Amar, verbo intransitivo

Amar, verbo intransitivo Mário de Andrade




Amar, verbo intransitivo





Escrito um ano antes de Macunaíma, este idílio - definição do autor - mostra o drama de Carlos, jovem burguês, e de Elza, professora de alemão e pretensa iniciadora do menino na vida sexual. A hipocrisia da sociedade paulistana do início do século serve de pano de fundo para esta história (de amor?).

Literatura Brasileira / Romance

Edições (16)

ver mais
Amar, verbo intransitivo
Amar, verbo intransitivo
Amar, verbo intransitivo - Idílio
Amar, Verbo Intransitivo

Similares

(1) ver mais
Senhora

Resenhas para Amar, verbo intransitivo (63)

ver mais
Amar, verbo intransitivo
on 20/3/09


Ensinar a amar. Pode alguém ter esse dom? Pois no primeiro romance de Mário de Andrade, publicado em 1927, Amar, verbo intransitivo, esta é a profissão de Fräulein Elza. Está certo que a missão dela não é, de fato, esta. Mas toda regra tem sua exceção. Contratada pelo chefe de família Souza Costa para iniciar seu filho, Carlos Alberto, de 15 anos, na vida sexual, Elza entra na família como governanta, certa de que dona Laura, mãe do menino, saberia do verdadeiro motivo de sua contrataç... leia mais

Estatísticas

Desejam248
Trocam72
Avaliações 3.6 / 2.501
5
ranking 22
22%
4
ranking 29
29%
3
ranking 33
33%
2
ranking 13
13%
1
ranking 3
3%

23%

77%

Betty
cadastrou em:
05/01/2009 16:50:12