Aspectos da Guerra dos Farrapos

Aspectos da Guerra dos Farrapos Ivar Hartmann


Compartilhe


Aspectos da Guerra dos Farrapos





A maior obra sobre a Guerra dos Farrapos continua sendo o monumental trabalho em seis volumes de Alfredo Varela denominado História da Grande Revolução, baseado em milhares de documentos de inestimável valor histórico, desde a correspondência de ministros, ordens dos principais chefes militares, procedimentos do governo civil, até os bilhetes do dia
a dia de soldados e da população gaúcha.
Este manancial está hoje entregue à guarda do Arquivo Histórico do Rio Grande do Sul que publicou parte dele entre os anos de 1977 e 1995.
Importante para o estudo e conhecimento dos interessados, como acontece nos países em que a cultura não é prioritária e a educação não tem a importância que merece, os sucessivos governos estaduais não vem liberado as verbas necessárias para completar a publicação.
A par dela, dezenas de autores, como Spalding e Fragoso por exemplo,publicaram obras importantes sobre o assunto. Infelizmente, a maioria se encontra esgotada.
É um estranho paradoxo: aumentou a população, o número de estudantes e o interesse por nossa história. Não obstante, as obras que se esgotaram não são re-editadas.
O propósito desta edição é trazer conhecimentos didáticos sobre a matéria, abrangendo os principais assuntos, de formas a criar um panorama geral sobre a Guerra para estudantes e interessados.
A bibliografia ao final, longe de ser completa, relaciona apenas os livros possíveis de serem encontrados em bibliotecas ou em sebos para aqueles que desejam aprofundar algum aspecto daquela que foi a maior página da História do Brasil, quer pelas idéias absolutamente novas que trouxe ao país, como república e abolição da escravatura, quer pela melhor preparação militar
que trouxe aos nossos soldados, necessárias nos anos seguintes para as lutas contra o Uruguai, a Argentina e o Paraguai, quer ainda pela importância simbólica que trouxe às sucessivas gerações de rio-grandenses criados sob o signo de homens que, por seus ideais, lutaram com denodo, seriedade, honestidade e desprendimento a toda prova, frente a um inimigo muitas vezes
mais poderoso.
Nas vitórias e nas derrotas , no acordo final entre partes que não tinham forças uma para vencer a outra, decidiu-se, definitivamente,as atuais fronteiras do Brasil, pátria dos brasileiros, tão explorada pelos estrangeiros, tão maltratada pelos nacionais.
O espírito dos farrapos, uma que outra vez, ainda bruxuleia entre nossos políticos, mas está cada vez mais vivo nos nossos educadores e estudantes, empresários e trabalhadores. Estes são os que constroem o Grande Rio Grande de hoje e sempre.

História / História do Brasil

Edições (1)

ver mais
Aspectos da Guerra dos Farrapos

Similares


Estatísticas

Desejam
Informações não disponíveis
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 2.0 / 1
5
ranking 0
0%
4
ranking 0
0%
3
ranking 0
0%
2
ranking 100
100%
1
ranking 0
0%

0%

100%

Carol
cadastrou em:
20/07/2015 02:00:15