A Senhora Beate e Seu Filho

A Senhora Beate e Seu Filho Arthur Schnitzler


Compartilhe


A Senhora Beate e Seu Filho





A senhora Beate de A senhora Beate e seu filho (1913) é mulher madura e viúva ardente. A alma de Beate é investigada a fundo – o precipício da alma de uma mulher e mãe é explorado até o fim – e o monólogo interior é usado como estratégia para desnudar a interioridade humana, essa "terra vasta e distante". O provincianismo austríaco é desmascarado na vida insossa e desanimada de um lugarejo. Beate, que de primeiro aceitara recolher-se socialmente e resignar-se sexualmente depois da morte do marido, é confrontada aos poucos com o mundo da libertinagem, representado por uma mulher de mais idade – assim como ela – que seduz o seu filho Hugo, aquele a quem ela – a título de compensação – dedica o amor que dedicava ao esposo. (Trecho da introdução de Marcelo Backes a A senhora Beate e seu filho)

Edições (1)

ver mais
A Senhora Beate e Seu Filho

Similares

(3) ver mais
Contos Fantásticos
Noites Florentinas
O Retorno de Casanova

Estatísticas

Desejam8
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 3.9 / 14
5
ranking 29
29%
4
ranking 36
36%
3
ranking 36
36%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

47%

53%

axton
cadastrou em:
26/01/2009 20:40:51