Anjos Caídos

Anjos Caídos Harold Bloom




Anjos Caídos





Em toda a literatura os anjos têm servido como metáfora da morte. Por quê? Ser caído faz parte da condição humana, explica Harold Bloom, autor de 'Anjos Caídos'. Daí vem o reconhecimento da mortalidade. Bloom oferece ao leitor um pouco de conforto, com a consciência recíproca de que os anjos também representam o amor e a celebração das possibilidades humanas.

Filosofia / Literatura Estrangeira

Edições (1)

ver mais
Anjos Caídos

Similares

(4) ver mais
El Ángel Caído
A Anatomia da Influência
Onde Encontrar a Sabedoria
Como e Por Que Ler

Resenhas para Anjos Caídos (6)

ver mais
Ser-para-a-morte.
on 23/6/12


O que há de estranhamente ambivalente, na representação literária de Satã, que ao mesmo tempo nos fascina e assusta? Segundo o crítico literário estadunidense Harold Bloom, seria algo da própria condição humana. Analisando a Bíblia, Agostinho, John Milton e Shakespeare, o autor associa, tal qual Freud e Heidegger, a morte com as possibilidades humanas. Assim, desprovido de seu sentido teológico paulino-agostiniano o termo “anjo caído” ressoa, no homem, um lugar cuja localidade não é da... leia mais

Estatísticas

Desejam9
Trocam4
Avaliações 3.6 / 53
5
ranking 30
30%
4
ranking 19
19%
3
ranking 40
40%
2
ranking 6
6%
1
ranking 6
6%

52%

48%

Jaccuz
cadastrou em:
02/05/2009 20:03:27
Matheus Cardoso
editou em:
20/09/2017 21:23:16