As ações afirmativas na educação superior: política de inclusão ou exclusão?

As ações afirmativas na educação superior: política de inclusão ou exclusão? Erika Suruagy Assis de Figueiredo


Compartilhe


As ações afirmativas na educação superior: política de inclusão ou exclusão?





Tema polêmico e delicado é o deste livro, como reconhece de saída a própria autora. Seu campo empírico é a UFBA, por ter sido a primeira universidade federal a iniciar a discussão e uma das primeiras a implementar a reserva de vagas, razão pela qual serviu de modelo para o Projeto de Lei sobre o assunto.
O estudo focaliza a política de ação afirmativa, especialmente a reserva de vagas/cotas, contexto de mundialização do capital e da educação; a relação dessas políticas com a reforma do Estado e ajustes estruturais, a posição do governo federal e da UFBA no que concerne às demandas da reorganização do modelo de acumulação do capital. O que se desvela é uma "inclusão excludente", a qual, ao mesmo tempo que incorpora a reinvidicação dos negros e trabalhadores em geral por educação, nega-lhes a possibilidade de acesso a uma educação pública de qualidade, científico-tecnológica, sócio-histórica, e sua permanência na universidade.

Edições (1)

ver mais
As ações afirmativas na educação superior: política de inclusão ou exclusão?

Similares


Estatísticas

Desejam
Informações não disponíveis
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 4.5 / 2
5
ranking 50
50%
4
ranking 50
50%
3
ranking 0
0%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

60%

40%

Ewerton
cadastrou em:
02/06/2012 08:27:57