Antologia Poética de Fernando Pessoa

Antologia Poética de Fernando Pessoa Fernando Pessoa


Compartilhe


Antologia Poética de Fernando Pessoa (Antologias)


Introdução e seleção de Walmir Ayala




Poeta modernista português, divisor de águas entre o tradicional e a modernidade, sua obra - de grande beleza e complexidade - se apresenta ao leitor como um labirinto de espelhos. Considerando que esta Antologia Poética está organizada segundo o critério de heterônimos, frutos, talvez, do desejo de exercer as múltiplas faces do eu poético que não cabiam num/a só Pessoa: Fernando Pessoa, ele mesmo, saudosista, cantando as glórias de Portugal; Alberto Caeiro, poeta das coisas simples, da natureza, quase prosa, conversando consigo mesmo; Ricardo Reis, poeta clássico na temática greco-romana e na forma com métrica e rima bem cuidadas; e Álvaro de Campos, poeta urbano, cuja sensibilidade capta a vida moderna, com versos livres e fina ironia.

Walmir Ayala, poeta brasileiro e organizador desta antologia, reuniu o melhor de Fernando Pessoa, considerado gênio da literatura e leitura obrigatória do nosso tempo. Confira:

O poeta é um fingidor.
Finge tão completamente
Que chega a fingir que é dor
A dor que deveras sente.

Poemas, poesias

Edições (6)

ver mais
Antologia Poética
Antologia poética
Antologia Poética de Fernando Pessoa
Antologia Poética de Fernando Pessoa

Similares

(4) ver mais
Quando Fui Outro
O Poeta que Fingia
Fernando Pessoa
Ódio

Estatísticas

Desejam2
Trocam5
Avaliações 4.3 / 78
5
ranking 54
54%
4
ranking 28
28%
3
ranking 12
12%
2
ranking 5
5%
1
ranking 1
1%

31%

69%

Raquel
cadastrou em:
13/01/2019 15:45:38