Almas Mortas

Almas Mortas Nikolai Gógol


Compartilhe


Almas Mortas





A grande obra-prima de Gógol, romance publicado pela primeira vez em 1842, no qual o autor, considerado o fundador da moderna literatura russa, elabora um retrato ao mesmo tempo lírico e satírico de seu país de adoção.

O livro traz a história de Tchítchikov, um especulador de São Petersburgo que viaja pelo interior da Rússia adquirindo dos nobres locais documentos de posse dos servos (ou "almas") que já morreram, algo sem valor na província, mas papéis que poderiam dar a seu comprador um novo status diante da alta sociedade da capital.

Baseada na mais recente edição crítica russa, a brilhante tradução de Rubens Figueiredo é acompanhada de quatro textos de Gógol comentando a redação do romance e um ensaio assinado por Donald Fanger, professor emérito da Universidade de Harvard, que analisa em detalhe toda a genialidade da prosa do autor.

Literatura Estrangeira / Romance

Edições (1)

ver mais
Almas Mortas

Similares

(1) ver mais
Almas Mortas

Resenhas para Almas Mortas (2)

ver mais
A ironia e a metalinguagem nas digressões do narrador de "Almas mortas"
on 20/12/18


O romance “Almas mortas”, de Nikolai Gógol (1809-1852), acompanha a trajetória Tchítchikov por uma província russa, e, de certa forma, pode-se dizer também que pela alma do povo russo – ou ao menos por algumas das características que a compõem. Não é à toa que Púshkin tenha dito, ao participar de uma leitura do primeiro manuscrito de Gógol que deu origem à obra, a seguinte frase: “Meu Deus, como é triste a nossa Rússia!”. Essa constatação só poderia advir como resultado do fato de se t... leia mais

Estatísticas

Desejam188
Trocam1
Avaliações 4.4 / 32
5
ranking 66
66%
4
ranking 16
16%
3
ranking 19
19%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

37%

63%

Jenifer
cadastrou em:
17/04/2018 00:41:30