e inclusive ao comércio, em busca de armas, querosene e dinamite. Imagine carros tombados, armadilhas e tocaias em becos e casas abandonadas, e a ação policial sem conseguir reprimir a revolta. O governo precisa recorrer, então, às tropas do Exército e da Marinha, aos bombeiros e, por fim, à Guarda Nacional.

Neste livro, Nicolau Sevcenko elucida os principais fatores que levaram à Revolta da Vacina, durante a campanha de vacinação contra a varíola ocorrida em 1904, o “último motim urbano clássico do Rio de Janeiro”.

História / História do Brasil

Edições (1)

ver mais
A Revolta da Vacina

Similares

(11) ver mais
A Revolta da Vacina
Cidade Febril
Cidade Rebelde
tres epidemias

Resenhas para A Revolta da Vacina (8)

ver mais
Os bastidores que inflamaram a revolta

O livro é conciso, mas traz tantas informações. O Governo do Presidente Rodrigo Alves traz como mote político a remodelação do Rio de Janeiro, isto significa, por a baixo as construções, sem poder questionar na justiça, limpeza, e desapropriações e tirando os pobres do Centro de Distrito para os morros os lugares longíquos. Havia grande parte de desempregados e aliado a isto, uma obrigatoriedade da vacina em out/1902 com medidas coercitivas. A vacinação da febre amarela não foi uma cam... leia mais

Vídeos A Revolta da Vacina (1)

ver mais
A revolta da vacina

A revolta da vacina


Estatísticas

Desejam11
Trocam1
Avaliações 4.3 / 56
5
ranking 61
61%
4
ranking 25
25%
3
ranking 11
11%
2
ranking 4
4%
1
ranking 0
0%

41%

59%

Carlos.Eduardo
cadastrou em:
17/07/2018 17:30:29

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR