Anjo Caído

Anjo Caído Rogério Durst


Compartilhe


Anjo Caído





Em sua única obra de ficção, “Anjo Caído”, o jornalista Rogério Durst fez isso, modernizando autores, personagens, paisagens, modos e costumes, e misturando tudo no liquidificador. Editado em 1996, de forma quase independente, é um romance imperfeito e destrambelhado, engraçado e ousado, infelizmente esquecido. Já na primeira linha há uma citação e uma gozação com o clássico “Moby Dick”, de Herman Melville: “Me chamem de Gabriel, e demora um pouco mas eu atendo”.

Alvaro Costa e Silva

Literatura Brasileira / Romance policial

Edições (1)

ver mais
Anjo Caído

Similares


Estatísticas

Desejam
Informações não disponíveis
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 3.5 / 2
5
ranking 50
50%
4
ranking 0
0%
3
ranking 0
0%
2
ranking 50
50%
1
ranking 0
0%

100%

0%

Bernardo
cadastrou em:
16/01/2021 15:36:38
Bernardo
editou em:
16/01/2021 15:37:25