Algo Antigo

Algo Antigo Arnaldo Antunes


Compartilhe


Algo Antigo





"aqui jaz/ o presente// eterno porque eterna// mente fugaz", escreve Arnaldo Antunes. Em seu novo livro, o compositor e poeta mistura poemas, poemas visuais e fotografias para falar sobre o tempo – o presente e também o passado: "não tenho saudades/ do que vivi// porque tudo/ está aqui".
O isolamento, o noticiário e a política são eixos centrais desses versos que, com humor e sensibilidade, impressionam por sua atualidade e contundência. Para Noemi Jaffe: "Naquele que talvez tenha sido o ano mais difícil de nossas vidas, ano de pandemia e de esboço de ditadura, Algo antigo repercute a solidão de cada um 'isolado/ por um exército de desertos', cada um como uma 'multidão amputada'. Mas é 'enfiando a adaga do sentido na palavra' que cada uma dessas multidões recupera e refaz seus sentidos possíveis, prontos para o que foi, é e virá a ser.".

Poemas, poesias

Edições (1)

ver mais
Algo Antigo

Similares


Resenhas para Algo Antigo (0)

ver mais
Genial
1 week, 6 days ago


Arnaldo Antunes como sempre genial, impactante, presente e atualíssimo. O jogo com as palavras silencia e grita, esconde e despe. Uma forma de respirar, respirar poesia, de excelente qualidade...... leia mais

Estatísticas

Desejam7
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 4.2 / 9
5
ranking 50
50%
4
ranking 40
40%
3
ranking 10
10%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

50%

50%

eduardo
cadastrou em:
11/01/2021 23:00:39
eduardo
editou em:
11/01/2021 23:01:09