Arqueologia da Violência

Arqueologia da Violência Pierre Clastres


Compartilhe


Arqueologia da Violência





Esta obra apresenta uma reunião dos últimos escritos de Clastres, interrompidos por sua morte em 1977, num acidente de carro. Estes ensaios de antropologia política, escritos com extrema liberdade, reformulam a ideia de dominação nas sociedades ditas primitivas e fundamenta-se na teoria da 'servidão voluntária' de La Boétie para realizar uma crítica incisiva da violência na sociedade ocidental. O autor define etnocídio, critica a antropologia marxista, antecipa a denúncia do massacre dos Yanomami na Amazônia e retoma a discussão sobre a origem do poder nas sociedades indígenas da América do Sul. Assim, sua etnologia eleva-se à esfera da filosofia política; o autor evoca Conrad e Montesquieu, relatos de viagem, a mitologia americana, Freud, Hobbes e Rousseau, em doze ensaios de prosa refinada, erudita e coloquial.

Comunicação / Ensaios / Sociologia

Edições (1)

ver mais
Arqueologia da Violência

Similares


Estatísticas

Desejam
Informações não disponíveis
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 4.5 / 1
5
ranking 100
100%
4
ranking 0
0%
3
ranking 0
0%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

50%

50%

João gregorio
cadastrou em:
07/10/2016 08:23:27
orffeus
editou em:
26/05/2018 11:19:45